Combata a COVID-19 seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde e os cinco passos da FIFA para travar a propagação da doença.

1. Lavar as mãos 2. Tossir para o antebraço 3. Não tocar no rosto 4. Manter a distância física 5. Ficar em casa.
Mais informação >
 

As melhores tiradas dos comentadores

"C'est la vie, mon amis!"; "Golo, golo, golo, estou a ficar louco!". Serão estas as melhores tiradas dos comentadores no futebol europeu?

Um microfone da UEFA Champions League
Um microfone da UEFA Champions League Getty Images

Alguns comentários – na rádio ou na televisão – têm a capacidade de captar o momento até melhor do que as imagens. Os correspondentes do UEFA.com escolheram alguns dos mais marcantes que ficaram para a história do futebol europeu.

Albânia
"Penso que o resultado está ainda 0-0. Não consigo ver muito bem, já que estamos numa posição muito elevada na bancada de imprensa. É incrível! O jogo acabou de terminar e empatámos com o Barcelona. Nenhuma equipa albanesa o tinha feito antes. Mas nós conseguimos."
Ahmet Shqarri, da rádio albanesa, na cobertura do empate a zero do KS Flamurtari em Camp Nou, na segunda mão da primeira eliminatória da Taça UEFA de 1986/87

Hans Krankl, da Áustria (à direita), a defrontar a República Federal da Alemanha no Mundial de 1978
Hans Krankl, da Áustria (à direita), a defrontar a República Federal da Alemanha no Mundial de 1978Popperfoto via Getty Images

Áustria
"Krankl com a bola, entra na área, remata ... golo, golo, golo, golo, golo, golo. Estou a ficar maluco! Krankl marca e o resultado é de 3-2 para a Áustria."
O comentador da rádio nacional, Edi Finger, descreve o golo de Hans Krankl da vitória da Áustria sobre a República Federal da Alemanha, por 3-2, no Campeonato do Mundo de 1978 – jogo conhecido como o "Milagre de Córdova"

Bélgica
"A Holanda está em apuros, com muitas dificuldades! É incrível! Totalmente em pânico ... Aí está! Aí está! Nem sei quem marcou, mas estamos de novo apurados para o Mundial no México! Foi Georges Grün? Pode ter sido. Georges Grün! Oh! … A espera não podia continuar, não podia. Sim, Georges. Obrigado Georges."
O comentador da televisão belga, Rik De Saedelaar, depois do golo de Georges Grün no "play-off", em Roterdão, ter dado aos "diabos vermelhos" o apuramento para o Mundial de 1986 à custa da Holanda

Os adeptos festejam o apuramento da Bósnia e Herzegovina para o Mundial de 2014
Os adeptos festejam o apuramento da Bósnia e Herzegovina para o Mundial de 2014AFP via Getty Images

Bósnia e Herzegovina
"Aí vai ele, aí vai ele! Vedo, Vedo, Vedatore! Não interessa, Terminator Vedator está aqui. Glória à sua mãe, que o deu à luz. Vedad, Vedatore, olhos azuis, Ibišević – 1-0. Zenica, Sarajevo – levantem-se! ... 10, 9, 8 ... 1, final. A Bósnia está apurada para o Mundial no Brasil. Vivíamos para este momento. Vedo, hoje fizemos história."
Marjan Mijajlović, da TV Face, saúda o golo de Vedad Ibišević aos 68 minutos, frente à Lituânia, em Kaunas, que garantiu o apuramento da Bósnia e Herzegovina para o Campeonato do Mundo de 2014 – e depois faz a contagem decrescente até ao apito final

Bulgária
"Ginola, e agora é provavelmente a última hipótese que temos para atacar, se conseguirem colocar a bola na área de Bernard Lama. Kostadinov desmarca-se ... e é golo! Deus é búlgaro. Não sei o que vai acontecer em Paris esta noite. Inacreditável, mas aqui 50.000 franceses estão em choque. Agora só quero uma coisa – que Lesley Mottram apite para o fim. Não sei como se sentem na Bulgária, mas eu devia parar de falar, caso contrário o meu coração pode falhar durante este momento grandioso."
Após ter lamentado o destino de mais uma geração destinada a não cumprir o potencial que lhe tinham augurado, Petar Vasilev, da televisão búlgara, muda de discurso depois do golo de Emil Kostadinov frente à França, em tempo de compensação, ter garantido o apuramento para o Mundial de 1994

