Trabalho e humildade definem filosofia do Atlético

Raúl García insiste que o Atlético vai continuar a trabalhar com humildade no resto da campanha, enquanto Fernando e Lucho González reconheceram os erros do Porto durante a prova.

Frente ao Porto, Raúl García marcou o seu terceiro golo nesta edição da UEFA Champions League
Frente ao Porto, Raúl García marcou o seu terceiro golo nesta edição da UEFA Champions League ©AFP/Getty Images

Após ter dominado o Grupo G da UEFA Champions League, o Club Atlético de Madrid vai – segundo o médio Raúl García – partir para o sorteio dos oitavos-de-final como uma equipa altamente respeitada, e o médio disse ao UEFA.com estar entusiasmado para ver até onde os "colchoneros" podem ir no torneio. Entretanto, os portistas Fernando e Lucho González disseram que o campeão português vai recuperar para um desafio na UEFA Europa League, a partir do próximo ano.

Raúl García, médio do Atlético
Entramos sempre em campo para tentar vencer, por isso estamos contentes com o resultado desta noite. Sabíamos que o adversário ia tentar impor o seu estilo de jogo, mas fizemos o trabalho que nos competia.

Apurámo-nos como vencedor do grupo e sabemos que vamos ser respeitados. Vamos manter a humildade no nosso trabalho e respeitar quem nos calhar em sorte. Um dos pontos fortes deste clube é o ambiente que se vive no plantel. Todos sabem o que precisam de fazer e estão desejosos de mostrar serviço.

Daniel Aranzubia, guarda-redes do Atlético
Era importante somar mais uma vitória, pois apesar de já estarmos apurados, queríamos manter o bom momento. Estou feliz por hoje ter feito a minha estreia na UEFA Champions League, ainda para mais com uma vitória.

Em relação ao sorteio, seria uma falta de respeito dizer que preferimos um adversário em relação a outro. Em teoria, Arsenal e Manchester City são os segundos classificados mais fortes, mas todas as outras equipas vão ser difíceis de bater.

Fernando, médio do Porto
Não foi apenas uma questão de falta de sorte. Fomos demasiado ingénuos. Perdemos a concentração várias vezes e pagámos caro por isso. Estivemos longe do nosso melhor na maior parte dos jogos, e não apenas neste. Cometemos demasiados erros. Queríamos chegar mais longe na competição, mas agora temos de continuar a trabalhar para podermos realizar uma boa campanha na UEFA Europa League. Com mais concentração e todos a rumarem na mesma direcção, acredito que podemos ser candidatos a ganhar essa competição. 

Lucho González, médio do Porto
Estamos desiludidos, porque o nosso objectivo era chegar à próxima fase. Recordando todos os nossos jogos nesta fase de grupos, observamos que cometemos muitos erros, por isso merecemos ser eliminados. Agora temos de analisar a campanha e tentar perceber onde errámos. Obviamente, agora vamos dar o nosso melhor para conquistar a UEFA Europa League. Precisamos de erguer a cabeça.