Juventus sonha com reviravolta ante o Bayern

Antonio Conte quer que a Juventus "mostre o que não conseguiu na Alemanha" na primeira mão frente ao Bayern, equipa a qual "nada de fundamental mudou".

Antonio Conte quer os seus jogadores em melhor forma que no jogo da primeira mão
Antonio Conte quer os seus jogadores em melhor forma que no jogo da primeira mão ©Domenic Aquilina

Ainda sem saber se vai resultar a tentativa da Juventus de recuperar de uma desvantagem de 2-0 e chegar às meias-finais da UEFA Champions League pela primeira vez em dez anos, o treinador Antonio Conte tem um desejo antes da segunda mão dos quartos-de-final contra o FC Bayern München: que a sua equipa faça "muito melhor do que fez na Alemanha", na semana passada. A derrota na Baviera foi a primeira da Juventus em 18 jogos europeus, mas para o técnico do Bayern, Jupp Heynckes, a vitória não garante nada. "Apesar do resultado da primeira mão, nada de fundamental mudou", disse.

Juventus
Antonio Conte, treinadorTenho um sentimento positivo, mas que não deixa de ser acompanhado pelo facto de que temos pela frente uma equipa muito poderosa, que mostrou toda a sua força na primeira mão. Temos o desejo e a serenidade para encarar este jogo de frente, mas nós também queremos fazer um jogo diferente do conseguido na primeira mão.

A primeira mão confirmou o que nós sabíamos - que eles são uma equipa muito forte, com grande qualidade técnica e que pratica um futebol muito forte. São, certamente, um dos favoritos a ganhar a Champions League. O Bayern é uma equipa que tem trabalhado nos últimos anos para estar onde está hoje.

Eles sempre foram candidatos e já chegaram a duas finais nos últimos três anos. Nós começamos a trilhar o nosso próprio caminho. Este é o nosso segundo ano comigo no comando e o primeiro na Champions League, depois de vários anos difíceis em que, por várias razões, a Juventus teve que reconstruir o que tinha sido demolido - essa é a diferença.

Se você quiser encontrar um arranha-céus que já está construído, então isso é Bayern – enquanto nós estamos a um terço do caminho. Essa é a diferença entre nós, mas estamos serenos, porque isso é normal. Estou convencido de que a diferença entre nós e Bayern não é tão grande como pareceu na primeira mão.

Não estávamos em boa forma na primeira mão, todos nós sabemos disso. Queremos fazer um jogo diferente. Estamos diante de uma equipa muito forte e sabemos que podemos fazer muito melhor do que na Alemanha. Eu sei que os meus jogadores querem demonstrar o que não conseguiram na Alemanha. Vamos ver o que acontece amanhã.

Resultado do fim-de-semana
Sábado: Juventus 2-1 Pescara Calcio (Vučinić 72pen 78; Cascione 83)
Storari; Bonucci (Isla 81), Marrone, Peluso; Lichsteiner, Vidal, Pogba, Giaccherini, Asamoah; Giovinco (Quagliarella 32), Vučinić (Matri 79).

• Mirko Vučinić marcou por duas vezes após a expulsão de Giuseppe Rizzo na equipa visitante,o que valeu aos "bianconeri", sem Giorgio Chiellini e Andrea Barzagli, suspensos, a quinta vitória consecutiva em casa. Os líderes da Serie A, sem sofrer golos no Estádio da Juventus durante 465 minutos, viram no tento de Emmanuel Cascione colocar o fim nessa inviolabilidade caseira.

Notícias da equipa
Stephan Lichtsteiner e Arturo Vidal estão suspensos após terem visto o cartão amarelo na primeira mão, enquanto Sebastian Giovinco está fora após ter abandonado o terreno frente ao Pescara com queixas num joelho, tal como Nicolas Anelka (gémeos). Gianluigi Buffon, a recuperar de uma gripe, ficou de fora no sábado, mas deve jogar. Martín Cáceres ainda não está a 100 por cento depois do acidente de carro no dia 17 de Março.

Bayern
Jupp Heynckes, treinador
Faremos uma abordagem ao jogo igual à da passada terça-feira, pelo que vamos tentar ganhar. A Juventus mostrou tanto na Champions League como na Serie A que é uma equipa de topo. Eles vão tentar fazer do impossível, possível. Mantemos a confiança no nosso sistema de jogo e vamos jogar da mesma forma que temos feito esta temporada. Queremos evitar que a Juventus assuma o controlo das rédeas do jogo.      

Não penso que seja a única pessoa que teça elogios à Juventus, todos fizeram comentários elogiosos à equipa na Itália e na Alemanha. É claro que temos muita experiência na Champions League; por exemplo, fomos infelizes ao perder a final do ano passado. Agora sabemos o que temos de fazer.

Os futebolistas não são máquinas e acredito que queiram sempre dar o seu melhor, mas na primeira mão [Pirlo] foi incapaz de o fazer. Ele continua a ser um dos melhores médios da Europa e espero que amanhã não brilhe da forma que sabemos que ele é capaz. Considero o [Gianluigi] Buffon um dos melhores guarda-redes da história do futebol. Ele é uma lenda, um homem fantástico e um excelente guarda-redes.

Resultado do fim-de-semana
Sábado: Eintracht Frankfurt 0-1 Bayern (Schweinsteiger 52)
Neuer; Lahm, Boateng, Dante, Alaba; Martínez, Schweinsteiger; Robben (Ribéry 63), Müller (Luiz Gustavo 63), Shaqiri; Gomez (Pizarro 75).

• Os gigantes de Munique selaram o seu 23º título alemão (o 1. FC Nürnberg é o seguinte com mais títulos, com nove) com um recorde de seis jornadas por disputar. Também estabeleceram um novo registo de vitórias consecutivas numa temporada ao completarem 11 em outros tantos jogos em 2013, isto apesar de David Alaba ter desperdiçado uma grande penalidade aos 27 minutos.

Notícias da equipa
Javi Martinez volta a estar disponível após ter cumprido um jogo de suspensão na primeira mão, enquanto Toni Kroos sofreu uma lesão nos adutores que o pode manter afastado o resto da temporada.

Estatística
A Juventus ganhou todos os cinco duelos com equipas alemãs nos quartos-de-final e as últimas oito eliminatórias contra clubes daquele país. No total dos 14 jogos disputados perdeu apenas dois.