Ferdinand pronto para o desafio do United

A iniciar a 12ª época seguida na fase de grupos, Rio Ferdinand diz que o calendário complicado, a começar pelo Leverkusen, vai manter "concentrado" o Manchester United.

Rio Ferdinand no treino de segunda-feira, antes de o Manchester United receber o Bayer Leverkusen
Rio Ferdinand no treino de segunda-feira, antes de o Manchester United receber o Bayer Leverkusen ©Getty Images

À medida que Rio Ferdinand se prepara para iniciar a 12ª campanha consecutiva na UEFA Champions League com o Manchester United FC – mas a primeira sem Alex Ferguson ao leme –, o defesa acolheu bem o duro grupo que o sorteio ditou para o campeão de Inglaterra, vencedor da prova em três ocasiões.

O Manchester United inicia a prova com a recepção ao Bayer Leverkusen, na terça-feira, num Grupo A completo por FC Shakhtar Donetsk e pela Real Sociedad de Fútbol. No entanto, Ferdinand, que por duas vezes viu a sua equipa eliminada na fase de grupos, assim como venceu a prova com o United em 2008, não se importa.

"Provavelmente, vai a equipa a estar um pouco mais concentrada", disse o jogador de 34 anos. "Todo o clube, assim como toda a direcção, porque, quando se trata de um grupo complicado, não deve haver assim tantas ocasiões em que se possam poupar jogadores. Actualmente, a Champions League é muito competitiva e as equipas são bastante boas, bem como os jogadores e o desejo de apuramento para a fase seguinte, porque as recompensas são tão elevadas."

Apesar do potencial para desestabilização após a aposentação de Ferguson, o United teve um razoável arranque sob as ordens de David Moyes, com sete pontos e apenas dois golos sofridos nos primeiros quatro encontros da Premier League. "Falando enquanto defesa, não quero sofrer golos e não quero conceder oportunidades. Esta época começámos nesse contexto. Talvez estejamos um pouco mais seguros na forma como estamos a jogar, enquanto também tentamos continuar a ser uma força ofensiva. Esse é o sinal de uma boa equipa – uma equipa capaz de adaptar-se", acrescentou Ferdinand.

"Obviamente, é ele [Moyes] quem está aqui, implementou as suas ideias e nos disse aquilo que pretende e cabe-nos assimilar essas ideias e colocá-las em prática", continuou o defesa-central, que defrontou o Leverkusen no seu primeiro jogo europeu fora pelo United, em 2002. "É isso que estamos a tentar fazer e, nos primeiros jogos, tivemos algumas boas exibições, tanto individualmente como enquanto equipa. Trata-se de continuar e fazer isso evoluir".

Conteúdos relacionados