Croácia
"Se o jogo terminar 1-1 vai haver lugar a prolongamento; se após o prolongamento continuar 1-1, segue-se um segundo jogo, na quarta-feira ... e eu tenho viagem de regresso marcada para segunda-feira. Será que me vão deixar adiar? Nesse caso, como é que vou fazer para regressar a casa?"
Mladen Delić, da RT Zagreb, tem um momento de pânico durante a final do Mundial de 1978. A Argentina venceu a Holanda por 3-1 no prolongamento e poupou-lhe trabalho

Veja todas grandes penalidades "à Panenka" no EURO
Veja todas grandes penalidades "à Panenka" no EURO

Checoslováquia
"Agora está tudo nas mãos de Antonín Panenka. Antonín Panenka pode decidir o vencedor. Se marcar, somos campeões europeus. Antonín Panenka, médio de 28 anos do Bohemians Praha, Maier na baliza. Panenka! Golo! Golo! Somos campeões europeus de 1976! É verdade, a luta terminou. Bravo, bravo, bravo!"
Karol Polák e Vít Holubec na televisão checoslovaca, durante a cobertura do desempate por grandes penalidades na final do Campeonato da Europa de 1976, entre Checoslováquia e República Federal da Alemanha

República Checa
"Nesse caso, quem falta? Miroslav Kadlec. Foram os jogadores que o escolheram. Nenhum deles vai ver o remate de Mirek Kadlec. Infelizmente, eu tenho de ver. Entrou! Entrou! A República Checa vai participar na final do EURO. Miroslav Kadlec marcou – significa que vencemos 6-5 nos penalties."
O comentador da televisão checa, Jaromír Bosák, mantém a calma para ver a grande penalidade decisiva dos checos, frente à França, nas meias-finais do EURO '96

Resumo da final do EURO '92: Dinamarca 2-0 Alemanhja
Resumo da final do EURO '92: Dinamarca 2-0 Alemanhja

Dinamarca
“E continua Vilfort – lá vai o Vilfort... YEEEAAAAHHH! Hutlihut! Nãooooooooo! Isto não é verdade – não está a acontecer! Goddamit, é verdade! Nós derrotámo-los a todos - aos Jacques Delors franceses, aos holandeses Van Basten fantasten ou lá como se chamam – e agora ao Helmut Kohl a quem tornámos um Kohl gelado (ice-Kohl). Isto é difícil de acreditar – 2-0 para a Dinamarca  e estamos a 12 minutos da glória no EURO... (referindo-se ao marcador) Olhem para estes números. Que lindo letreiro eles puseram por cima!”
Flemming Toft, da TV2, após ver Kim Vilfort marcar o segundo golo da Dinamarca na final do Campeonato da Europa de 1992, contra a Alemanha, em Gotemburgo

Dinamarca
"Michael Laudrup, Michael Laudrup – e agora marca! Não, ele espera... Simmmmm”. "Michael Laudrup! De um ângulo insano para rematar! Este homem é fantástico! 3-1 para a Dinamarca!”  
Svend Gehrs, do canal DR, festeja o golo de Michael Laudrup na vitória por 6-1 com que a Dinamarca goleou o Uruguai no Campeonato do Mundo do México, em 1986; foi a primeira vez dos dinamarqueses em fases finais

Inglaterra

A equipa de comentadores da BBC presentes na fase final do Mundial de 1966 (Kenneth Wolstenholme é o segura a bola)
A equipa de comentadores da BBC presentes na fase final do Mundial de 1966 (Kenneth Wolstenholme é o segura a bola)Getty Images

“Aí vem Hurst. Algumas pessoas estão no relvado, pensam que já acabou. Já está! É o quarto!”
Kenneth Wolstenholme, da BBC, agarra a história no momento em que a Inglaterra faz o golo derradeiro na vitória por 4-2 sobre a Alemanha Federal na final do Campeonato do Mundo de 1966

