O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Manolas pronto para substituir Benatia na Roma

"Ele é passado, eu sou o presente", afirmou Kostas Manolas depois de trocar o Olympiacos pela Roma, onde vai substituir o defesa Mehdi Benatia, de saída para o Bayern de Munique.

Kostas Manolas à conversa com o UEFA.com no início do ano
Kostas Manolas à conversa com o UEFA.com no início do ano ©Getty Images

Substituir aquele que foi, talvez, o melhor defesa da Serie A na última época é, naturalmente, uma tarefa complicada, mas o central Kostas Manolas garante que vai estar à altura, depois de ter assinado um contrato válido por cinco temporadas com a AS Roma. "Benatia faz parte do passado, eu sou o presente", frisou.

O internacional grego de 23 anos chega do Olympiacos FC a troco de 13 milhões de euros para preencher o vazio deixado pela saída de Medhi Benatia, que rumou ao FC Bayern München. A Roma venceu os seus dez primeiros jogos na Serie A na última época após a contratação de Benatia à Udinese Calcio, com a Juventus a necessitar de bater o número recorde de pontos da prova para levar a melhor sobre os "giallorossi" na corrida ao título.

"Benatia é um jogador fantástico", reconheceu Manolas. "Assisti a muitos jogos da Roma porque [Vassilis] Torossidis joga cá. Mas tudo o que posso dizer é que Benatia faz parte do passado e que eu sou o presente. Queremos mostrar que sou pelo menos tão bom como ele e que tenho capacidade para servir a Roma durante muito tempo".

"Sou rápido e forte fisicamente. Sou bom no desarme e leio bem os ataques adversários. Sou um jogador semelhante a Thiago Silva. Quero adaptar-me rapidamente à nova equipa e ao novo treinador, de forma jogar regularmente e a crescer como jogador".

Não é fácil suceder a Medhi Benatia
Não é fácil suceder a Medhi Benatia©AFP/Getty Images

Campeão grego ao serviço do Olympiacos em 2013 e 2014, Manolas ajudou igualmente a turma grega a atingir os oitavos-de-final da UEFA Champions League na última época, tendo mesmo marcado golos importantes na fase de grupos frente a SL Benfica e ao Paris Saint-Germain. Vai, agora, disputar a mesma competição com a camisola da Roma, depois de ter impressionado pela Grécia no Campeonato do Mundo do Brasil.

"Estou 120 por cento a postos para começar a jogar já este fim-de-semana se o treinador assim o entender", assegurou o antigo jogador do AEK Athens FC. "As expectativas são grandes. Quero conquistar o 'scudetto', como todos os meus colegas, e creio que a Roma tem potencial para chegar longe também na Champions League. A Roma é um grande clube e considero que estou a dar um enorme passo em frente na minha carreira, o que não significa que deixe de ser ambicioso".

Torossidis não foi o único compatriota a aconselhar Manolas a aceitar o convite da Roma. Também Traianos Dellas, antigo defesa da turma da capital italiana, o fez: "Conversei com ele e ele disse-me que a Roma era uma excelente opção". Dellas chegou à Roma em 2002, dois anos antes de ajudar a Grécia a conquistar o UEFA EURO 2004, em Portugal. Um bom prenúncio para Manolas e para a Grécia, à entrada para a fase de qualificação do UEFA EURO 2016?