Klopp optimista e ciente das dificuldades

Jürgen Klopp espera que o Dortmund escreva mais um capítulo da "maravilhosa história" desta época frente ao Málaga, equipa determinada em oferecer o triunfo ao seu treinador.

Jürgen Klopp, treinador do Dortmund, à conversa com os jornalistas esta segunda-feira
Jürgen Klopp, treinador do Dortmund, à conversa com os jornalistas esta segunda-feira ©AFP/Getty Images

O treinador do Borussia Dortmund, Jürgen Klopp, mostrou-se entusiasmado com a perspectiva de chegar às meias-finais da UEFA Champions League, na antevisão do encontro da segunda mão dos quartos-de-final com o Málaga CF, agendado para esta terça-feira.

A formação germânica empatou 0-0 em Espanha na passada semana e Klopp deu indicações aos seus jogadores para ignorarem os ingénuos que acreditam que a sua equipa vai ter vida fácil frente ao Málaga. Ainda assim, o optimismo, baseado na campanha realizada até à data na prova, reina entre a formação germânica e o técnico alemão deposita toda a fé nos seus jogadores e no apoio dos adeptos. Do lado da formação espanhola, porém, o defesa Martín Demichelis, antigo jogador do FC Bayern München, sabe muito bem o que espera os visitantes, mas o seu pensamento centrou-se em primeiro lugar em Manuel Pellegrini, que deverá regressar do Chile a tempo de orientar a equipa na Alemanha, depois de ter viajado ao seu país natal na sequência do falecimento do seu pai. "Queremos ganhar este jogo para lhe oferecermos a vitória", salientou o central argentino.

Dortmund
Jürgen Klopp,
treinador

No treino desta manhã disse aos meus jogadores que tinha ouvido muitos comentários negativos em relação ao resultado do encontro da primeira mão. Não percebo como é que alguém pode pensar que é fácil chegar ao terreno do Málaga e sair de lá com uma vitória. Tudo o que aconteceu até ao momento nesta nossa campanha, jogo da primeira mão incluído, foi extremamente positivo. Mas isso não nos garante nada.

Queremos continuar a escrever esta maravilhosa história que temos escrito até agora na Champions League. Estamos determinados em ir ainda mais além nesta competição. Todos estão ansiosos por o conseguir. Há duas formas bem distintas de abordar um jogo como este. Ou se sente a pressão, ou se sente a oportunidade que ele constitui. Temos de seguir pela segunda via, pois é essa a que nos interessa.

Uma mistura de talento, mentalidade certa e interacção entre equipa e espectadores tornou-nos muito fortes a jogar em casa. A atmosfera em Málaga foi excelente, mas acredito que no nosso estádio pode ser ainda melhor; necessitamos que assim seja.

Há a possibilidade de a noite de terça-feira ser a nossa última grande noite por algum tempo, pelo que temos de dar tudo o que temos. Muitos esperam que estejamos a ganhar por 5-0 ao fim de 12 minutos e que seja fácil seguirmos em frente, mas sei que o Málaga nos vai dificultar a vida ao máximo, pelo que necessitamos de ser pacientes. Para se chegar às meias-finais tem de se saber aguentar momentos mais complicados e nós temos sido capazes de o fazer até agora.

Resultado do fim-de-semana
Sábado: Dortmund 4-2 FC Augsburg (Schieber 22 52, Subotić 64, Lewandowski 90+2; Baier 43, Vogt 44)

Langerak; Grosskreutz, Subotić, Felipe Santana, Schmelzer; Bender, Şahin; Hofmann, Leitner (Götze 52), Bittencourt (Lewandowski 52); Schieber (Kehl 83).

• Jonas Hofmann e Leonardo Bittencourt estrearam-se como titulares na Bundesliga, enquanto Mitchell Langerak disputou o seu segundo jogo na presente temporada, contribuindo todos eles para o quinto triunfo caseiro consecutivo do Dortmund; em cada uma dessas cinco vitórias os pupilos de Jürgen Klopp marcaram sempre três ou mais golos. Robert Lewandowski marcou pelo décimo jogo consecutivo na Bundesliga.

