Barcelona enfrenta adversário familiar no Atlético

O Barcelona procura a sétima qualificação consecutiva para as meias-finais da UEFA Champions League, mas espera forte resistência do Atlético, ainda invicto na prova.

Diego Costa em despique com Jordi Alba, em Janeiro
Diego Costa em despique com Jordi Alba, em Janeiro ©Getty Images

Adversários próximos na corrida pelo título na Liga espanhola, FC Barcelona e Club Atlético de Madrid vão transferir a sua rivalidade interna para a UEFA Champions League quando se enfrentarem na primeira mão dos quartos-de-final em Camp Nou.

• O Barcelona vai iniciar a eliminatória em busca da sétima qualificação consecutiva (e melhorar o seu próprio recorde) para as meias-finais e na expectativa de que a sua grande experiência conte contra um Atlético que esteve pela última vez nesta fase em 1997. No entanto, os "rojiblancos" não são susceptíveis de se deixarem intimidar na sua busca por uma primeira meia-final desde 1974, uma vez que são uma das duas equipas - juntamente com o vizinho Real Madrid CF - ainda invictas na UEFA Champions League de 2013/14.

• A eliminatória vai também colocar frente-a-frente dois técnicos argentinos, do Barcelona, Gerardo Martino, e do Atlético, Diego Simeone.

Encontros anteriores 
• O Barcelona já recebeu o Atlético por 105 ocasiões em todas as competições, com um registo de 60 vitórias caseiras, 19 triunfos do Atlético e 26 empates.

• A última partida em Camp Nou que disputaram na Liga surtiu numa vitória por 4-1 do Barcelona, em Dezembro de 2012. Radamel Falcao colocou os "colchoneros" a vencer aos 30 minutos, respondendo os locais com golos de Adriano, Sergio Busquets e Lionel Messi (2).

• A última eliminatória a duas mãos disputada entre as duas equipas ocorreu esta época, em Agosto, na SuperTaça de Espanha, com o campeão Barcelona a bater o detentor da Taça, Atlético, nos golos marcados fora depois de um empate 1-1 em Madrid – em que Neymar respondeu à vantagem nascida no golo de David Villa, no que foi o seu primeiro tento em Espanha – e uma igualdade sem golos em Camp Nou.

• Resultou também num empate sem golos a partida disputada no Estádio Vicente Calderón, na Liga, a 11 de Janeiro desse ano. As equipas alinharam assim:
Atlético: Courtois, Juanfran, Godín, Miranda, Filipe Luís, Tiago (Rodríguez 82), Gabi, Arda Turan, Koke, Villa (García 77), Diego Costa.
Barcelona: Valdés, Alves, Mascherano, Piqué, Alba, Busquets, Xavi, Iniesta (Messi 46), Pedro (Sergi Roberto 82), Sánchez (Neymar 67), Fàbregas.

• Na Taça de Espanha, o Barcelona ganhou por 5-2 a mais recente eliminatória - nos oitavos-de-final em 2008/09 - disputada por ambas as equipas.

• O último triunfo do Atlético no terreno do Barcelona foi um sucesso por 3-1 na Liga espanhola, em Fevereiro de 2006, com Maxi Rodríguez e Fernando Torres (2) a marcarem.

• Simeone alinhava na equipa do Atlético que derrotou a do Barcelona, que incluía Carles Busquets – pai do actual médio do Barça, Sergio – por 1-0, após prolongamento, na final da Taça de Espanha, em 1996. Esta foi uma das duas finais disputadas por aqueles dois clubes; a primeira foi em 1926 e o Barcelona venceu por 3-2.

Retrospectiva
• O quatro vezes campeão Barcelona vai competir pela sétima vez nos quartos-de-final da UEFA Champions League. Ao todo, é a sua 16ª presença nos quartos-de-final, detendo um registo de 13 triunfos e duas derrotas. Não houve quartos-de-final quando chegaram à final em 1991/92 e 1993/94.

• O Atlético não atinge esta fase desde a época 1996/97, quando uma equipa que incluía Simeone perder a eliminatória por 4-3 com o AFC Ajax. No total, o registo do Atlético em cinco presenças nos "quartos" é de três vitórias e duas derrotas.

• Na última vez que o Barcelona enfrentou uma equipa da La Liga nas competições europeias derrotou o Real Madrid na meia-final em 2010/11. A equipa de Josep Guardiola venceu por 2-0 em Madrid – com Messi a bisar – antes de um empate 1-1 na cidade condal.

• O clube catalão tem um registo de quatro triunfos e cinco desaires nas nove eliminatórias que disputou contra adversários espanhóis nas provas da UEFA. Perdeu também em 2006 a SuperTaça Europeia para o Sevilha, por 3-0, no Mónaco.

