Combata a COVID-19 seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde e os cinco passos da FIFA para travar a propagação da doença.

1. Lavar as mãos 2. Tossir para o antebraço 3. Não tocar no rosto 4. Manter a distância física 5. Ficar em casa.
Mais informação >
 

Arsenal aponta ao campeão Bayern

A caminhada do Arsenal terminou nos oitavos-de-final nas três épocas anteriores e, para colocar ponto final nessa série, terá de ultrapassar o Bayern, vencedor de tudo em 2012/13.

O Arsenal FC vai tentar quebrar a sua série negativa nos oitavos-de-final quando reencontrar o FC Bayern München, vencedor da edição anterior da UEFA Champions League e que há um ano deixou pelo caminho o emblema inglês.

• A formação da Londres, nos oitavos-de-final pela 14ª época seguida, perdeu em casa frente ao Bayern na temporada passada, por 3-1, e foi eliminada devido aos golos fora, apesar de um triunfo por 2-0 em Munique. O Arsenal foi afastado pelo AC Milan, em 2011/12, e pelo FC Barcelona de Josep Guardiola, na época passada, perdendo as duas eliminatórias com um resultado total de 4-3.

• Entretanto, o Bayern viu a sua série vitoriosa de dez jogos consecutivos na UEFA Champions League – um recorde da competição que começou após essa derrota frente ao Arsenal, na segunda mão – terminar ante o Manchester City FC, na sexta ronda.

Encontros anteriores
• O embate da época passada no Arsenal Stadium esteve sempre a favor do Bayern a partir do momento em que Toni Kroos e Thomas Müller colocaram os visitantes a vencer por 2-0, ao fim de 21 minutos. Lukas Podolski marcou frente à sua antiga equipa, mas Mario Mandžukić fez o 3-1 final.

• As formações dessa partida a 19 de Fevereiro de 2013 foram as seguintes:
Arsenal: Szczęsny, Sagna, Mertesacker, Koscielny, Vermaelen, Arteta, Cazorla, Ramsey (Rosický 71), Podolski (Giroud 72), Wilshere, Walcott.
Bayern: Neuer, Alaba, Dante, Van Buyten, Lahm, T Müller, Javi Martínez, Schweinsteiger, Ribéry (Robben 63), Kroos (Luiz Gustavo 73), Mandžukić (Gomez 78).

• Olivier Giroud e Laurent Koscielny marcaram em Munique, mas o Bayern apurou-se graças aos golos marcados fora.

• As equipas também se defrontaram nesta fase em 2004/05, com o Bayern novamente a ganhar a primeira mão por 3-1, desta feita em Munique, com Claudio Pizarro a apontar os dois primeiros golos. Foi o suficiente para garantir o apuramento, apesar da vitória por 1-0 do Arsenal na segunda mão.

• O Bayern voltou a levar a melhor na segunda fase de grupos da edição de 2000/01, vencendo por 1-0 em casa, após um empate a dois em Londres.

Retrospectiva
• A derrota por 2-1 frente ao Borussia Dortmund, na terceira jornada, foi a terceira consecutiva do Arsenal em casa frente a adversários alemães. O seu registo caseiro ante equipas da Bundesliga é de nove vitórias, um empate e quatro derrotas. No global, cifra-se em 14 vitórias, cinco empates e nove derrotas.

• Nos outros jogos como visitado, o Arsenal bateu SSC Napoli e Olympique de Marseille, ambos por 2-0 – o mesmo resultado alcançado frente ao Fenerbahçe SK no "play-off". Fora de portas, venceu em Marselha e Dortmund, mas a derrota frente ao Nápoles, na sexta jornada, ditou o fim da fase de grupos em segundo lugar, atrás do Dortmund.

• O último sucesso do Arsenal nesta fase foi em 2010, quando recuperou de uma derrota por 2-1 no terreno do FC Porto com uma goleada por 5-0 em Londres. Foi a sua terceira vitória consecutiva nos oitavos-de-final.

• Esta é a sexta presença seguida do Bayern nos oitavos-de-final, com a derrota frente ao FC Internazionale Milano, em 2011, a constituir o único desaire durante esse percurso.

