Barcelona ousado para contrariar Atlético

"Manter-nos fiéis a nós próprios" foi o mote dado pelo Barcelona, a prometer não abdicar dos seus ideais, enquanto Diego Simeone pediu ao Atlético para lutar de igual para igual.

Gerardo Martino avalia a tarefa do Barcelona
Gerardo Martino avalia a tarefa do Barcelona ©Getty Images

O treinador do FC Barcelona, Gerardo Martino, prometeu manter-se fiel à sua filosofia quando o Club Atlético de Madrid, do português Tiago, líder da Liga espanhola, visitar Camp Nou na primeira mão dos quartos-de-final da UEFA Champions League, esta terça-feira. "Posso assegurar-vos que vamos ser ousados amanhã", disse Martino, cujo homólogo, Diego Simeone, optou por um discurso semelhante na antevisão ao primeiro confronto europeu entre as duas equipas, acrescentando: "No Atlético somos fiéis ao estilo do clube".

Barcelona
Gerardo Martino, treinador

O Atlético tem feito coisas excelentes esta época, tal como tinha acontecido na anterior. Continua em duas provas e parece muito confiante e forte. Nos três jogos em que o defrontámos, provou ser um adversário muito complicado.

Temos de ganhar e não sofrer golos, isso é um princípio básico quando há uma segunda mão. O objectivo prioritário é ganhar, porque assim a pressão passa para o nosso oponente. Defendo que, se não formos corajosos, não chegamos longe. É preciso ser corajoso para jogar da forma que nós jogamos, e garanto que isso vai acontecer amanhã. 

Quando um treinador tem uma filosofia de jogo, precisa de colocar em campo os jogadores que melhor se adaptam a ela. Evidentemente, sabemos que sacrificamos Neymar na direita. Estas análises são feitas após o jogo, e não antes. Mas jogadores do calibre de Neymar podem alinhar em qualquer posição do ataque.

Temos sempre de ver quais as dificuldades que cada adversário pode apresentar. Sabíamos que o Manchester City era perigoso a atacar pelos flancos, tal como o Real Madrid, por isso às vezes existem situações nas quais sabemos onde nos podem atingir, mas o mesmo acontece no sentido inverso.

Resultado do fim-de-semana
Sábado: RCD Espanyol 0-1 Barcelona (Messi 77pen)

Pinto; Alves, Piqué, Mascherano, Alba; Busquets, Xavi; Pedro (Iniesta 78), Fàbregas (Roberto 90), Neymar (Alexis Sánchez 78); Messi.

• O oitavo golo de Messi nos últimos quatro jogos na Liga – e o seu primeiro no Estadi Cornellà-El Prat, casa do Espanhol – permitiu à equipa de Gerardo Martino continuar a um ponto do líder Atlético. 

Notícias da equipa 
O guarda-redes Víctor Valdés vai falhar o resto da época, devido a uma grave lesão no joelho. José Manuel Pinto foi incluído na convocatória após uma crise de lombalgia. Alex Song não alinhou no fim-de-semana devido a um problema nos gémeos da perna esquerda. Apesar de Jonathan Dos Santos e Carles Puyol debaterem-se com lesões no joelho, o veterano espanhol faz parte da convocatória de 22 jogadores, apesar de não ter recebido alta médica. Quanto a Pedro Rodríguez, treinou normalmente após recuperar de uma gastroenterite.

Atlético
Diego Simeone, treinador
Penso que o jogo de amanhã será o mais difícil de todos os que já realizámos frente ao Barcelona. O Barça está de regresso à melhor forma e amanhã veremos essa sua faceta. Vão querer decidir a eliminatória em casa, não na segunda mão. Teremos de aproveitar ao máximo as nossas oportunidades. Se dissermos que somos favoritos, estamos a ser convencidos. Digo apenas que estamos aqui para competir. Esta será uma eliminatória fascinante e o jogo de amanhã muito importante.

Temos a nossa própria identidade e vou manter-me fiel às minhas escolhas para honrar a história do nosso clube. Não creio que as pessoas devam precipitar-se com o Barcelona e Gerardo Martino, dizendo que o Barcelona não vai sagrar-se campeão. Eles podem ganhar as três competições em que estão inseridos. O Barcelona está a jogar muito bem, jogou bem em Madrid e está bastante habituado a estes confrontos.

Tal como disse antes, temos dois treinadores argentinos nos quartos-de-final. Martino está num grande clube e tem tido muito sucesso. No Atlético, somos fiéis ao estilo do clube e não acho que possa dar um toque argentino a isso. O estilo do Barcelona é diferente, eles gostam de ter a posse da bola, enquanto nós temos as nossas armas. Veremos quem é o mais forte.

Resultado do fim-de-semana
Sábado: Athletic Club 1-2 Atlético (Muniain 6; Diego Costa 22, Koke 55)

Courtois; Juanfran, Miranda, Godín, Filipe Luís; Gabi, Mario Suárez, Raúl García (Rodríguez 82), Sosa (Arda Turan 57), Koke; Diego Costa (Villa 90+1).

• O Atlético, líder da Liga, ganhou as últimas cinco partidas realizadas no principal escalão espanhol. Os 76 pontos que tem actualmente equivale ao total da época passada. Da última vez que averbaram mais na Liga sagraram-se campeões – 87 pontos, em 1995/96.

Notícias da equipa 
Javi Manquillo continua ausente dos relvados devido a uma lesão no pescoço. Raúl García vai cumprir castigo na primeira mão. Ainda assim, a maior dor de cabeça para Simeone prende-se com Diego Costa, que deixou o treino de segunda-feira com queixas num joelho. "Os médicos vão avaliar a situação mas é pouco provável que jogue amanhã", disse Simeone à televisão espanhola.

Estatística
O Barcelona empatou a zero no terreno do Atlético, em jogo a contar para a Liga, realizado a 11 de Janeiro. Também se defrontaram na SuperTaça de Espanha, em Agosto, num confronto a duas mãos, com o Barcelona a prevalecer graças aos golos fora, após empates a um em Madrid (Neymar respondeu ao golo inaugural de David Villa, estreando-se a marcar em Espanha) e a zero em Camp Nou.