Estónia
Oh-ho-ho! O que acabou de fazer o nosso Vassiljev? Ai-ai-ai. Este Kostja Vassiljev é um homem inacreditável. Oi-oi-oi! O que é isto? Não consigo dizer nada. Não tenho mais palavras.”
Os comentadores de Kristjan Kalkun na ETV e o 103 vezes internacional, Indrek Zelinski balbuciam animadamente após Konstantin Vassiljev fazer o golo da vitória da Estónia na Irlanda do Norte no último jogo da fase de qualificação para o UEFA EURO 2012 e que lhe valeu um lugar no “play-off”

"Mon Petit Bonhomme": Luis Fernandez celebrates festeja após converter a grande penalidade decisiva contra o Brasil
"Mon Petit Bonhomme": Luis Fernandez celebrates festeja após converter a grande penalidade decisiva contra o BrasilBob Thomas Sports Photography vi

França
“Vamos, meu pequeno homem. Sim! Sim! Sim! Sim!”
O comentador da TF1, Thierry Roland, insta Luis Fernandez no momento em que ele cobra o penalty da vitória contra o Brasil nos quartos-de-final do Campeonato do Mundo de 1986; Fernandez ainda hoje é conhecido como o "Mon Petit Bonhomme"

França
“Penso que depois de vermos isto podemos todos morrer em paz.”
Thierry Roland, da TF1, após o triunfo da França na final do Campeonato do Mundo de 1998

França
Oh Zinédine, isso não. Isso não Zinédine, isso não Zinédine, ou não, isso não. Hoje não. Não agora. Não depois de tudo o que já fizeste.”
Thierry Gilardi em resposta à expulsão de Zinédine Zidane na final do Campeonato do Mundo 2006 

O Dínamo Tbilisi celebra a conquista da Taça dos Vencedores das Taças em 1981
O Dínamo Tbilisi celebra a conquista da Taça dos Vencedores das Taças em 1981Popperfoto via Getty Images

Geórgia
“Imagino o que está acontecer agora em Tblissi! A capital da Géorgia está em festa! Todo o país está em festa!”
O comentador soviético Kote Makharadze – georgiano de nascimento – após o Dínamo Tbilisi conquistar em 1981 a Taça das Taças; os seus comentários levaram-no a um interrogatório da KGB que quis saber a que "país"  ele se referia, uma vez que poderia ser entendido como uma defesa da separação da Geórgia da URSS

Alemanha
“A Alemanha ataca pela esquerda por Schäfer. O passe de Schäfer para Morlock é interceptado. Boszik, sempre Boszik, o extremo-direito da Hungria tem a bola. Mas perde-a para Schäfer. Schäfer cruza para a área, uma cabeçada e a bola é aliviada. Agora é Rahn quem pode chutar de longe, Rahn chuta... Golo, golo, golo, golo!”   
O comentador de rádio Herbert Zimmermann relata o golo vitorioso de Rahn para a Alemanha Federal contra a Hungria, na final do Campeonato do Mundo de 1954 – o “Milagre de Berna”

Gibraltar
“Bom trabalho de Walker, Gibraltar com espaço agora, um remate a cruzar a baliza – ohhh, mesmo junto ao poste mais distante. Gibraltar ficou a centímetros do 1-0. Grande remate de Kyle Casciaro!...[três minutos mais tarde] Mais uma oportunidade para Gibraltar, mais uma vez por Kyle Casciaro... oh, é uma repetição, peço desculpa!”     
O comentador local, Paul Grant com uma sensação de “déjà vu” durante o empate 1-1 de Gibraltar com a Estónia em Maio de 2014

Resumo da final do EURO 2004: Grécia 1-0 Portugal
Resumo da final do EURO 2004: Grécia 1-0 Portugal

Grécia
“Gooooooooooolo de Charisteas! Nós avançamos, eles recuam Confiram novamente os livros de história! Será que o Vasco da Gama era grego? A Grécia está próxima de tornar-se campeã da Europa. E eu estou a fazer os comentários!”
Giogios Chelakis, da Sport FM, que havia baptizado a selecção da Grécia no UEFA EURO 2004 de "O navio pirata ', comemora o tento da vitória de Angelos Charisteas na final contra Portugal 

