Málaga celebra "feito fantástico"

Isco e Roque Santa Cruz falaram sobre os seus golos e do sofrimento do Málaga para ultrapassar o Porto rumo aos quartos-de-final, um sonho para Jesús Gámez, adepto do clube desde a infância.

Jesús Gámez festeja com Willy, guarda-redes do Málaga
Jesús Gámez festeja com Willy, guarda-redes do Málaga ©Getty Images

Golos de Isco e Roque Santa Cruz significam que o Málaga CF está a "viver o sonho", segundo o avançado paraguaio. Eliminar o FC Porto na UEFA Champions League é talvez o maior feito na história do clube andaluz, e com o sorteio de sexta-feira a aproximar-se, avizinha-se mais emoção.

Roque Santa Cruz, avançado do Málaga
Isto é incrível. Sonhávamos com uma vitória como esta desde que perdemos no Porto. Pensámos que iria ser difícil e foi, mas todo o nosso trabalho foi recompensado. É um feito fantástico para o Málaga, e independentemente do que acontecer na próxima fase, já que é algo magnífico para o clube. Estamos a viver um sonho.

Sentimos o orgulho da comunidade durante os treinos. Quanto se representa grandes clubes durante algum tempo, aprende-se sempre a pensar ganhar em prol da comunidade, a ganhar sob pressão. Isso é importante para nós – temos jogadores que sabem como ganhar sob esse tipo de pressão, pois têm bastante experiência, pensam em grande e possuem mentalidade vencedora algo que este clube merece.

Em relação ao golo da vitória, vi para onde a bola ia e como que me limitei a esperar por ela. Às vezes é uma questão de sorte estar no sítio certo, mas o instinto também desempenha um papel importante. Estou muito orgulhoso pelo golo e pelo que significa para todas estas pessoas. É fantástico.

Isco, médio do Málaga
Penso que a nossa equipa foi gigante. Para além disso, os adeptos também estiveram muito bem. No final, merecemos por inteiro a vitória. É provavelmente o maior feito na história do Málaga. Após o jogo em Portugal sabíamos que tínhamos hipóteses de ganhar em casa. Somos uma equipa forte e nunca deixámos de acreditar no apuramento. Isso foi crucial.

O meu golo? Na altura não se pensa muito, a não ser festejar com os colegas, mas foi um momento crucial, porque moralizou ainda mais e serviu como rampa de lançamento para a vitória.

Jesús Gámez, defesa do Málaga
Não se podia desejar mais do que aquilo que aconteceu hoje. Sou de Málaga e adeptos de longa data do clube também. Por isso o que vivemos hoje é algo de único, uma recordação que vai durar para sempre. Foi bem diferente da primeira mão, pois assim que assumimos a posse da bola e impusemos o nosso estilo de jogo, foi a chave para dar a volta à eliminatória.

Apesar de muita gente pensar que o Porto era melhor do que nós, mostrámos que nada se decide num só jogo. Se queremos bater "grandes" equipas no futuro, basta acreditarmos em nós próprios.