BATE apurado após bater Slovan

FC BATE Borisov 3-0 ŠK Slovan Bratislava (total: 4-1)
O campeão bielorrusso alcançou a fase de grupos pela quarta vez, após eliminar o homólogo eslovaco.

BATE apurado após bater Slovan
BATE apurado após bater Slovan ©Pressball

• FC BATE Borisov apurado para a fase de grupos pela quarta vez, após vencer por 3-0
• Mikhail Gordeychuk coloca os anfitriões em vantagem, antes de golos tardios de Sergei Krivets e Vitali Rodionov
Antes, Rodionov tinha acertado duas vezes no ferro da baliza, com os anfitriões a dominarem os acontecimentos
O ŠK Slovan Bratislava termina reduzido a dez jogadores depois da expulsão de Seydouba Soumah, com o resultado em 1-0
O BATE participa no sorteio de quinta-feira; o Slovan Bratislava transita para a UEFA Europa League

Dois golos tardios – com um minuto de diferença – permitiram ao BATE apurar-se para a fase de grupos da UEFA Champions League, depois de levar a melhor sobre o Slovan Bratislava, que terminou reduzido a dez jogadores, na segunda mão do "play-off", na Bielorrússia.

Com a eliminatória em aberto após o empate a um da semana passada, na Eslováquia, foram os anfitriões que lidaram melhor com a situação, e que se mostraram mais confortáveis durante o período inicial. Quase se colocaram em vantagem aos 14 minutos, quando Rodionov recebeu um passe perfeito de Dmitri Likhtarovich nas costas da defesa, mas o remate do avançado, apesar de ter escapado a Dušan Perniš, embateu no poste.

Rodionov continuou a ameaçar, rematando de fora da área, mas ao lado, antes de Perniš deter a bola após o número 20 ter atacado o cruzamento rasteiro de Filip Mladenović ao primeiro poste. Apesar de saber que precisava de pelo menos um golo para se manter em prova, o Slovan teve dificuldades para quebrar a resistência do campeão bielorrusso, com o cabeceamento de Pavel Fořt a ser a única ameaça para Sergei Chernik antes do intervalo.

O BATE acabou por ser recompensado pelo seu domínio a quatro minutos do descanso, com o passe de Rodionov a permitir a Gordeychuk escapar aos defesas-centrais contrários e bater o guarda-redes, que saíra da baliza.

Sabendo que o resultado era suficiente para garantir o apuramento, os pupilos de Aleksandr Yermakovich recuaram no terreno na etapa complementar, e quase foram penalizados por isso. Chernik efectuou duas defesas fantásticas aos 53 minutos, defendendo o remate inicial de Fořt, na sequência de um canto, antes de deter a recarga de Nicolas Gorosito.

Esse susto reanimou o BATE e Robionov voltou a acertar no ferro da baliza, com o seu forte remate a bater na barra, após um domínio notável no peito. As esperanças do Slovan sofreram um revés quando Soumah viu o  segundo cartão amarelo, aos 79 minutos, e a turma da casa aproveitou a superioridade numérica nos minutos finais, com Krivets a fazer o segundo aos 84 minutos, antes de Rodionov finalmente marcar, no minuto seguinte.