• O campeão alemão ganhou cinco dos seus jogos no Grupo D, qualificando-se em primeiro lugar, perdendo a última partida, em casa, frente ao City, quando já tinha o apuramento garantido. Tinha batido o City em Inglaterra e ganho os dois jogos frente a PFC CSKA Moskva e FC Viktoria Plzeň.

• Esta é a quarta deslocação do Bayern a Inglaterra nos últimos 12 meses, tendo ganho sempre, incluindo o triunfo frente ao Dortmund em Maio, na final realizada em Wembley.

• Também defrontou o Chelsea FC na SuperTaça Europeia, a 30 de Agosto, em Praga, prevalecendo por 5-4 no desempate por penalties, após um empate a dois. Franck Ribéry e Javi Martínez apontaram os tentos do Bayern.

• O registo do Bayern frente a equipas inglesas, fora, é de quatro vitórias, sete empates e seis derrotas. No total, é de 15 vitórias, 14 empates e 12 derrotas.

• O Bayern conquistou a Taça dos Clubes Campeões Europeus em 1975 graças a uma vitória por 2-0 na final frente ao Leeds United AFC, mas desde então perdeu no jogo decisivo frente a Aston Villa FC (0-1, 1982), Manchester United FC (1-2, 1999) e Chelsea (1-1, 3-4 pen, 2012).

• Como treinador do Barcelona, o registo de Guardiola frente ao Arsenal foi de duas vitórias, um empate e uma derrota. A sua equipa perdeu por 2-1 no Norte de Londres, na primeira mão dos oitavos-de-final, em 2010/11, mas ganhou o segundo jogo por 3-1.

Ligações entre as equipas
• Podolski representou o Bayern entre 2006 e 2009, marcando 15 golos em 71 desafios do campeonato. Antes e depois desse período ao serviço do conjunto bávaro, passou um total de seis temporadas ao serviço do 1. FC Köln, e em dez jogos frente ao Bayern, só por uma vez venceu.

• Per Mertesacker marcou o golo do SV Werder Bremen numa derrota caseira frente ao Bayern, por 3-1, a 29 de Janeiro de 2011. Após o empate de Arjen Robben, o autogolo do defesa colocou o Bayern a vencer por 2-1. Durante cinco épocas em Bremen, Mertesacker enfrentou o Bayern 16 vezes, registando apenas duas vitórias.

• Mertesacker e Pizarro foram colegas de equipa no Bremen entre 2008 e 2011, contando com a companhia de Mesut Özil em 2008/09 e 2009/10.

• Tomáš Rosický marcou 20 golos em 149 encontros da Bundesliga com a camisola do Dortmund, entre 2001 e 2006, conquistando o título em 2001/02.

• Mertesacker, Özil e Podolski são colegas de equipa na selecção alemã, juntamente com Manuel Neuer, Jérôme Boateng, Philipp Lahm, Bastian Schweinsteiger, Kroos, Müller e Mario Götze.

• Robben marcou na vitória por 2-0 do Chelsea em casa do Arsenal, a 18 de Dezembro de 2005. Nas três temporadas passadas em Stamford Bridge, Robben defrontou os "gunners" em quatro ocasiões e nunca perdeu.

• Ribéry representa a França, juntamente com Bacary Sagna, Abou Diaby, Giroud, Koscielny e Mathieu Flamini.

• Müller marcou no triunfo por 2-1 da Alemanha em Paris, num amigável frente a uma selecção francesa que incluiu Ribéry, Sagna, Koscielny e Giroud. Lahm, Podolski, Mertesacker, Özil e Kroos alinharam pelos visitantes.

• Giroud marcou na vitória por 2-1 da França em Bremen, num amigável realizado a 29 de Fevereiro de 2012, frente a uma selecção alemã que contou com Boateng, Kroos, Özil, Müller e Manuel Neuer. Ribéry também jogou pelos forasteiros.

• Javi Martínez e Thiago Alcántara são colegas de equipa de Santi Cazorla e Nacho Monreal na selecção espanhola.

• Thomas Vermaelen e Daniel Van Buyten alinham pela Bélgica.

• Serge Gnabry fez parte dos escalões de formação do VfB Stuttgart até 2011.

Topo