Hungria
“Eles estão a aproximar-se, eles estão a aproximar-se, os checos estão a aproximar-se!”
O mais famoso comentador húngaro, György Szepesi, faz soar o alarme, gritando ao microfone enquanto a Checoslováquia dá a volta no “play-off” de acesso ao Campeonato do Mundo de 1970, disputado em Marselha; os checos venceram por 4-1, com os húngaros a falharam pela primeira vez o Campeonato do Mundo desde 1950

Islândia
“Gudjón, parabéns. Tenho que o abraçar e beijá-lo em nome da islandesa. Meu querido, é assim que o fazemos.”
Ingólfur Hannesson, da Icelandic TV, fica extasiado por entrevistar o seleccionador nacional Gudjón Thordarsson depois do empate 1-1 da Islândia em casa ante a campeã do Mundo França, em partida de qualificação para o UEFA EURO 2000

Fabio Grosso festeja a sua grande penalidade
Fabio Grosso festeja a sua grande penalidade©Bongarts

Itália
"É golo! Acabou! Acabou! Acabou! Acabou! Acabou! O céu é azul em Berlim! Somos campeões do Mundo! Campeões do Mundo, Sandro!"
Marco Civoli, da RAI, dirige-se ao seu colega comentador Sandro Mazzola após a grande penalidade convertida por Fabio Grosso ter dado a vitória sobre a França na final do Campeonato do Mundo de 2006, em Berlim; “O Céu sobre Berlim” foi o título italiano do filme de Wim Wenders, “Wings Of Desire”, que fala sobre a vida dos anjos na capital alemã.

Montenegro
"Alguns colegas meus escreveram que [o seleccionador jugoslavo] Ivica Osim pode beber 11 garrafas de whisky. Esta noite junto-me a ele e vamos beber juntos, até de madrugada”.
Milorad Djurković, comentador montenegrino ao festejar a vitória da Jugoslávia sobre a Espanha nos oitavos-de-final do Campeonato do Mundo de 1990

Países Baixos
"De repente tenho a sensação que vamos estar nas meias-finais... Dennis Bergkamp! Dennis Bergkamp! Dennis Bergkamp! Dennis Bergkamp! Dennis Bergkamp! Dennis Bergkamp! Dennis Bergkamp! Dennis Bergkamp! Uh-e-uh-e-uh!"
Jack van Gelder, comentador holandês, solta o adepto dentro dele, depois de ver Dennis Bergkamp marcar no último minuto do jogo de a Holanda dos quartos-de-final do Campeonato do Mundo de 1998, que deu a vitória sobre a Argentina

Países Baixos
"Apesar de tudo, contribuímos para que isto acontecesse”.
Comentador holandês desconhecido, depois de ver Gerd Müller marcar o golo da vitória para a RFA na final do Mundial de 1974, depois da Holanda ter estado a ganhar por 1-0

A Noruega festeja a improvável vitória contra a Inglaterra, em Oslo, em 1981
A Noruega festeja a improvável vitória contra a Inglaterra, em Oslo, em 1981Bob Thomas Sports Photography vi

Noruega
"Somos os melhores do mundo! Somos os melhores do mundo! Ganhámos à Inglaterra por 2-1 em futebol! É incrível! Derrotámos a Inglaterra! Inglaterra – terra de gigantes, Lord Nelson, Lord Beaverbrook, Sir Winston Churchill, Sir Anthony Eden, Clement Attlee, Henry Cooper, Lady Diana – ganhámos a todos eles. Ganhámos a todos eles. Maggie Thatcher, está-me a ouvir?... Tenho uma mensagem para si: eliminámos a Inglaterra do Campeonato do Mundo. Maggie Thatcher, como se diz na sua língua quando se fala de boxe nos bares em redor do Madison Square Garden em Nova Iorque: os seus rapazes foram ossos duros de roer!"
O comentador de rádio norueguês Bjørge Lilleilen sobre a vitória da Noruega por 2-1 sobre a Inglaterra, em encontro de apuramento para o Campeonato do Mundo, a 9 de Setembro de 1981

Resumo da final do EURO 2016: Portugal 1-0 França
Resumo da final do EURO 2016: Portugal 1-0 França

Portugal
"Desculpem-me os franceses... mas 'c'est la vie, mon amis!'"
Nuno Matos e Alexandre Afonso, da rádio Antena 1, após a vitória de Portugal sobre a anfitriã França, por 1-0, na final do UEFA EURO 2016

