O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Os jogadores mais velhos da UEFA Champions League

O UEFA.com faz uma vénia aos jogadores mais velhos a actuarem na UEFA Champions League, entre eles Marco Ballotta, Mark Schwarzer, Alessandro Costacurta, David Weir, Edwin van der Sar e Dany Verlinden.

Os jogadores mais velhos da UEFA Champions League
Os jogadores mais velhos da UEFA Champions League ©Getty Images

Marco Ballotta
43 anos e 253 dias
Real Madrid CF - S.S. Lazio, 11/12/07
A Lázio foi o 11º e último clube de Ballotta, guarda-redes oriundo dos escalões de formação do Bologna FC. "Quando era novo sempre me disseram para trabalhar muito para melhorar. Agora que sou mais velho dizem-me que tenho de trabalhar ainda mais, dada a minha idade," afirmou o mais velho jogador a disputar um encontro não só da UEFA Champions League como também da Serie A, antes de acrescentar, sobre a sua longevidade no futebol: "Não há qualquer segredo particular. É, simplesmente, necessário estar motivado e continuar a sentir diversão tanto nos treinos como nos jogos. Junta-se uma carreira com poucas lesões e pronto, têm aí a resposta." Retirou-se no Verão de 2008, antes de voltar a jogar durante um breve período, como ponta-de-lança do Calcara Samoggia, das Ligas regionais, na temporada seguinte. "Nunca tinha marcado um golo e queria experimentar essa sensação," explicou.

Mark Schwarzer
41 anos e 198 dias
Club Atlético de Madrid - Chelsea FC, 22/04/2014
O guardião australiano tinha-se já tornado no segundo jogador mais velho a disputar um jogo na prova ao actuar na vitória caseira, por 1-0, do Chelsea sobre o FC Steaua Bucureşti, na sexta jornada da fase de grupos, tornando-se aí também no mais velho estreante de sempre na competição. "Foi um jogo muito importante para mim; estou extremamente grato ao treinador por me ter concedido a oportunidade de actuar na Champions League e assim realizar a ambição de uma vida", afirmou, então, Schwarzer ao UEFA.com. "A minha mulher diz-me constantemente que eu não mostro as minhas emoções, mas fiquei eufórico por participar neste encontro". O melhor, porém, estava para vir. Ao entrar em campo no decorrer da primeira mão das meias-finais da UEFA Champions League, para substituir o lesionado Petr Čech, tornou-se no mais velho jogador a alinhar num jogo da fase a eliminar da UEFA Champions League.

Alessandro Costacurta
40 anos e 213 dias
AEK Athens FC - AC Milan, 21/11/06
Juntamente com os colegas de equipa no AC Milan, Mauro Tassotti, Franco Baresi e Paolo Maldini, Costacurta formou um dos mais famosos quartetos defensivos da história do futebol europeu, e mesmo que nunca tenha tido como ponto forte marcar golos, o seu remate certeiro na derrota por 3-2 dos "rossoneri" frente à Udinese Calcio, em 2007, tornou-o no mais velho jogador a marcar na Serie A. Terceiro de sempre na lista de jogadores com mais encontros disputados ao serviço do Milan, pelo qual alinhou em 458 jogos na Serie A e 660 no total, o antigo defesa-central da selecção italiana conquistou 23 troféus com a camisola da formação milanesa, entre eles sete títulos de campeão italiano e cinco de campeão europeu. É, actualmente, um respeitado comentador desportivo em Itália.

Edwin van der Sar
40 anos e 211 dias
FC Barcelona - Manchester United FC, 28/05/11
Não se despediu como queria, com mais um troféu, uma vez que o United acabou por perder a final de Maio último da UEFA Champions League, mas Van der Sar não disse adeus sem experimentar o sabor do título europeu de clubes, que conquistou ao serviço do AFC Ajax (1994/95) e do United (2007/08). Foram esses os pontos mais altos de uma carreira brilhante, ao longo da qual o guardião holandês representou ainda Juventus e Fulham FC, estabelecendo pelo meio um recorde de 130 internacionalizações ao serviço da selecção principal do seu país. "Qualquer jogador tem como grandes sonhos representar o seu país e vencer a Champions League," destacou. "Quando se consegue, tem-se o troféu nas mãos durante uns cinco segundos e depois passa-se para as mãos de outro nosso colega de equipa. É fantástico quando, no dia seguinte, se tem uma fotografia desse momento, que ficará para sempre connosco."

David Weir
40 anos e 211 dias
Bursaspor - Rangers FC, 07/12/2010
Weir assinou o seu primeiro contrato como jogador profissional apenas aos 22 anos e tinha 36 quando se estreou pelo Rangers, depois de passar por equipas como o Falkirk FC e o Heart of Midlothian FC e brilhar como capitão do Everton FC, na Liga inglesa. Internacional pela selecção escocesa por 69 ocasiões, o avançado de formação que se tornou defesa-central nunca se preocupou muito com a idade. "Não penso nisso, é simples," disse ao UEFA.com. "Penso simplesmente em mim como mais um entre os jogadores. Não me importa a minha idade, mas já respondi a essa questão vezes suficientes para perceber que nunca a deixarei de ouvir."

Dany Verlinden
40 anos e 117 dias
Club Brugge KV - AFC Ajax, 09/12/03
Verlinden, guarda-redes, conquistou cinco títulos de campeão belga ao serviço do Club Brugge entre 1988 e 2004, e somou um número recorde a nível europeu de 1.390 minutos sem sofrer golos numa Liga – série que se estendeu por 16 jogos, entre 3 de Março e 26 de Setembro de 1990 –, embora tenha afirmado recentemente ao UEFA.com: "Enquanto jogador, guarda-redes, não nos preocupamos verdadeiramente com esses registos." O guardião, que também passou pelo K. Lierse SK – e que era conhecido como "a muralha" -, foi uma vez internacional pela selecção principal da Bélgica e terminou a carreira de forma emocionante, com um autogolo de pontapé-de-bicicleta na vitória por 4-2 do Brugge sobre o KSK Beveren, na final da Taça da Bélgica de 2004. "Aconteceu tudo muito depressa," recordou. "Nunca pensei marcar um golo tão bonito. Será certamente um candidato a golo do mês."