Recuperação do City trava recorde do Bayern

FC Bayern München 2-3 Manchester City FC
O City recuperou de dois golos de desvantagem e terminou com o recorde de dez triunfos seguidos do Bayern, vencedor do Grupo D.

Recuperação do City trava recorde do Bayern
Recuperação do City trava recorde do Bayern ©Getty Images

O FC Bayern München conquistou o Grupo D da UEFA Champions League, mesmo após perder por 3-2 na recepção ao Manchester City FC, depois de ter estado a vencer por dois golos.

A uma entrada fulminante dos detentores do troféu com dois golos nos primeiros 12 minutos respondeu o Manchester City com três golos consecutivos, com James Milner a marcar o tento da vitória, depois de ter tido influência nos outros dois tentos.

Os bávaros, que se apresentaram sem Bastian Schweinsteiger nem Arjen Robben, tiveram um arranque demolidor e, logo aos cinco minutos, Thomas Müller recebeu no peito um passe longo de Dante e bateu com Joe Hart com um remate colocado. Franck Ribéry obrigou, depois, Hart a defender um remate para o poste e daí para canto. Do lance resultou o segundo tento dos bávaros, com Mario Götze a aproveitar já pequena-área um ressalto em Mario Mandžukić para bater Hart com facilidade.

No seu primeiro remate enquadrado no encontro, o Manchester City reduziu a desvantagem. Jesús Navas fez um cruzamento da direita, que Jérôme Boateng deixou passar para o lado oposto, onde James Milner devolveu de cabeça para a zona frontal, uma vez mais com Boateng a deixar jogar. David Silva mergulhou já na pequena-área para o seu golo.
Após uma arrancada de Ribéry culminada com um remate de Götze para defesa com os pés de Hart, veio o intervalo e, com ele, uma segunda parte de maior qualidade dos comandados de Manuel Pellegrini, que fez entrar Negredo para o lado de Edin Džeko para explorar os erros de Boateng e Dante e a verdade é que a substituição surtiu efeito.

O empate chegou ainda antes dos 60 minutos, quando Dante teve uma entrada extemporânea sobre Milner dentro da área. Aleksandr Kolarov cobrou a grande penalidade enganando Manuel Neuer.

Três minutos depois, Milner, que já havia sido determinante nos outros dois golos dos "citizens", operou a reviravolta no marcador, mergulhando de cabeça a um cruzamento de Silva do lado direito, depois de, uma vez mais, Boateng ter falhado uma intercepção fácil.

A entrada de Sherdan Xhaqiri visava agitar a partida, tentando acordar os campeões europeus, mas acabou por não se traduzir em algo significativo. Na área do Bayern, já na parte final, Dante perdeu um lance com a bola perfeitamente controlada e Negredo só não marcou porque Neuer defendeu com os pés.

Esse lance acabou por não comprometer o triunfo do Manchester City, que terminou com uma série recorde de dez vitórias consecutivas do Bayern.