Roura orgulhoso dos jogadores do Barcelona

Jordi Roura enalteceu os jogadores "muito especiais" do Barcelona, ao passo que Massimiliano Allegri reconheceu que o adversário jogou "extraordinariamente bem".

Lionel Messi (ao centro) festeja com Daniel Alves (à esquerda) e Andrés Iniesta, após marcar o segundo golo do Barcelona e da sua conta pessoal
Lionel Messi (ao centro) festeja com Daniel Alves (à esquerda) e Andrés Iniesta, após marcar o segundo golo do Barcelona e da sua conta pessoal ©AFP/Getty Images

Jordi Roura, treinador-adjunto do Barcelona
Foi um jogo incrível. Partimos para ele com um resultado muito difícil trazido da primeira mão. Estes jogadores mostraram mais uma vez que são muito especiais. Trabalharam imenso e mostraram verdadeira dedicação. Estou muito orgulhoso deles. Partimos em busca da vitória desde o início, mas também tivemos sorte quando o Milan acertou no poste.

Tito Vilanova disse-me que estava mais do que feliz e satisfeito. Ainda estamos na UEFA Champions League. Não temos preferência em relação ao adversário da próxima fase.

Massimiliano Allegri, treinador do Milan
Na primeira meia-hora, o Barcelona jogou extraordinariamente bem, esteve muito bem especialmente na pressão alta, dificultando a tarefa de sairmos do nosso meio-campo com a bola dominada. Marcou três dos seus quatro golos após perdermos a bola com erros crassos. Depois o futebol também é uma questão de centímetros, porque acertámos no poste quando podíamos ter feito o 1-1, e momentos depois eles marcaram o segundo, com a bola a passar por entre as pernas do nosso defesa.

Lamento o desfecho, especialmente pelos rapazes que trabalharam arduamente para alcançarem o resultado com que sonhavam. Esta noite foi muito difícil, mas continuámos na luta pelo resultado até ao fim, altura em que tivemos algumas boas oportunidades. Somos uma equipa jovem, precisamos de crescer e isso consegue-se através de experiências como esta na Champions League.

Estamos tristes porque tínhamos muita esperança após a primeira mão. O futebol é assim: na primeira mão tivemos sorte no primeiro golo, hoje fomos infelizes quando acertámos no poste num momento crucial do jogo. Depois a verdade é que o Barcelona possui grandes jogadores, como Messi e Iniesta, que conseguem passar por qualquer defesa facilmente, mesmo ao fim de 90 minutos. Não tenho nada a apontar aos meus jogadores, porque nunca desistiram, mesmo após o terceiro golo do Barcelona.