Paris sonha alto após vitória tranquila

Autor de um bis na goleada frente ao Leverkusen, Zlatan Ibrahimović resfriou o desejo do Paris em conquistar o troféu, apesar de os colegas não esconderem a ambição.

Zlatan Ibrahimović é abraçado após marcar o terceiro golo do Paris
Zlatan Ibrahimović é abraçado após marcar o terceiro golo do Paris ©AFP/Getty Images

A vitória por 4-0 do Paris Saint-Germain no terreno do Bayer 04 Leverkusen, em jogo da primeira mão, quase que garantiu aos gauleses o apuramento para os quartos-de-final. Zlatan Ibrahimović, autor de dois golos, ficou satisfeito com a exibição, enquanto Yohan Cabaye admitiu que ganhar a UEFA Champions League é um dos objectivos do Paris para esta época, apesar de ser "muito difícil".

Zlatan Ibrahimović, avançado do Paris
Não, não foi um jogo muito fácil para nós. Mas tivemos um início muito bom e, logo aos três minutos, marcámos um golo, e depois disso jogámos da forma a que estamos habituados, criámos oportunidades e marcámos mais dois golos antes do intervalo. Tivemos bastante espaço para jogar e estivemos muito bem.

Temos de jogar da mesma maneira na segunda mão. Dispomos de uma vantagem considerável, isso é certo, mas ainda assim temos de estar concentrados. Vamos ver o que acontece no segundo jogo. É importante começar bem um encontro, algo que conseguimos. A equipa, enquanto colectivo, realizou uma óptima partida. Não digo que agora sejamos um dos favoritos a ganhar a competição. Quanto mais avançamos no torneio, mais complicado fica.

Yohan Cabaye, médio do Paris
Estou satisfeito – a equipa esteve bem, ganhámos por 4-0 e foi muito importante para a segunda mão não termos sofrido golos. Hoje estamos felizes, eu em particular por me ter estreado a marcar pelo Paris na Champions League.

Todos os nossos jogadores estão concentrados [na UEFA Champions League]. Queremos apenas ganhar todos os jogos e a Champions League é um dos nossos objectivos para esta época. Todos estão concentrados nesta competição. Sabemos que é muito difícil, mas estamos prontos para as dificuldades.

Blaise Matuidi, médio do Paris
Penso que realizámos um grande jogo. Também marquei e agora estamos em boa posição para seguir em frente. Estamos muito satisfeitos. Fizemos uma grande exibição numa competição muito difícil. Estou bastante agradado, mas também estou satisfeito com a equipa porque ganhámos. Todos deram o máximo para alcançarmos este resultado importante. É preciso pensar jogo a jogo e ver até onde podemos ir.

Topo