Mazzola lembra noite de glória do Inter

"Vencemos a equipa dos meus sonhos", recorda Sandro Mazzola ao lembrar, 50 anos depois, o triunfo do Inter sobre o Real Madrid na final da Taça dos Campeões Europeus de 1964.

Mazzola lembra noite de glória do Inter
Mazzola lembra noite de glória do Inter ©UEFA.com

O FC Internazionale Milano conquistou a Taça dos Campeões Europeus pela primeira vez em Viena, em 1964, mas Sandro Mazzola – que bisou no triunfo por 3-1 nessa final – lembra-se de ter sentido muito receio do adversário, o Real Madrid CF.

O antigo avançado italiano recorda que se cruzou com o lendário atacante "merengue" Alfredo Di Stéfano no túnel de acesso ao relvado antes do pontapé de saída e que sentiu de imediato os joelhos a tremer. "A certa altura dei comigo lado-a-lado com Di Stéfano", contou ao UEFA.com. "Para mim, ele parecia ter mais de dois metros de altura. Era um Deus do futebol, alguém que sempre tinha admirado. Fiquei petrificado!".

Mazzola acabaria, contudo, por levar a melhor sobre Di Stéfano nessa noite, com os seus dois golos a coroarem uma extraordinária exibição individual e a desencadearem, depois, uns inesquecíveis festejos. "O nosso capitão ergueu o troféu, depois demos todos a volta de honra pelo relvado com [Armando] Picchi, que era um grande, grande capitão", explicou. "De vez em quando ele deixava-nos tocar no troféu e sermos nós a transportá-lo; parecia um sonho. Quando regressámos ao hotel não conseguíamos dormir, por isso ficámos acordados toda a noite, a conversar. Só aí percebemos verdadeiramente o que tínhamos acabado de alcançar".

Clique no leitor acima para assistir ao vídeo