Áustria não se intimida com Porto "fantástico"

“Um jogador do Porto pode valer tanto como toda a nossa equipa, mas isso não ganha jogos", disse Nenad Bjelica antes da estreia do Áustria Viena frente ao campeão europeu de 2004.

Nenad Bjelica, treinador do Áustria, diz ser uma "sensação especial" participar na fase de grupos
Nenad Bjelica, treinador do Áustria, diz ser uma "sensação especial" participar na fase de grupos ©AFP/Getty Images

O treinador do FK Áustria Wien, Nenad Bjelica, está ciente que o único estreante na fase de grupos da UEFA Champions League não é favorito frente ao FC Porto, clube que já conquistou por duas vezes o troféu, mas alertou: "O valor de mercado dos jogadores não tem importância em campo."

O técnico do campeão de Portugal, Paulo Fonseca, retribuiu os elogios ao anfitrião do encontro do Grupo G e disse que os austríacos "têm qualidade para ameaçar" o início de época perfeito dos "dragões" em todas as competições.

Áustria Viena
Nenad Bjelica, treinador
O Porto tem grandes jogadores, que nos podem causar muitos problemas, mas preparámos a nossa defesa para isso. Uma boa defesa pode ser a chave do sucesso.

É uma sensação especial participar na UEFA Champions League esta época. Sentimos responsabilidade pelo clube e é uma recompensa pelo trabalho intenso que realizámos. No entanto, não estamos nervosos, queremos desfrutar desta competição. O Porto é uma equipa forte, mas acreditamos nas nossas capacidade para os surpreender. Dito isto, sabemos que vai ser muito difícil.

Vimos muitos jogos do Porto recentemente. É uma grande equipa, com jogadores fantásticos em grande forma. As estatísticas estão todas a seu favor. São os favoritos ao triunfo no grupo, a par do Atlético de Madrid, mas acredito que também temos hipóteses. Os jogos começam sempre 0-0. Um jogador do Porto pode valer tanto como toda a nossa equipa, mas isso não ganha jogos. O valor de mercado dos jogadores não tem importância em campo, já que as exibições das equipas é que são decisivas.

Resultado do fim-de-semana
Sábado: Austria Wien 2-3 SV Grödig (Stanković 28, Royer 72; Leitgeb 47 81, Huspek 66)
Lindner; Koch, Rogulj, Ortlechner, Suttner, Holland (Grünwald 70), Royer, Stanković, Mader, Jun (Kienast 70), Hosiner (Okotie 64).

• O Áustria não perdia em casa há oito jogos e estava imbatível há cinco jornadas, mas não escapou ao desaire num jogo aberto ante o recém-promovido Grödig.

• Bjelica afirmou: "A derrota contra o Grödig foi dolorosa. Devíamos ter ganho, mas aconteceu e temos de aprender esta lição."

Notícias da equipa
Dare Vršić, Alexander Grünwald e Alexander Gorgon vão falhar o jogo.

Porto
Paulo Fonseca, treinador
A UEFA Champions League é, por si só, uma motivação para os jogadores. É o início da prova e queremos começar em grande estilo, apesar de termos um desafio complicado pela frente. Jogar fora de casa na UEFA Champions League é sempre difícil. O Áustria garantiu um lugar na UEFA Champions League e tem qualidade para ameaçar, mas temos a ambição de conseguir um bom resultado neste grupo.

Temos de encontrar um substituto para o Steven Defour, que vai cumprir um castigo relativo à época passada. Vamos manter o nosso estilo de jogo. O importante é conservar a nossa identidade e fazer uma boa exibição colectiva.

O Áustria tem uma equipa compacta, bem organizada e perigosa no contra-ataque. Vimos muitos jogos e constatámos que também são fortes na defesa. Passam da defesa para o ataque de forma simples e muito rápida. Philipp Hosiner, Daniel Royer e Marko Stankovic são jogadores que me chamaram atenção, pensam rápido e podem criar perigo para a nossa equipa, por isso temos de estar muito atentos e não permitir que estraguem os nossos planos.

Resultado do fim-de-semana
Sábado: Porto 2-0 Gil Vicente FC (Varela 8, Jackson 26)
Helton; Danilo, Otamendi, Maicon (Mangala 16), Alex Sandro; Fernando, Defour, Quintero (Ricardo 76); Varela, Licá (Lucho 62), Jackson.

• O líder Porto somou a quarta vitória em quatro jogos no terceiro desafio consecutivo sem sofrer golos. Silvestre Varela assinalou a estreia no campeonato com o primeiro golo, num jogo em que Juan Quintero foi titular pela primeira vez. Jackson Martínez, melhor marcador da Liga com 26 golos na época passada, no ano de estreia em Portugal, marcou nas quatro jornadas da época de 2013/14, assim como na conquista da SuperTaça, em Agosto.

Notícias da equipa
• Maicon comemorou o 25º aniversário frente ao Gil Vicente, mas foi obrigado a sair devido a uma lesão no tornozelo esquerdo aos 16 minutos e vai falhar a primeira jornada da fase de grupos. Diego Reyes e Marat Izmailov, ainda sem utilização esta época, estão entre os 19 convocados para Viena.

Facto do jogo
• O Porto vai jogar no Ernst-Happel-Stadion, recindo que com a designação anterior de Praterstadion foi palco da final da Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1987, onde os "dragões" conquistaram o primeiro grande título internacional do seu palmarés ao baterem o FC Bayern München, por 2-1.

Conteúdos relacionados