Villa diz que Barça deve aprender com os erros

Marcador no jogo da eliminação do Milan nos oitavos-de-final, David Villa tem os olhos nas meias-finais e avisa que o Barcelona não pode repetir a exibição realizada em Itália.

David Villa fala à comunicação social na véspera do Barcelona defrontar o PSG
David Villa fala à comunicação social na véspera do Barcelona defrontar o PSG ©AFP/Getty Images

David Villa não alinhou na derrota por 2-0 do FC Barcelona diante do AC Milan na primeira mão dos oitavos-de-final, devido a estar lesionado, mas mostrou ter uma palavra a dizer no jogo da segunda mão, quando a sua equipa goleou por 4-0 Camp Nou e apontou o terceiro golo.

Agora é o Paris Saint-Germain FC quem está entre o Barcelona e a meia-final, pelo que o avançado internacional de Espanha adverte que os "blaugrana" devem procurar aprender com os erros e, dessa forma, vencer a ambiciosa equipa treinada por um dos mais condecorados alunos do Milan.

“Aprende-se com as derrotas da mesma forma que com as vitórias”, explicou Villa. “Sofremos muito em Milão, mas conseguimos recuperar em casa. Amanhã vamos ter mais um jogo difícil e temos de estar concentrados para evitar repetir os erros cometidos em Milão.”

“Contra eles vamo-nos lembrar do quanto é importante marcar na primeira mão”, continuou Villa. “Esperamos consegui-lo amanhã, mesmo sabendo que ainda teremos a partida da segunda mão para jogar. É importante que estejamos a 100 por cento durante os 180 minutos.”

O regresso ao banco de Tito Vilanova constitui um estímulo para o jogo em Paris. O treinador do Barça esteve em tratamento em Nova Iorque desde Janeiro - complementar à cirurgia à garganta a que se submeteu em Dezembro -, período que coincidiu com a fase negra do clube da Catalunha, na qual somou quatro derrotas e quatro empates nas 19 partidas jogadas em 2013.

“Claro que estamos contentes pelo regresso do Tito Vilanova”, disse Villa. “É sempre bom termos o chefe connosco. Também estamos contentes com o regresso do Éric Abidal; ele é um exemplo para nós, pela forma como lidou com o que lhe aconteceu.”

Apesar da carreira intermitente desde o início do ano, o Barça mantém uma vantagem de 13 pontos sobre o segundo classificado da Liga espanhola e a exibição prodigiosa contra os "rossoneri", na segunda mão, mostra que é favorito diante do PSG rumo à meia-final. Mas trata-se de um rótulo rejeitado por Villa.

"Foi-nos dito que somos os favoritos, mas é muito difícil nesta competição saber quem realmente é o favorito", afirmou Villa. "Só após o jogo se poderá avaliar isso. Amanhã vai ser um grande jogo entre duas grandes equipas: vamos aproveitar a ocasião."