Galatasaray resiste à pressão do Schalke

FC Schalke 04 2-3 Galatasaray AŞ (total: 3-4)
Com o Galatasaray fortemente pressionado, Umut Bulut confirmou o apuramento dos turcos à beira do fim.

Burak Yılmaz comemora efusivamente com Didier Drogba
Burak Yılmaz comemora efusivamente com Didier Drogba ©Getty Images

O Galatasaray AS apurou-se para os quartos-de-final da UEFA Champions League, após vencer por 3-2 no terreno do FC Schalke 04, depois de, na primeira mão, as equipas terem empatado a um golo em Istambul.
Cabia, assim, ao Galatasaray procurar o golo mais cedo e foi isso que o conjunto dirigido por Fatih Terim tentou praticamente deste o apito inicial.

Didier Drogba deu o primeiro aviso, rematando, logo aos seis minutos, de pé esquerdo, para a defesa do antigo guarda-redes do Sporting Clube de Portugal, Timo Hildebrand. No lance seguinte, a bola chegou à área do Galatasaray e Fernando Muslera foi mesmo chamado a intervir, detendo um remate de Michel Bastos, após bom trabalho de Teemu Pukki.

No entanto, seria na sequência de um canto que o Schalke chegaria à vantagem. Aos 17 minutos, Jefferson Farfán bateu a bola do lado direito, Benedikt Höwedes cabeceou contra um contrário, com a bola a sobrar para Joël Matip, que ainda tentou a emenda. Fernando Muslera defendeu e Roman Neustädter marcou na recarga.

Até final da primeira parte, o Galatasaray conseguiu mesmo dar a volta ao jogo e à eliminatória. Aos 37 minutos, foi assinalado um livre a punir falta sobre Sneijder. A cerca de 35 metros da baliza Hamit Altintop rematou e que fez a bola embater no poste esquerdo antes de entrar, sem hipóteses de defesa para Hildebrand.

A reviravolta efectivou-se aos 42 minutos, com Burak Yilmaz a apontar o oitavo golo em oito partidas da UEFA Champions League. Após um ressalto ganho por Albert Riera no seu meio-campo, a bola voou em direcção ao meio-campo contrário, com Burak Yilmaz a ganhar no despique em velocidade a Höwedes e a ainda conseguir antecipar-se a Hildebrand, fazendo a bola passar-lhe por cima e entrar na baliza.

Na segunda parte, depois de um remate traiçoeiro de Burak na passada para uma notável defesa de Hildebrand, o Schalke teve uma reacção enérgica e conseguiu chegar ao empate quando estavam decorridos 63 minutos, com Michel Bastos a aproveitar um passe de bandeja de Atsuto Huchida para marcar sem dificuldades, depois de um fortíssimo remate de Marco Höger à trave.

Já perto do final, Michel Bastos dispôs de uma boa ocasião para recuperar a vantagem na eliminatória, mas rematou já na área à figura de Muslera, que, por sua vez, acabou por dar início ao terceiro golo do Galatasaray. Decorria o último minuto dos descontos quando o guardião lançou o contra-ataque. Selçuk Inan descobriu Umut Bulut isolado e este, à segunda, bateu Hildebrand, selando o triunfo dos turcos no jogo e na eliminatória.