Shakhtar vence e elimina Real Sociedad

FC Shakhtar Donetsk 4-0 Real Sociedad de Fútbol
Os anfitriões controlam agora o seu próprio destino depois de vencerem os bascos e terem subido ao segundo lugar do Grupo A.

Shakhtar festeja enquanto as esperanças da Real Sociedad tiveram um fim na Donbass Arena
Shakhtar festeja enquanto as esperanças da Real Sociedad tiveram um fim na Donbass Arena ©AFP/Getty Images

O FC Shakhtar Donetsk manteve intactas as esperanças de apuramento no grupo A com uma vitória incontestável sobre a Real Sociedad de Fútbol, que não vai continuar nas provas europeias esta época.

Num encontro vertiginoso, Luiz Adriano, Alex Teixeira e Douglas Costa, por duas vezes, mostraram eficácia máxima e castigaram a Real Sociedad, que batalhou para prosseguir nas competições europeias. Graças ao triunfo do Manchester United FC na Alemanha frente ao Bayer 04 Leverkusen, os campeões ucranianos estão agora com um ponto de vantagem sobre os adversários germânicos, mas têm uma viagem muito complicada a Old Trafford na última jornada e com tudo ainda por decidir.

Para a Real Sociedad apenas os três pontos na Donbass Arena mantinham vivas as esperanças de apuramento para a próxima fase, e os bascos mostraram desde bem cedo alguma superioridade na posse de bola. No entanto, o guarda-redes do Shakhtar Andriy Pyatov não teve muito com que se preocupar porque, e apesar das boas combinações a meio-campo, os visitantes não criavam oportunidades de golo.

O Shakhtar foi rápido a reagir e a tomar conta do jogo e aos dez minutos o remate de Teixeira foi desviado por Claudio Bravo. Sete minutos depois Bernard arrancou da esquerda em direcção à grande área mas rematou ao lado. A pressão continuou a aumentar em redor da baliza basca e aos 37 minutos surgiu o golo inaugural, após uma insistência de Darijo Srna que ganhou um canto. Marcado à maneira curta para Douglas Costa, o brasileiro cruzou para o primeiro poste onde apareceu Adriano a bater Claudio Bravo.

Os espanhóis responderam e quase chegavam ao empate perto do intervalo, mas o remate de Iñigo Martínez saiu um pouco por cima da barra. Em vez de optar por um futebol mais conservador na segunda parte, o Shakhtar foi à procura do segundo golo , numa política da qual tirou dividendos de forma quase imediata. Aos 48 minutos Teixeira aproveitou um erro de Martínez, roubou-lhe a bola à entrada da área e de pé esquerdo colocou um remate fora do alcance do guarda-redes da Real Sociedad.

 Um remate de Antoine Griezmann parado por uma defesa quase por instinto de Pyatov impediu os bascos de voltarem à discussão do resultado e depois um contra-ataque finalizado de forma superior por Douglas Costa deixou a equipa de Jagoba Arrasate fora de combate de uma vez por todas. E foi Costa, com apenas três minutos para jogar, que fechou as contas para a equipa ucraniana que parte agora mais confiante para a última jornada e na busca de mais uma vez passar à fase seguinte da UEFA Champions League.

Conteúdos relacionados