Combata a COVID-19 seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde e os cinco passos da FIFA para travar a propagação da doença.

1. Lavar as mãos 2. Tossir para o antebraço 3. Não tocar no rosto 4. Manter a distância física 5. Ficar em casa.
Mais informação >
 

Herrera deixa Porto bem encaminhado

LOSC Lille 0-1 FC Porto
Um golo de Héctor Herrera, na segunda parte, deixou o Porto à beira da 19ª presença na fase de grupos.

Hector Herrera festeja após marcar o tento solitário do jogo
Hector Herrera festeja após marcar o tento solitário do jogo ©AFP/Getty Images

FC Porto em vantagem para a segunda mão na próxima terça-feira
Hector Herrera marca o único golo do jogo aos 61 minutos 
Melhores ocasiões do LOSC Lille pertenceram a Sébastien Corchia
Cristian Tello causa impacto quase imediato após entrar em campo
Ricardo Quaresma foi surpresa no banco de suplentes dos "dragões"

O FC Porto deu um passo importante rumo à 19ª presença na fase de grupos da UEFA Champions League, ao vencer por 1-0 no terreno do LOSC Lille, na primeira mão do "play-off".

A turma "azul-e-branca" dominou as operações no Grand Stade Lille Métropole e desfrutou de grande parte da posse de bola, mas num encontro em que os lances de real perigo escassearam, coube ao mexicano Hector Herrera assinar o único golo da partida, aos 60 minutos, na recarga a um primeiro cabeceamento de Jakson Martínez.

O Porto assumiu desde cedo o controlo do jogo, apostando no futebol de passe curto que caracteriza o seu novo treinador, Julen Lopetegui, e Ruben Neves, que esta noite se tornou no jogador mais jovem a actuar por uma equipa portuguesa nas competições europeias, rematou forte à passagem do minuto 11, para defesa atenta do guardião do LOSC, Vincent Enyeama. O Porto controlava a posse de bola mas não criava perigo, e aos poucos os anfitriões começaram a avançar mais vezes no terreno, com o lateral-direito Sébastien Corchia a rematar ligeiramente ao lado, pouco depois da meia-hora.

O mesmo Corchia ficou perto de inaugurar o marcador em cima do minuto 45 mas, em excelente posição, rematou primeiro contra um adversário e depois, na recarga, atirou por cima. Assim, o intervalo chegou mesmo com o nulo a subsistir e os primeiros minutos do segundo tempo não deram indicações de que o ritmo lento do encontro fosse sofrer alterações.

O minuto 60, porém, foi a excepção. Acabado de entrar, Cristian Tello combinou bem com Ruben Neves e cruzou na perfeição para a cabeça de Jakson; Enyeama evitou o golo com uma grande intervenção, mas Herrera, na recarga, não perdoou. A turma gaulesa procurou reagir à desvantagem no marcador, com o treinador René Girard a lançar em campo o internacional jovem português Marcos Lopes, mas nunca ameaçou verdadeiramente a baliza do Porto, que traz assim uma vantagem preciosa para a partida da segunda mão, na próxima terça-feira, no Estádio do Dragão.

Topo