O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

CSKA sem desculpas frente ao City

"Não vamos arranjar desculpas se as coisas não correrem bem", disse Georgi Schennikov antes do jogo do CSKA Moscovo, num relvado previsivelmente em mau estado, ante o Manchester City.

Georgi Schennikov espera um futebol rápido, e um relvado molhado, contra o City
Georgi Schennikov espera um futebol rápido, e um relvado molhado, contra o City ©Getty Images

O relvado pesado na Arena Khimki não vai tornar a vida fácil para o lateral-esquerdo Georgi Schennikov, do PFC CSKA Moskva, num jogo em que a equipa da Rússia terá de defender bem frente ao Manchester City FC.

O Setembro mais chuvoso dos últimos 130 anos na capital russa obrigou a medidas drásticas - o CSKA jogou o encontro da segunda jornada da UEFA Champions League, frente ao FC Viktoria Plzeň, em São Petersburgo, a 650 quilómetros de Moscovo. Agora, a equipa volta a actuar na Arena Khimki na partida do Grupo D frente ao City, apesar de Schennikov ainda esperar um relvado algo pesado. "Quando olhei para o relvado, pareceu-me bom, mas hoje vamos treinar no nosso centro de treinos", disse o jogador de 22 anos. "Está jogável e não vamos arranjar desculpas se as coisas não nos correrem bem."

Outra preocupação para o defesa do CSKA é a tendência recente da equipa para sofrer golos - concederam três na derrota contra o FC Spartak Moskva no campeonato e no desaire ante o FC Bayern München na primeira jornada da UEFA Champions League, enquanto a vitória frente ao Plzeň pela margem mínima foi também pouco confortável. "Sofremos muitos golos nos últimos jogos", disse Schennikov, duas vezes internacional pela selecção principal. "Mas estamos a olhar em frente e queremos sofrer menos e tentar também acabar os jogos com a nossa baliza inviolada."

A chuva e alguns resultados indesejáveis podem ter diminuído um pouco a euforia, mas um triunfo ante o City certamente elevará mais uma vez o moral.