Portugal
"A Juventus pode ser a Velha Senhora, mas o Benfica é o Velho Senhor da Europa!”
Nuno Matos, comentador da estação de rádio Antena 1 nos últimos minutos do jogo que terminou 0-0 do SL Benfica em Turim frente à Juventus e que apurou os portugueses para a final de 2013/14 da UEFA Europa League

República da Irlanda
"Este pontapé pode decidir tudo. O país sustem a respiração. Sim, estamos lá!"
O comentador da RTE TV George Hamilton vê David O'Leary preparar-se para bater a grande penalidade que daria o apuramento à Irlanda no respectivo desempate, em partida dos oitavos-de-final do Mundial de 1990, frente à Roménia

República da Irlanda
"..."
Tomado pela emoção pela maneira como os adeptos irlandeses continuaram a cantar a canção ”The Fields of Athenry” perto do final do encontro em que perdiam 4-0 frente à Espanha no UEFA EURO 2012, o comentador da estação alemã ZDF TV simplesmente deixou de falar durante três minutos e meio

Veja como o Steaua frustrou o favorito Barcelona na final de 1986
Veja como o Steaua frustrou o favorito Barcelona na final de 1986

Roménia
"Depois de finalistas, vencemos a Taça!”
Teoharie Coca-Cosma, comentador da TVR depois da vitória do FC Steaua Bucureşti sobre o Barcelona na final de 1986 da Taça dos Clubes Campeões Europeus

Rússia
"Vou morrer aqui!"
O comentador da televisão russa Georgi Cherdantsev fala da possibilidade de morrer de felicidade depois de Dmitri Torbinski ter colocado a Rússia na frente diante da Holanda no prolongamento dos quartos-de-final do UEFA EURO 2008

Escócia
"[Dalglish] precisa de apoio. Gemmill surgiu na ajuda. Gemmill vai até ao fim. Sim! Belo golo! Archie Gemmill!"
Archie MacPherson, da BBC Escócia, ao comentar o golo de Archie Gemmill frente à Holanda no Mundial 1978, recuperado por ocasião do filme de 1996, Trainspotting

Archie Gemmill, da Escócia, marca o tal golo em 1978 contra a Holanda
Archie Gemmill, da Escócia, marca o tal golo em 1978 contra a HolandaGetty Images

Sérvia
"Eis os jogadores do Partizan a entrarem no relvado…. E eles são os nossos jogadores!"
Milojko Pantić, da RT Belgrado, não consegue manter-se neutro antes do derby durante a era jugoslava entre o FK Crvena zvezda e o FK Partizan

Sérvia
"Que remate e que defesa fantástica de Ljukovčan. Esperem, esperem... O que será que os jogadores alemães estão a comemorar. Ah, pois, a Alemanha está a ganhar por 2-1."
Vladimir Stojaković, da RT Belgrado, um pouco confuso no encontro de qualificação para o Campeonato do Mundo de 1986 entre Jugoslávia e a República Federal da Alemanha

Sérvia
"Cá está a substituição, vai entrar o experiente minuto 22."
Milojko Pantić, da RT Belgrade, confunde a informação do ecrã gigante (22 Minutos: sai o Nº10 Bergkamp) quando Patrick Vieira entrou para o lugar do lesionado Dennis Bergkamp aos 22 minutos do encontro da UEFA Champions League entre o Arsenal FC e o AFC Ajax em 2003

O guarda-redes eslovaco Ján Mucha
O guarda-redes eslovaco Ján MuchaAFP via Getty Images

Eslováquia
"A realidade é ainda mais bonita que os sonhos."
Marcel Merčiak, comentador da RTV sports, depois do triunfo da Eslováquia, por 1-0, sobre a Polónia, que valeu a qualificação para o Campeonato do Mundo de 2010 na África do Sul

Eslováquia
"Deixe-me apresentar-vos o novo herói eslovaco. Chama-se Ján Mucha. Janko permita-me, em nome de todo o país, beijar as suas mãos milagrosas."
O comentador da RTVS sports, Ľuboš Hlavena, ao beijar as luvas do guarda-redes após o jogo

