Paris e Olympiacos perto do apuramento

Tanto o Paris como o Olympiacos poderão apurar-se no Grupo C logo que acabe o jogo da capital de França, mas Laurent Blanc e Míchel não dão nada como garantido.

Imagem do treino do Paris Saint-Germain na terça-feira
Imagem do treino do Paris Saint-Germain na terça-feira ©AFP/Getty Images

Tanto o Paris Saint-Germain como o RSC Anderlecht poderão apurar-se no Grupo C da UEFA Champions League após o encontro de quarta-feira na capital de França.

O Paris tem mais três pontos do que o adversário, segundo classificado, mas Laurent Blanc está ciente de como os nervos tomaram conta da equipa no empate em casa de há três semanas com o RSC Anderlecht. Por seu lado, Míchel indicou que o Olympiacos irá disputar o "jogo mais difícil do ano."

• O PSG está firme na liderança e necessita apenas de um empate na recepção ao Olympiacos, equipa que derrotou no Pireu, por 4-1, logo na primeira jornada, para se qualificar como vencedor do grupo. Um ponto também será suficiente para o campeão grego selar o segundo lugar se o Benfica falhar a vitória no reduto do Anderlecht.

Paris
Laurent Blanc, treinador
Não sei se o Olympiacos jogará como fez no jogo em casa connosco, com uma linha defensiva bastante alta e bastante pressão sobre os nossos médios – mas duvido. Isso causou-nos alguns problemas, mas façam-no ou não, ainda teremos que ser melhores em termos técnicos. Temos que prever o uso dessas tácticas pelos nossos adversários, mas isso poderá até ser vantajoso para nós, uma vez que ao jogar dessa forma, passa a haver espaço nas costas para explorar.

Temos de deixar de sofrer tantos golos. Marcamos sempre alguns – bem, quase sempre – mas precisamos de ser mais sólidos na defesa.

"Stress"? Há sempre "stress" – faz parte da função, começando pelo "stress" que colocamos em nós próprios. Sabemos o que temos que fazer: temos estado numa boa sequência de resultados, mas ainda não conseguimos o apuramento. Eu disse isso antes do jogo frente ao [RSC] Anderlecht e as pessoas começam a brincar comigo, ao dizerem que estou sempre nervoso, mas, infelizmente, o resultado veio dar-me razão.

Resultado do fim-de-semana
Sábado: Stade de Reims 0-3 Paris Saint-Germain (Lucas Moura 24, Ménez 60, Ibrahimović 90)
Sirigu; Jallet, Alex, Thiago Silva, Digne; Rabiot (Matuidi 73), Thiago Motta (Pastore 88), Verratti; Lucas Moura, Ibrahimović, Ménez (Lavezzi 72).

• O técnico do Stade Reims, Hubert Fournier, rotulou o Paris SG como "o Barça francês", após o triunfo de sábado, num jogo que os parisienses começaram sem Ezequiel Lavezzi nem Blaise Matuidi, enquanto Gregory van der Wiel e Maxwell tiveram um dia de descanso. O PSG está agora invicto há 34 encontros em todas as competições e a última derrota aconteceu há 267 dias.

Notícias da equipa
Edinson Cavani foi poupado no fim-de-semana após ter regressado do jogo da selecção do Uruguai somente na noite de sexta-feira. "Temos que ter cuidado com o 'jet lag', com ele como com os outros jogadores sul-americanos", explicou Blanc. No entanto, o dianteiro estará disponível para defrontar o Olympiacos.

Olympiacos
Míchel, treinador
Tal como o Paris, jogamos bem quando temos a posse da bola, tal como mostrámos no jogo em casa. Tivemos a maior percentagem da sua posse na primeira parte e dominámos. Depois, o PSG aproveitou bem quando a tinha na sua posse e foi quando deram a volta ao marcador. Todas as grandes equipas, nós incluídos, gostam de ter a bola em seu poder, pelo que esse será um dos factores decisivos da partida de amanhã.
O jogo de amanhã será o mais difícil do ano: dada a qualidade dos nossos adversários, será muito difícil de derrotar. Por outro lado, será um encontro potencialmente decisivo, porque nos qualificaremos em caso de vitória. Portanto, já entendem quão importante será o jogo para nós e quão motivados estamos para conseguir um bom resultado.

Poderei apresentar [José] Holebas e [Gaëtan] Bong juntos, mas ainda não decidi. Por acaso, até era a minha preferência desde o início, mas agora estou inclinado a excluir essa opção. Mas, tal como sabem, por vezes os treinadores pregam partidas durante as conferências de imprensa. Poderei estar a fazer uma finta de corpo, como fazia quando jogava!

Resultado do fim-de-semana
Sábado: Panthrakikos FC 1-4 Olympiacos (Igor 42; Manolas 21, Campbell 53, Samaris 58, Saviola 88)
Roberto; Papazoglou, Manolas (Miguel Torres 75), Papadopoulos, Bong; N'Dinga, Samaris; Weiss (Paulo Machado 62), Domínguez (Campbell 46), Fuster; Saviola.

• A vitória de sábado permitiu à equipa actual igualar o melhor começo de temporada de sempre na Liga grega (11V 1E), em 1966/67. Ao continuar invicto pelo 28º jogo consecutivo no campeonato, o Olympiacos também se aproxima do seu recorde de 29 partidas, estabelecido entre 1972 e 1974.

Notícias da equipa
É esperado que Dimitris Siovas (joelho) esteja apto para o jogo de quarta-feira, ao passo que Vladimír Weiss, Delvin N'Dinga e Paulo Machado já tinham regressado à equipa. Kostas Mitroglou, Giannis Maniatis e José Holebas foram poupados no sábado.

Facto do jogo
• O encontro de 17 de Setembro foi o primeiro entre as duas equipas e também a primeira vez que o Paris defrontou uma equipa grega na UEFA Champions League. Os parisienses não perderam os oito duelos frente a conjuntos helénicos, tendo vencido sete e empatado uma partida.