Weidenfeller e o equilíbrio do Dortmund

A postura ofensiva do Dortmund tem sido elogida, mas a solidez na defesa também e o guarda-redes Roman Weidenfeller diz ao UEFA.com que tudo deriva de um "estilo agressivo e positivo".

Weidenfeller e o equilíbrio do Dortmund
Weidenfeller e o equilíbrio do Dortmund ©UEFA.com

O nulo com o Málaga CF, na quarta-feira, foi uma experiência pouco habitual para o Borussia Dortmund, que só por uma vez esta época tinha registado um empate a zero.

Campeão alemão em 2011 e 2012, o Dortmund tem sido elogiado pelas suas vibrantes exibições ofensivas nesta edição da UEFA Champions League, mas também tem sido difícil de bater na defesa, sofrendo apenas dois golos nos últimos quatro jogos na competição. O guarda-redes Roman Weidenfeller diz que a equipa está a colher os frutos da sua abordagem colectiva. "O nosso processo ofensivo e defensivo é baseado na pressão sobre o adversário e avançar de imediato", disse o jogador de 32 anos ao UEFA.com. "Praticamos um estilo de jogo agressivo e positivo".

O equilíbrio harmonioso não se deve apenas ao estilo empregue pelo Dortmund, mas também deve muito aos elementos que o interpretam. "Seguimos o mesmo objectivo, queremos ganhar juntos, e só somos mais fortes juntos. O contributo da geração mais jovem e a experiência da geração mais velha – isso impulsiona-nos".

Certamente todo o plantel está a gostar da caminhada até aos quartos-de-final, tentando repetir a presença nas meias-finais, algo que, a acontecer, será a primeira vez desde 1998, quando se sagrou campeão. Os anos decorridos não trouxeram muito sucesso, com Weidenfeller a dizer que os jogadores "se sentavam no sofá, a assistir aos jogos na televisão, com um olhar triste". Agora, sente "calafrios". "Temos um grande ambiente no nosso estádio", acrescentou. "Champions League, 19h45, é um momento especial. Podemos estar orgulhosos da nossa campanha até ao momento, mas não queremos que seja o fim".

Clique no vídeo acima para ver a entrevista completa.

Conteúdos relacionados