"Rossoneri" olham em frente

A campanha do Milan na UEFA Champions League chegou ao fim, mas Andrea Poli e Christian Abbiati já pensam no futuro depois da eliminação frente ao Atlético.

Andrea Poli no jogo entre o Milan e o Atlético
Andrea Poli no jogo entre o Milan e o Atlético ©AFP/Getty Images

Na terça-feira, a meio do primeiro tempo do encontro da segunda mão dos oitavos-de-final, quando Kaká respondeu ao golo de Diego Costa e fez o empate, a campanha do AC Milan na UEFA Champions League parecia bem lançada. Tudo ficou mais complicado depois de Arda Turan recolocar o Club Atlético de Madrid em vantagem. Andrea Poli questionou-se sobre o que poderia ter acontecido, mas o médio e Christian Abbiati já pensam no futuro.

Andrea Poli, médio do Milan
Começamos o jogo mal, ao sofrer um golo logo aos três minutos. Conseguimos relaxar depois de marcarmos e considero que, durante 20 ou 25 minutos, o Milan foi melhor que o Atlético. O Kaká fez o empate, mas depois o Turan marcou um golo feliz. Depois disso eles foram superiores, especialmente no segundo tempo. Sentimos alguns problemas durante grandes períodos do jogo. Agora temos de reagir, queremos terminar a época da melhor forma possível.

Christian Abbiati, guarda-redes Milan
Considero que o Atlético é um justo vencedor e que merece estar nos quartos-de-final. Eles têm uma boa equipa e um bom treinador. Nós não jogámos bem [na derrota com a Udinese Calcio] no fim-de-semana e demos mais um passo atrás esta noite. O segundo golo deles foi uma grande infelicidade, pois a bola sofreu um desvio. Agora precisamos recarregar as baterias para o próximo jogo.

Topo