Factos e números dos quartos-de-final

O UEFA.com olha para curiosidades dos embates dos quartos-de-final, entre elas o regresso de José Mourinho à cidade onde se estreou pelo Chelsea na Europa.

Os embates entre Manchester United e Bayern irão para sempre despertar memórias da final de 1999
Os embates entre Manchester United e Bayern irão para sempre despertar memórias da final de 1999 ©Getty Images

Terça-feira
Manchester United FC - FC Bayern München
• Se o Bayern levou a melhor sobre o United nos quartos-de-final em 2009/10 (4-4 no total das duas mãos, com os germânicos a vencerem graças aos golos, fora apesar da derrota por 3-2 na partida da segunda mão, em Old Trafford) e em 2000/01 (3-1 no conjunto das duas mãos, com um triunfo por 1-0 em Manchester), para os adeptos da formação inglesa um embate com o gigante de Munique despertará sempre as agradáveis recordações da final de 1999. Mario Basler tinha colocado o Bayern na frente do marcador logo aos seis minutos em Camp Nou e os bávaros pareciam destinados a segurar essa vantagem quando, bem perto do apito final, já nos descontos, Teddy Sheringham e Ole Gunnar Solskjær, vindos do banco, deram por completo a volta ao encontro para o United.

• Ao todo, o Bayern visitou Old Trafford por quatro vezes e registou nesses encontros 1V 2E 1D. Esses dois empates tiveram lugar na fase de grupos da edição de 1998/99 (1-1) e na segunda fase de grupos da edição de 2001/02 (0-0).

FC Barcelona - Club Atlético de Madrid
• O Barcelona parte para este encontro em busca da sua sétima presença consecutiva em meias-finais da competição e espera que a sua bem mais vasta experiência lhe confira vantagem sobre um Atlético que não chegava a esta fase da prova desde 1997. Ainda assim, dificilmente os "rojiblancos" se deixarão amedrontar nesta sua demanda por uma primeira presença em meias-finais da mais importante competição europeia de clubes desde 1974, uma vez que são uma das duas únicas equipas ainda invictas nesta UEFA Champions League de 2013/14, juntamente com o vizinho Real Madrid CF.

• O Barcelona recebeu, no total, o Atlético por 105 ocasiões no conjunto de todas as competições e obteve nesses encontros 60 vitórias, contra 19 do Atlético, tendo-se registado 26 empates. O anterior frente-a-frente entre as duas equipas em Camp Nou a contar para a Liga espanhola resultou num triunfo por 4-1 do Barcelona, em Dezembro de 2012. Radamel Falcao ainda deu vantagem ao Atlético, à passagem do minuto 30, mas a turma catalã deu a volta com golos de Adriano, Sergio Busquets e Lionel Messi (2).

Quarta-feira
Real Madrid CF - Borussia Dortmund
• As duas equipas encontraram-se quatro vezes em 2012/13. O Dortmund venceu por 2-1 em casa na fase de grupos, graças a golos de Robert Lewandowski e Marcel Schmelzer, com Cristiano Ronaldo a marcar para o Real, pelo meio. Em Espanha o Dortmund esteve por duas vezes em vantagem, fruto de um golo de Marco Reus e de um autogolo de Álvaro Arbeloa, mas o Real Madrid respondeu por intermédio de Pepe e Mesut Özil, não conseguindo, contudo, evitar que a turma germânica terminasse no primeiro lugar do grupo, com três pontos de vantagem.

• Real e Dortmund voltaram, depois, a estar frente-a-frente nas meias-finais e o Dortmund levou novamente a melhor. Lewandowski marcou quatro golos – um recorde em meias-finais da Taça dos Campeões Europeus – no triunfo por 4-1 obtido na partida da primeira mão, na Alemanha. Golos ao cair do pano de Karim Benzema (83') e Sergio Ramos (88') ainda fizeram sonhar o Real na segunda mão, mas Dortmund segurou a passagem à final.

Paris Saint-Germain - Chelsea FC
• O primeiro jogo europeu de José Mourinho ao leme do Chelsea foi no Parc des Princes, frente ao Paris, na fase de grupos da edição de 2004/05, e terminou com o triunfo dos londrinos por 3-0. John Terry inaugurou, de cabeça, o marcador, antes de Didier Drogba bisar no encontro. O desafio da segunda volta, em Stamford Bridge, resultou num nulo.

• Essa vitória em Paris constitui, contudo, o único triunfo obtido pelo Chelsea em solo francês, enquanto a formação parisiense disputou até à data sete jogos frente a equipas inglesas, apresentando nesses encontros um registo de 1V 3E 3D. Esse único triunfo ocorreu na primeira mão das meias-finais da Taça dos Vencedores das Taças de 1996/97, quando o Paris bateu o Liverpool FC por 3-0, abrindo dessa forma caminho ao apuramento com 3-2 no total das duas mãos. Na final, porém, foi derrotado por 1-0 pelo FC Barcelona. Três anos antes a turma da capital gaulesa tinha empatado 1-1 em casa com o Arsenal FC nas meias-finais dessa mesma competição, ficando então pelo caminho, derrotada por 2-1 no conjunto das duas mãos.

Conteúdos relacionados