Bayern aposta no factor-Munique

Após nove vitórias em dez jogos caseiros ante o Real Madrid, Arjen Robben e David Alaba acreditam que o público na Fußball Arena München pode ser decisivo.

Arjen Robben e David Alaba estão confiantes
Arjen Robben e David Alaba estão confiantes ©AFP/Getty Images

Arjen Robben e David Alaba acreditam que o factor Fußball Arena München pode ajudar o FC Bayern München a dar a volta à desvantagem nas meias-finais da UEFA Champions League, frente ao Real Madrid CF, na terça-feira à noite.

Derrotado por 1-0 no Santiago Bernabéu na semana passada, as esperanças do Bayern em tornar-se na primeira equipa a revalidar o título da UEFA Champions League estão em risco, e Robben sabe que o apoio dos adeptos da casa será crucial. "Penso que o estádio em Munique vai estar em chamas", disse. "Vamos dar o máximo e precisamos dos nossos adeptos e do seu apoio. Os 11 jogadores em campo e os sete que estiverem no banco vão dar tudo, e temos bastante confiança."

A crença do Bayern é alicerçada pelo seu registo caseiro frente ao Real – nove vitórias e um empate, apesar de apenas três desses triunfos terem sido por uma margem que permitiu ao campeão alemão alcançar a final. "Obviamente que o Real vai estar muito confiante por causa do resultado conseguido em Espanha, mas sabe que aqui não vai ser fácil. Não vamos dar facilidades", disse Robben. "Claro que não estarão preocupados, mas também sabem que não vão ter tarefa fácil."

Nas meias-finais da época passada, o Bayern venceu o FC Barcelona por 4-0 em casa, na primeira mão, e Alaba está determinado a repetir esse desempenho. "Na edição anterior da Champions League, frente ao Barcelona, vimos do que os nossos adeptos são capazes, e agora precisamos deles novamente", disse. "Eles vão impulsionar-nos na hora de atacar; estamos conscientes de que não vai ser fácil, já que o Real possui excelentes jogadores, mas não vamos concentrar-nos no nosso adversário. Vamos concentrar-nos, isso sim, nos nossos pontos fortes. Queremos chegar à final de Lisboa. O nosso sonho é seguir em frente na prova."

Robben – que marcou 11 golos em 50 jogos da Liga espanhola ao serviço do Real, entre 2007 e 2009 – acredita na possibilidade de facturar frente à sua antiga equipa, apesar de ter sido célere a enfatizar: "Não existem contas por saldar com o Real. Fiz parte do clube durante duas épocas e foi bom regressar. Sabemos que o Real quer a 'décima' ('la décima'), mas estamos todos suficientemente motivados. Continuamos a ter sede de sucesso e sabemos que podemos fazer história. Por isso estamos tão motivados quanto eles. As duas equipas têm objectivos importantes."

Para alcançar o seu, Robben sabe que o Bayern terá de basear-se na boa forma que resultou em 14 golos nos jogos caseiros desta edição do torneio, acrescentando: "Temos de jogar com confiança. Marcámos três golos ao Manchester United [nos quartos-de-final] e. na época passada. marcámos quatro ao Barcelona. Houve algumas semanas nas quais não estivemos ao nosso melhor nível, mas ainda assim temos um bom pressentimento. Estamos a realizar uma boa época até ao momento e agora temos de nos recompensar pelos esforços efectuados."