O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Dortmund em vantagem na recepção ao Zenit

Após ganhar por 4-2 na Rússia, o Dortmund está em boa posição para repetir o êxito da época passada nos oitavos-de-final, agora ante o Zenit, possuidor de bom registo na Alemanha.

O Borussia Dortmund somou uma vitória caseira convincente nos oitavos-de-final da época passada, frente ao FC Shakhtar Donetsk, e vai tentar repetir esse desempenho na conclusão da eliminatória ante o FC Zenit.

• Há um ano, o Dortmund ganhou por 3-0 ante o visitante ucraniano, com Jakub Błaszczykowski a marcar um dos golos. Esse triunfo seguiu-se a um empate a dois em Donetsk, no qual Mats Hummels fez o empate tardio e Robert Lewandowski também facturou.

• Lewandowski adicionou mais dois golos à sua conta pessoal na UEFA Champions League durante o triunfo do Dortmund em casa do Zenit, por 4-2, a 25 de Fevereiro, deixando a sua equipa perto do apuramento para os quartos-de-final pela segunda época consecutiva.

• Esta é apenas a segunda vez que o Zenit atinge esta fase da prova. Em 2011/12, a formação russa venceu por 3-2 na recepção ao SL Benfica, com um bis de Roman Shirokov, mas fora perdeu por 2-0.

• Luciano Spalletti foi demitido do cargo de treinador do Zenit a 11 de Março, com Sergei Semak a orientar a equipa a título interino.

Encontros anteriores
• O Dortmund defrontou o Zenit pela primeira vez na primeira mão.

• A experiência anterior do Dortmund frente a um adversário russo teve lugar há 11 anos. Na segunda fase de grupos da UEFA Champions League de 2002/03, a equipa alemã mediu forças com o FC Lokomotiv Moskva, vencendo por 3-0 em casa e por 2-1 na capital russa. Também somou uma vitória por 1-0 no terreno do FC Alania Vladikavkaz, na primeira eliminatória da Taça UEFA de 1993/94, empatando a zero em casa.

• O registo do Zenit na Alemanha é de duas vitórias, dois empates e duas derrotas. Antes de 2007/08, o Zenit não tinha batido um clube alemão nas competições europeias. No entanto, sob o comando técnico do holandês Dick Advocaat, disputou cinco jogos ante clubes da Bundesliga na vitoriosa campanha na Taça UEFA.

• Começou por empatar a duas bolas em casa, frente ao 1. FC Nürnberg, na fase de grupos, sendo que nos quartos-de-final foi vencer por 4-1 ao reduto do Bayer 04 Leverkusen, conjunto que contava com Manuel Friedrich, consentindo depois uma derrota por 1-0 em casa. Nas meias-finais, os russos impuseram um empate a um golo no terreno do FC Bayern München e venceram por 4-0 na segunda mão, disputada no Estádio Petrovsky.

• Na época seguinte, já como detentor do troféu, o Zenit defrontou o VfB Stuttgart nos 16 avos-de-final, vencendo por 2-1 ambos os encontros contra a equipa onde alinhava Julian Schieber. O clube russo foi eliminado pela Udinese Calcio nos oitavos-de-final, com um total de 2-1.

Retrospectiva
• Finalista vencido na época passada, a campanha 2013/14 do Dortmund foi impulsionada por vitórias caseiras frente a Olympique de Marseille e SSC Napoli, apesar de também ter perdido por 1-0 contra o Arsenal. Ainda assim, terminou à frente dos "gunners", graças a triunfos fora em Londres e, de forma decisiva, em Marselha, na sexta jornada. A equipa de Jürgen Klopp ganhou oito dos últimos nove jogos em casa na UEFA Champions League.

• Esta é a primeira vez em 16 anos que o Dortmund consegue atingir em duas épocas consecutivas os oitavos-de-final da UEFA Champions League. A última vez que o conseguiu foi em 1996/97, quando a equipa alemã conquistou o troféu sob o comando de Ottmar Hitzfeld, e em 1997/98.

• Em 12 eliminatórias das competições da UEFA nas quais ganhou a primeira mão fora, o Dortmund apurou-se em 11, com a excepção a ser frente ao KRC Genk, na terceira eliminatória da Taça Intertoto, em 2004, quando uma vitória fora, por 1-0, precedeu uma derrota caseira por 2-1, e consequente eliminação devido aos golos fora. Só por uma vez venceu a primeira mão fora por 4-2, frente ao FK Lyn, batendo o adversário por 3-1 em Dortmund.

• O Zenit perdeu as três eliminatórias nas quais foi derrotado em casa na primeira mão, todas na Taça UEFA: frente a 1. FC Dynamo Dresden, na primeira eliminatória da edição 1981/82 (1-2 em casa, 1-4 fora), Estugarda, na segunda eliminatória da edição 1989/90 (0-1 em casa, 0-5 fora) e Bologna FC, na primeira eliminatória da edição 1999/2000 (0-3 em casa, 2-2 fora).

• O Zenit conseguiu pela segunda vez ultrapassar a fase de grupos, com apenas seis pontos, um mínimo histórico na UEFA Champions League. Fora de portas venceu o FC Porto, por 1-0, mas perdeu por 3-1 frente ao Club Atlético de Madrid, vencedor do grupo, e por 4-1 contra o FK Austria Wien, na derradeira jornada. Mesmo assim, conseguiu terminar no segundo lugar, a dez pontos do Atlético, mas com um de vantagem sobre Porto e Áustria.

• O registo do Dortmund em desempates por penalties nas competições de clubes da UEFA é:
3-4 - Udinese Calcio, primeira eliminatória da edição 2008/09 da Taça UEFA
2-4 - Club Brugge KV, terceira pré-eliminatória da edição 2003/04 da UEFA Champions League
3-1 - Rangers FC, terceira eliminatória da edição 1999/2000 da Taça UEFA
6-5 - AJ Auxerre, meias-finais da edição 1992/93 da Taça UEFA

• O Zenit nunca participou num desempate nas competições da UEFA.

Ligações entre as equipas
• O lesionado Błaszczykowski, que não faz parte dos inscritos do Dortmund para a UEFA Champions League, marcou no empate a um da Polónia contra a Rússia, que contava com Vyacheslav Malafeev, Aleksandr Anyukov, Konstantin Zyryanov, Shirokov, Kerzhakov e Andrey Arshavin. Łukasz Piszczek e Lewandowski também alinharam pelos co-organizadores no jogo da fase de grupos do UEFA EURO 2012, disputado em Varsóvia.

• O jogo seguinte da Rússia foi contra a Grécia, de Sokratis Papastathopoulos, sendo que a derrota por 1-0 motivou a eliminação da prova.

• Papastathopoulos também alinhou pela Grécia num encontro particular contra a Rússia, em Novembro de 2011, com Shirokov a marcar no empate a uma bola. Malafeev, Anyukov, Zyryanov e Arshavin também jogaram no Pireu.

• Anatoliy Tymoshchuk jogou no Bayern entre 2009 a 2013. Foi campeão da Bundesliga em 2010 e 2013, tendo ainda conquistado a UEFA Champions League no ano passado. O russo defrontou por quatro vezes o Dortmund, averbando duas vitórias, um empate e uma derrota.

• Neven Subotić e Aleksandar Luković jogaram juntos pela Sérvia.