O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Benfica frustra Leverkusen

SL Benfica 0-0 Bayer 04 Leverkusen
Lima acertou na trave para o Benfica num empate que fez o Leverkusen ceder o primeiro lugar do Grupo C ao Mónaco.

Benfica 0-0 Leverkusen: a história em fotos ©Getty Images

• Empate significa que Leverkusen é ultrapassado pelo Mónaco no topo do Grupo C
Lima acerta na barra no início do jogo para o eliminado Benfica
Ömer Toprak expulso numa noite frustrante dos visitantes
Benfica termina na cauda do grupo; Leverkusen segue em frente atrás dos franceses
Sorteio dos oitavos-de-final realiza-se em Nyon, às 11h00 (de Portugal Continental) de 15 de Dezembro

SL Benfica e Bayer 04 Leverkusen empataram 0-0 no fecho do Grupo C da UEFA Champions League.

Já sem poder seguir em frente na competição, o Benfica teve a melhor oportunidade de golo do jogo, quando Lima acertou na trave logo aos 11 minutos; para o Leverkusen, o nulo em Lisboa, aliado à vitória de 2-0 do AS Monaco sobre o FC Zenit, fê-lo perder a liderança e terminar no segundo lugar atrás da equipa de Leonardo Jardim na qualificação para os oitavos-de-final.

A formação de Jorge Jesus podia ter-se adiantado no marcador após excelente lance individual de Ola John pelo lado esquerdo. O extremo holandês foi à linha, cruzou tenso e Lima, em boa posição, atirou por cima, com a bola a tocar ainda na barra antes de sair.

A ocasião deu maior ânimo ao conjunto da casa, que controlou as operações sem, no entanto criar novos lances de perigo nos instantes seguintes. Foi preciso esperar pelos 25 minutos pra ver novo lance de apuro junto da baliza de Bernd Leno, após a marcação de um canto. O esférico sobrou para Lima, que ao segundo poste atirou em jeito mas por cima do alvo.

Aos 41 nova oportunidade para Lima, após boa combinação com Ola John. O avançado brasileiro ganhou posição de remate mas o disparo de pé esquerdo saiu ligeiramente ao lado. Doi minutos depois foi a vez de Tiago tentar a sua sorte à entrada da área. O avançado rematou em força mas a direcção não foi a desejada, com a bola a perder-se pela linha de fundo. Pouco antes do descanso Josip Drmić testou os reflexos de Artur, que se aplicou para travar o remate forte do jogador germânico.

Na segunda parte o Leverkusen entrou mais decidido, tendo criado alguns problemas à defesa "encarnada" nos primeiros minutos. Aos 52 minutos Hakan Çalhanoğlu lançou o primeiro aviso mas Artur deteve o remate do médio sem problemas. Aos 57 minutos foi a vez de Roberto Hilbert tentar o disparo de fora da área mas o remate saiu ao lado.

Aos 61 minutos, o Leverkusen ficou perto do golo após alívio de César. A bola embateu com estrondo em Hilbert, acabando por sair muito perto do poste. A entrada de Talisca animou o Benfica e o brasileiro rematou para defesa de Leno, antes de César atirar de cabeça por cima em boa posição. A precisar de ganhar para garantir o topo do grupo, uma vez que o Mónaco se encontrava a vencer o Zenit, Roger Schmidt lançou Stefan Kiessling, sem qualquer efeito prático, e ainda teve Ömer Toprak expulso perto do fim por acumulação de cartões amarelos.