Higuaín devastado, Mertesacker admite "sorte"

Gonzalo Higuaín falou de "injustiça" após o Nápoles ter sido eliminado com 12 pontos, enquanto Per Mertesacker admite que o Arsenal teve "sorte" em seguir em frente após a derrota por 2-0.

Gonzalo Higuaín reage após a saída do Nápoles da UEFA Champions League
Gonzalo Higuaín reage após a saída do Nápoles da UEFA Champions League ©Getty Images

Depois de falhar o apuramento para os oitavos-de-final da UEFA Champions League por apenas um golo, apesar de ter vencido Borussia Dortmund, Olympique de Marseille e Arsenal FC, o avançado Gonzalo Higuaín, do SSC Napoli, ficou quase sem palavras para expressar o desalento após o triunfo sobre o conjunto de Londres por 2-0.

O argentino disse que "só a falta de sorte" pode explicar a saída de prova da equipa italiana, o primeiro clube eliminado depois de conseguir 12 pontos, por causa da diferença de golos no desempate com o Dortmund, vencedor vitorioso em Marselha nos últimos minutos, e com o Arsenal. O médio dos "gunners", Mathieu Flamini, admitiu que este foi o grupo mais difícil onde já esteve.

Gonzalo Higuaín, avançado do Nápoles
Não pode ser outra coisa que não falta de sorte, porque ganhámos quatro jogos em seis e ser eliminado assim não é algo que aconteça muitas vezes. Não ser apurado é incrível. É uma injustiça mesmo. Sair de prova com 12 pontos - ganhar quatro encontros num grupo tão difícil como este, com duas equipas tão fortes como Arsenal e Dortmund - e ver equipas a seguir em frente com apenas uma vitória ou duas, com seis ou sete pontos, é desanimador. O nosso objectivo agora é ganhar a UEFA Europa League.

Christian Maggio, defesa do Nápoles
É difícil explicar como nos sentimos agora. Dói muito sair desta forma. Agora temos de nos concentrar na UEFA Europa League e na Serie A. Temos de reagir, trabalhar muito e os resultados vão aparecer. Tenho a certeza que seremos recompensados muito em breve.

Mathieu Flamini, médio do Arsenal
Claro que nunca é bom perder um jogo, sobretudo porque queríamos terminar no primeiro lugar do grupo. O Nápoles fez um grande jogo e teve muito azar. Tenho de dizer que este foi o grupo mais difícil onde já estive. E digo-o depois de ver o Nápoles fazer 12 pontos e não se qualificar.

Quando ficamos em segundo sabemos que vamos enfrentar um dos vencedores do grupo na fase seguinte. Mas, se queremos chegar à final e tentar ganhar algo, temos de jogar com as grandes equipas.

Per Mertesacker, defesa do Arsenal
Há um sentimento estranho neste momento porque perdemos o jogo. Demos 10 por cento a menos a nível mental porque sempre pensámos que nos íamos apurar. Tivemos sorte hoje mas merecemos seguir em frente.

Conteúdos relacionados

Topo