O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Antevisão: Roma - Bayern

O treinador da Roma, Rudi Garcia, confia num resultado positivo, enquanto Josep Guardiola sabe que os jogadores do Bayern terão de estar no seu máximo.

Antevisão: Roma - Bayern
Antevisão: Roma - Bayern ©AFP/Getty Images

Com o máximo de pontos somados no Grupo E, o Bayern visita a Roma, com menos dois pontos.
Para Rudi Garcia os locais não são favoritos mas não temem o Bayern.
Segundo Josep Guardiola, os visitantes terão de estar ao seu melhor para vencer
Antigo jogador da Roma, Guardiola elogia o então colega de equipa Francesco Totti.

Equipas prováveis
Roma: De Sanctis; Maicon, Yanga-Mbiwa, Manolas, Cole; Pjanić, De Rossi, Nainggolan; Iturbe, Totti, Gervinho.
De fora: Castan (coxa), Strootman (joelho) e Keita (gémeos)

Bayern: Neuer; Rafinha, Boateng, Dante, Alaba; Lahm, Alonso; Robben, Müller, Götze; Lewandowski.
De fora: Badstuber (coxa), Martínez (joelho), Reina (gémeos), Schweinsteiger (joelho) e Alcántara (joelho)

Rudi Garcia, treinador da Roma
Continuamos a ser os não favoritos do grupo mas fizemos dois bons jogos e queremos continuar assim, pois sabemos que temos as nossas possibilidades. Amanhã vamos jogar uma partida de alto nível, sabemos disso. Mas também sabemos que o Stadio Olimpico vai estar cheio [com recorde de receita] e os nossos adeptos vão estar connosco. Só no relvado se verá como vai ser e nós vamos fazer por merecer o que queremos.

O Pep Guardiola é um dos melhores treinadores do mundo, ganhou muita coisa no Barcelona, com um bom estilo de jogo. Ficou orgulhoso por ir para um clube que havia ganho tudo na época anterior mas provou ser a pessoa certa para o cargo.

O Bayern já não sofre um golo há meses? Não temos medo deles, para ser honesto, não tememos ninguém. Sabemos que amanhã vamos defrontar uma grande equipa com excelentes jogadores, mas nós também os temos e jogamos no nosso estádio. Num jogo como este: não seremos espectadores. E sinto-me confiante de que seremos capazes de conseguir um resultado positivo.

Queremos atingir os oitavos-de-final e se, amanhã, conseguirmos os três pontos ficaremos confiantes que chegaremos lá.

Josep Guardiola, treinador do Bayern
Sinto-me sempre contente por voltar a Itália e por voltar a Roma, onde passei seis lindos meses na AS Roma. Sei que aqui amam o futebol e são muito apaixonados. Adoro voltar aqui.

Esta partida vai ser um desafio muito importante. Se uma equipa vencer estes dois jogos estará, certamente, qualificada. De momento estamos numa posição perfeita com seis pontos em dois jogos mas tenho dito que a classificação neste grupo só ficará decidida na última jornada. Amanhã, a equipa que quiser vencer vai ter de o merecer. Sinto pena que o [antigo jogador do FC Barcelona] Seydou Keita não vá jogar, mas quando vejo jogadores como Daniele De Rossi, Francesco Totti, Miralem Pjanić, Gervinho, Manuel Iturbe e os seus rápidos defesas penso que têm tudo. Disse aos meus jogadores que se não fizermos um grande jogo não iremos vencer.

O Totti inspira quando tem a bola nos pés e a forma de jogar que Rudi Garcia implementou na Roma é perfeita para ele. Não é fácil para um treinador estrangeiro ir para fora e adaptar-se tão bem quanto o Rudi Garcia se adaptou. Ele dá muita atenção aos detalhes. Ainda há muita época para jogar mas estou contente por estarmos a crescer, em comparação com o nível a que estávamos na época passada. E isso é o mais importante para um treinador – crescer.  

Resultados do fim-de-semana
Roma 3-0 AC Chievo Verona (Destro 4, Ljajić 25, Totti 33gp)
Bayern 6–0 SV Werder Bremen (Lahm 20 e 79, Alonso 27, Müller 43gp, Götze 45 e 86)

Guia de forma (todas as competições)
Roma: VDEVVV
Bayern: VVVVVE

Factos do jogo
• Na quarta partida em casa de Francesco Totti contra adversários da Bundesliga, o que pode ainda fazer a Roma?