Bayern vence em Turim e afasta Juve

Juventus 0-2 FC Bayern München (total: 0-4)
Um golo de Mandžukić e outro de Pizarro fizeram o Bayern repetir o resultado da primeira mão e seguir para as meias-finais.

Mario Mandžukić cabeceia para o primeiro golo do Bayern
Mario Mandžukić cabeceia para o primeiro golo do Bayern ©AFP/Getty Images

O FC Bayern München está, pelo segundo ano consecutivo, nas meias-finais da UEFA Champions League, após repetir o triunfo sobre a Juventus, em Turim. Mario Mandžukić  e Claudio Pizarro marcaram os golos.

Com uma postura muito agressiva na tentativa de recuperar a bola o mais cedo possível, o Bayern fez da sua linha avançada a primeira barreira à tentativa de construção por parte da Juventus. E o empenho foi tão grande que Mandžukić, aos sete minutos, viu um amarelo e viu-se impedido de jogar na primeira mão da meia-final.

Ainda assim, o avançado internacional croata esteve em foco pouco depois ao emendar para fora já na pequena área uma assistência da direita de Franck Ribéry. A Juventus revelava-se lenta e só de bola parada criou perigo (23), num lance que Andrea Pirlo cobrou com força e os punhos de Manuel Neuer afastaram para longe.

David Alaba quis repetir a façanha de Munique, aos 39 minutos, mas o remate espontâneo de fora da área foi defendido por Gianluigi Buffon. No minuto seguinte, novo livre de Pirlo cobrado para a área passou por vários jogadores até chegar a Leonardo Bonucci que, na ânsia de marcar, acabou por desvia a bola de Neuer e da baliza.

A segunda parte começou animada, com a Juventus a ir à procura dos golos e Pirlo (47'), de bola parada, rematou, só que desta vez em jeito, para as mãos de Neuer, e logo depois foi Fabio Quagliarela a mostrar-se num lance individual e com um remate que tirou tinta do poste da baliza bávara.

A resposta chegou dos pés de Arjen Robben (57') quando, de fora da área, e já depois de vários remates desperdiçados, acertou no poste da baliza de Buffon. E se este lance foi um aviso, o que a seguir aconteceu feriu de morte a Juventus: aos 64 minutos, na sequência de um livre de Bastian Schweinsteiger, Javi Martinez desviou para a baliza, onde o voo de Buffon evitou o golo, mas não a recarga vitoriosa de Mandžukić. E não se ficou por aqui o Bayern que, pouco depois, podia ter ampliado, mas o remate de Thomas Müller saiu sobre o travessão.

Antonio Conte faz entrar Alessandro Matri e Mauricio Isla para ter mais soluções ofensivas. Minutos depois Mirko Vučinić recebeu na área, mas Neuer, lesto a sair dos postes, roubou-lhe o golo do empate. Aos 80 minutos, Müller voltou a aparecer em situação de finalização, mas o remate forte falhou o alvo, mostrando na ansiedade do remate um contraste com a exibição tranquila e inteligente que os bávaros faziam por exibir no relvado do Estádio da Juventus.

Já nos descontos, Claudio Pizarro, que entrara há poucos minutos, marcou o segundo golo dos bávaros, num remate à meia-volta dentro da área da Juventus.