Regresso ao Jogo: a UEFA está a preparar-se para o regresso seguro das suas competições de elite.
Saiba mais >
 

Porto apura-se com goleada

FC Porto 4-0 FC Basel 1893 (total: 5-1)
Brahimi, Herrera, Casemiro e Aboubakar selaram a goleada portista e um lugar nos quartos-de-final.

A “noite perfeita” de Casemiro
A “noite perfeita” de Casemiro

Yacine Brahimi marca o seu quinto golo da temporada na UEFA Champions League
Hector Herrera, Casemiro e Aboubakar facturam na segunda parte e decidem a eliminatória
Danilo sai lesionado pouco depois do primeiro golo portista, na sequência de um choque com Fabiano
Porto continua imbatível esta temporada na prova
O sorteio dos quartos-de-final tem lugar a 20 de Março, em Nyon

O FC Porto apurou-se para os quartos-de-final da UEFA Champions League, com o triunfo por 4-0 na recepção ao FC Basel 1893 a carimbar um sucesso por 5-1 no cômputo geral da eliminatória.

Um soberbo livre directo de Yacine Brahimi, aos 14 minutos, abriu caminho à convincente vitória dos "dragões", que não abalaram nem quando Danilo saiu lesionado pouco depois do 1-0. Hector Herrera acabou praticamente com a resistência suíça aos 47 minutos, nove antes de Casemiro colocar a cereja no topo do bolo portista com mais um brilhante livre. Vincent Aboubakar fechou as contas aos 76 minutos.

Pressão intensa foi a nota dominante dos instantes iniciais da partida, com Porto e Basileia a abordarem da mesma forma a decisão no Estádio do Dragão. Com os espaços a serem pouco mais do que uma miragem, cada lance era alvo de uma entrega absoluta por parte dos intervenientes. Contudo, o Porto foi, pouco a pouco, assumindo as despesas do encontro, empurrando cada vez mais o adversário para o seu meio-campo.

E a recompensa para o assomo do Dragão não tardou a surgir. Walter Samuel travou Christian Tello mesmo à entrada da área suíça, em posição frontal, com Brahimi a mostrar-se mais uma vez letal na cobrança do correspondente livre. A felicidade portista pelo 1-0 conquistado foi, porém, ensombrada quase logo de seguida pelo choque entre Fabiano e Danilo, que obrigou mesmo o lateral brasileiro a ser substituído por Martins Indi.

Os anfitriões precisaram de se adaptar a uma nova realidade no seu sector mais recuado, que incluiu a passagem do esquerdino Alex Sandro para o flanco oposto, mas a verdade é que o Basileia continuou a sentir muitas dificuldades para gizar lances ofensivos dignos desse nome. A excepção a essa constante na primeira parte aconteceu já bem perto do intervalo, quando Shkelzen Gashi aproveitou um corte incompleto de Marcano para atirar ligeiramente ao lado.

O Basileia tinha como missão regressar dos balneários com outra disposição atacante, mas sofreu um rude golpe logo no segundo minuto, altura em que Herrera bateu o guarda-redes Tomáš Vaclík com um vistoso remate colocado de pé direito. Embalado, o conjunto orientado por Julen Lopetegui precisou apenas de mais nove minutos para voltar a facturar, com Casemiro a brilhar, também ele, na conversão de um livre directo a cerca de 30 metros da baliza helvética.

Com uma autêntica montanha por escalar, o Basileia tentou sempre correr atrás do prejuízo, mas o acerto "azul-e-branco" nunca permitiu veleidades aos comandos de Paulo Sousa, pertencendo a Aboubakar o último momento de brilhantismo, quando fez o 4-0 com um potente remate ao ângulo. Para lá dos 90 Walter Samuel viu o segundo cartão amarelo e foi expulso, deixando o Basileia reduzido a dez elementos nos instantes finais do encontro.

Yacine Brahimi coloca o Porto na frente
Yacine Brahimi coloca o Porto na frente©AFP/Getty Images
Brahimi celebra o seu quinto golo da época na UEFA Champions League
Brahimi celebra o seu quinto golo da época na UEFA Champions League©AFP/Getty Images
Danilo fica estendido no chão após chocar com o guarda-redes Fabiano e acaba por ser substituído
Danilo fica estendido no chão após chocar com o guarda-redes Fabiano e acaba por ser substituído©AFP/Getty Images
Marco Streller, a disputar aquele que seria o seu último jogo na UEFA Champions League, incapaz de importunar a defesa contrária
Marco Streller, a disputar aquele que seria o seu último jogo na UEFA Champions League, incapaz de importunar a defesa contrária©AFP/Getty Images
Vincent Aboubakar desalentado após desperdiçar uma boa oportunidade na primeira parte
Vincent Aboubakar desalentado após desperdiçar uma boa oportunidade na primeira parte©AFP/Getty Images
Hector Herrera corre para o banco de suplentes do Porto após oferecer aos
Hector Herrera corre para o banco de suplentes do Porto após oferecer aos©AFP/Getty Images
Casemiro faz a festa depois de elevar para 3-0 na fantástica transformação de um livre
Casemiro faz a festa depois de elevar para 3-0 na fantástica transformação de um livre©AFP/Getty Images
O Porto é uma das duas equipas em prova ainda invictas nas presente edição da UEFA Champions League
O Porto é uma das duas equipas em prova ainda invictas nas presente edição da UEFA Champions League©AFP/Getty Images
Aboubakar, a actuar no lugar do habitualmente titular Jackson Martínez, lesionado, festeja após fechar o resultado em 4-0
Aboubakar, a actuar no lugar do habitualmente titular Jackson Martínez, lesionado, festeja após fechar o resultado em 4-0©AFP/Getty Images









Topo