• Nas duas ocasiões em que o Barcelona bateu um clube compatriota na Taça dos Campeões Europeus, atingiu a final – em 2011 após ultrapassar o Real e, antes disso, depois de derrotar o mesmo adversário por 4-3, no somatório dos dois jogos, na primeira eliminatória, em 1960/61.

• O Atlético possui um registo forte na Europa contra adversários da Liga espanhola. Há duas épocas bateu o Athletic Club por 3-0 na final da UEFA Europa League, depois de eliminar o Valencia CF por 5-2 na meia-final. Havia já também eliminado o Valência na caminhada para a vitória na mesma competição, em 2010, prevalecendo nos quartos-de-final pelos golos marcados fora, com um empate 2-2 fora e um nulo no Vicente Calderón.

• Excluindo a Taça Intertoto, a única derrota do Atlético nas quatro anteriores eliminatórias europeias a duas mãos contra clubes espanhóis aconteceu contra o Real Madrid na meia-final da Taça dos Campeões em 1958/59. Após ambas as equipas terem vencido em casa, os "merengues" ganharam a finalíssima em Saragoça.

• Com o triunfo em casa por 2-1 sobre o Manchester City FC na última partida, o Barcelona mantém um registo de 100 por cento de vitórias em Camp Nou na edição 2013/14 da prova. Perdeu apenas uma das últimas 26 partidas europeias em casa, vencendo 20.

• O Atlético está invicto nos jogos fora na presente época, somando três vitórias – incluindo a conseguida na deslocação ao terreno do AC Milan, por 1-0, nos oitavos de final – e um empate.

Ligações entre as equipas
• Hoje treinadores rivais, Martino e Simeone foram, no passado, na Argentina, adversários em campo. Numa partida disputada em Janeiro de 1988 entre o CA Newell's Old Boys, de Martino, e o CA Vélez Sarsfield, de Simeone - que o Vélez venceu por 2-0 -, o agora técnico do Barça foi expulso após jogada com Simeone, que pouco tempo depois viu também o cartão vermelho.

• Em 1989/90 Simeone marcou o golo da vitória por 1-0 do Vélez sobre o Newell’s, enquanto Martino fez o mesmo no empate 2-2 entre as duas equipas no jogo da segunda volta. Em Junho de 2005, Simeone fez um golo do Racing Club de Avellaneda no empate 2-2 com o CA Cólon, então treinado por Martino.

• Simeone pode ter levado a melhor sobre o Barcelona na Taça de Espanha, em 1996, como jogador, mas como treinador o argentino falhou a tentativa de bater os "blaugrana" em seis ocasiões, empatando três e perdendo as restantes.

• Como jogador, o registo de Simeone em jogos da La Liga contra o Barcelona pelo Sevilha e pelo Atlético é de J7 V1 E3 D3. O seu único golo ao Barcelona ocorreu na sua primeira vista a Camp Nou pelo Sevilha, em Maio de 1994, quando abriu o activo aos 12 minutos de uma partida em que sua equipa chegou a intervalo a vencer por 2-1, mas que acabou por perder por 5-2. Simeone foi expulso na derrota caseira do Atlético, pelo mesmo resultado, ante Barcelona em 1997.

• Villa, ao serviço do Barça entre 2010 e 2013, conquistou a UEFA Champoins League em 2011 bem como dois campeonatos de Espanha. Nesse período marcou 33 golos em 77 partidas da La Liga, e mais oito na UEFA Champions League, incluindo um na vitória na final em Wembley contra o Manchester United FC.

• Na caminhada que levou à vitória na Taça de Espanha, em 2003/04, pelo Real Zaragoza, Villa fez de penalty o golo da vitória por 1-0 nos quartos-de-final em Barcelona. O seu registo total contra os "blaugrana" pelo Saragoça, Valência e Atlético é de J17 V5 E8 D4, tendo apontado oito golos.

• Messi marcou 20 golos em 19 partidas contra o Atlético, incluindo três "hat-tricks".

• No dia 5 de Março deste ano, Diego Costa fez a estreia por Espanha contra a Itália numa selecção que incluía Jordi Alba, Busquets, Cesc Fàbregas, Andrés Iniesta e Pedro Rodríguez.

• Adrián López fez o seu primeiro golo na principal divisão do futebol espanhol sete minutos após ter-se estreado em Camp Nou, como suplente, na vitória por 2-1 do RC Deportivo la Coruña, na La Liga, em Março de 2007.

• Raúl García fez o golo da vitória no triunfo caseiro por 3-2 do CA Osasuna sobre o Barcelona em Fevereiro de 2012.

• Koke fez parte da selecção de Espanha que conquistou o Campeonato da Europa de Sub-21, em 2013, juntamente com Marc Bartra, Martín Montoya e Cristian Tello.

• Bartra fez a sua estreia sénior pelo Barcelona na derrota por 2-1 no Atlético, em Fevereiro de 2010.