As razões do optimismo do Shakhtar

Com o Bayern pela frente, o Shakhtar mostra-se ciente das dificuldades mas para o treinador Mircea Lucescu há razões para estar optimista: "Tudo é possível", afirma.

Mircea Lucescu espera causar sensação e eliminar os campeões de 2013
Mircea Lucescu espera causar sensação e eliminar os campeões de 2013 ©AFP/Getty Images

Nas vésperas do duelo dos oitavos-de-final da UEFA Champions League com o FC Bayern München, o treinador do FC Shakhtar Donetsk, Mircea Lucescu afirmou: "Naturalmente que o Bayern é favorito mas em futebol tudo é possível." O UEFA.com apresenta cinco razões para sustentar a expectativa do técnico romeno.

Golos de Luiz Adriano
"Sempre confiei nele”, afirma Lucescu sobre o nº9 e internacional brasileiro. "Estavam todos a sair e deixei-os sair – mas mantive-o." E ele correspondeu. Contratado em 2007, Luiz Adriano foi o melhor marcador do Shakhtar nas últimas cinco temporadas. Os seus nove golos na fase de grupos resultaram de apenas 11 remates à baliza, pelo que o Bayern terá de ter cuidado.

Posse de bola de Fernando
Apenas com 22 anos e na sua segunda época no Shakhtar, Fernando é já um jogador fundamental para Lucescu. O médio-defensivo foi contratado ao Grêmio Foot-ball Porto Alegrense para render Fernandinho e a transição foi a melhor possível. Com o Bayern a ostentar 64 por cento de posse de bola na fase de grupos, a capacidade de Fernando para desarmar os adversários e usar a sua capacidade de passe (a sua percentagem de passes completos no Grupo H foi de 94 por cento) vai ser fundamental.

Visão de Douglas Costa
No eixo criativo do Shakhtar, Costa pode jogar em todas as zonas – seja numa posição mais aberta ou atrás do atacante no esquema táctico do Shakhtar de 4-2-3-1. A sua capacidade de ir para cima dos defesas em ritmo alto e criar oportunidades será um teste para o Bayern.

Experiência de Darijo Srna
Capitão do clube e da selecção, o lateral-direito croata de 32 anos vai na 12ª temporada nos "pitmen". A sua aceleração e experiência podem revelar-se cruciais nesta eliminatória. Testes realizados no Campeonato do Mundo 2014 revelaram uma velocidade máxima de 33 km/h, superior aos 31,6 km/h de Arjen Robben. A sua velocidade de raciocínio vai também ajudá-lo a organizar a defesa do Shakhtar.

Qualidade de Alex Teixeira
Inspirador dos seus colegas brasileiros pela sua valiosa combinação de poderio atacante e incansável esforço, Alex Teixeira frequentemente surge entre linhas a fazer a ligação no ataque com Luiz Adriano e Taison. O jogador de 25 anos foi totalista na fase de grupos, apontando três golos. Ele é a extensão do treinador Lucescu em campo, assumindo as instruções do romeno e organizando a equipa.

A Champions Matchday é a revista oficial da UEFA Champions League e está disponível em versão impressa ou em formato digital. Pode também acompanhar a revista no Twitter em @ChampionsMag.