Notícias da equipa
Roman Weidenfeller (costas) e Marco Reus (músculo abdominal) estão disponíveis depois de terem sido poupados no encontro do passado sábado, devido a pequenas lesões, e Klopp avançou que Mats Hummels (ligamentos do tornozelo) e Jakub Błaszczykowski (estiramento muscular), lesionados de longa-data, estão de volta. Marcel Schmelzer tem jogado com uma máscara facial desde que fracturou o nariz, na visita ao terreno do VfB Stuttgart, a 30 de Março.

Málaga
Martín Demichelis, defesa
Conheço perfeitamente a atmosfera que nos aguarda nas bancadas, mas não nos podemos deixar importunar por isso. O resultado da primeira mão não foi mau para nós e quem julga que o Dortmund tem o apuramento praticamente garantido está muito enganado.

Queremos ganhar este jogo por Pellegrini. Ficámos muito tristes quando soubemos. Ele não nos quis contar de imediato que o seu pai tinha falecido, isso mostra o grande homem que ele é. Oferecemos-lhe as nossas condolências. Ele vai estar connosco amanhã e vamos tentar tudo para garantir o apuramento, por ele.

Naturalmente, há a possibilidade de a eliminatória não ficar resolvida nos 90 minutos. Até pode ser que o nulo persista, mas não vamos jogar para o 0-0; isso não se enquadra na nossa filosofia. Vamos procurar criar ocasiões de golo e atacar uma e outra vez. Vai ser fundamental exibirmos as qualidades que nos tornaram tão fortes no passado: intensidade, agressividade, inteligência. Se conseguirmos voltar a trazer para dentro de campo todas essas qualidades, podemos jogar de igual para igual com o Dortmund.

Percebe-se que no Dortmund há uma filosofia de jogo clara. Cada erro que o adversário comete é quase sempre punido, porque eles são muito rápidos no ataque. Correm muito e praticam um futebol de grande precisão, a alta velocidade. São extremamente perigosos. O melhor que temos a fazer é mantê-los longe da nossa baliza.

Ainda mantenho contacto com muitos dos meus antigos colegas no Bayern – estive lá sete anos e meio – mas não falei com eles sobre este embate com o Dortmund; apenas lhes dei os parabéns pela conquista da Bundesliga.

Resultado do fim-de-semana
Sábado: Real Sociedad de Fútbol 4-2 Málaga (Vela 21, De La Bella 24, Griezmann 30, Iñigo Martínez 51; Morales 43, Santa Cruz 70)

Kameni; Sánchez, Lugano, Weligton, Antunes; Iturra, Camacho (Júlio Baptista 75); Morales (Piazón 64), Portillo (Duda 58), Seba; Santa Cruz.

• Com apenas três jogadores que tinham sido titulares na primeira mão com o Dortmund – Antunes, Weligton e Manuel Iturra – no "onze" inicial, o Málaga sofreu uma derrota que o deixa a quatro pontos do adversário, a Real Sociedad, actual quarta classificada da Liga espanhola. A formação orientada por Pellegrini somou apenas seis vitórias nos 19 jogos que já disputou em 2013.

Notícias da equipa
Iturra e Weligton vão cumprir castigo depois de terem visto cartões amarelos no encontro da primeira mão e são os únicos indisponíveis na turma espanhola, depois de o português Eliseu, ausente desde 3 de Fevereiro devido a uma lesão nos ligamentos de um joelho, ter regressado sábado aos treinos.

Estatística
Caso o Málaga atinja as meias-finais, o treinador Manuel Pellegrini repetirá o feito que logrou na sua primeira época ao leme do Vilarreal CF, em 2005/06, quando a formação espanhola apenas foi batida pelo Arsenal FC, nas meias-finais, na sua época de estreia na prova.