Eslováquia
"O nevoeiro é tão denso no Estádio Pasienky que até os pássaros preferem ir a caminhar."
Um comentador anónimo escolhe uma imagem brilhante para descrever um jogo do FK Inter Bratislava em 2005

Oleg Blokhin, ou pelo menos pensamos que é ele...
Oleg Blokhin, ou pelo menos pensamos que é ele...Bob Thomas Sports Photography vi

União Soviética
"Oleg Blokhin com a bola e marca um GOOOOLLLLOOOOO! Infelizmente a bola bateu no poste, estava fora de jogo e um dos meus assistentes diz-me que não era Blokhin."
Kote Makharadze, comentador muito popular da era soviética que era natural da Geórgia, num jogo do FC Dynamo Kyiv ou da URSS

Espanha
"Iniesta da minha vida"!
O antigo seleccionador de Espanha, José Antonio Camacho, comenta o golo de Andrés Iniesta que valeu o triunfo da “roja” na final do Campeonato do Mundo de 2010. A frase "Iniesta de mi vida!" ganhou vida própria entretanto, ao resumir a euforia do momento, e já aparece em camisolas

Veja a histórica vitória do Barcelona sobre o Paris por 6-1!
Veja a histórica vitória do Barcelona sobre o Paris por 6-1!

Espanha
"Sergi Roberto marca! Um herói para a eternidade! Que noite! Barcelona está apurado numa noite louca! Como é que eu a vou descrever sem voz?!”
O comentador da rádio espanhola Cadena Cope fica sem voz ao gritar o sexto golo do Barcelona na memorável reviravolta na UEFA Champions League de 2016/17, contra o Paris, num triunfo por 6-1 após derrota por 4-0

Suécia
"Os japoneses defendem, defendem e defendem; Os nipónicos recuados e a Suécia lançada avassaladoramente ao ataque; Os japoneses empenhados, a darem o máximo; Os japoneses a fazerem tudo para dar a vitória ao seu país e os suecos, os suecos que lutaram tanto, acabaram por ser derrotados."
Sven Jerring, da Sveriges Radio, assistiu ao surpreendentemente triunfo do Japão sobre a Suécia, por 3-2, nos Jogos Olímpicos de Berlim em 1936

Suíça
"Não se preocupem, há apenas um Georges Bregy."
Com a Suíça a vencer por 1-0 no jogo de estreia no Campeonato do Mundo de 1994, graças a um livre de Georges Bregy, Beni Turnherr, da televisão suíça, tenta acalmar os adeptos quando os Estados Unidos conquistaram um livre. Escusado será dizer que os norte-americanos marcaram

Rüştü Reçber em acção pela Turquia
Rüştü Reçber em acção pela Turquia©Getty Images

Turquia
"Muito bem, Rüştü! Beijo-te as mãos, Rüştü! Beijo-te todo. Beijo-te todo. Beijo-te todo."
O comentador Ertem Şener rendido à exibição do guarda-redes Rüştü Reçber no triunfo do Beşiktaş JK, por 1-0, a 25 de Novembro de 2009, no reduto do Manchester United FC, na UEFA Champions League

Turquia
"Walsh não teve qualquer influência no jogo na segunda parte. Nem o consigo ver em campo."
Can Bartu, antigo médio da selecção da Turquia e do Fenerbahçe SK, a comentar a exibição de Alan Walsh, não percebendo que o jogador do Beşiktaş JK tinha sido substituído ao intervalo

Turquia
"O FC Sion vai passar a chamar-se 'depresSION' despois deste jogo."
O comentador Ümit Aktan satisfeito com o triunfo do Galatasaray, por 4-1, no reduto do FC Sion, na segunda pré-eliminatória da UEFA Champions League de 1997/98

Turquia
"Quem colocou ali o poste"?
O comentador Emre Tilev reage com espanto depois de um remate do português Ricardo Quaresma ser devolvido pelo poste num encontro entre o Beşiktaş e o Stoke City FC na UEFA Europa League de 2011/12

País de Gales
"Esta noite os adeptos vão dançar nas ruas do Total Network Solutions."
Jeff Stelling, da Sky Sports, saúda o triunfo do clube galês com um enorme sorriso. O clube que agora tem a designação The New Saints FC, que na altura se chamava Total Network Solutions FC, tem a sede em Llansantffraid

Topo