Schalke quer estragar regresso a casa de Altıntop

Hamit Altıntop regressa à sua cidade natal para reencontrar o antigo clube e tentar ajudar o Galatasaray a dar continuidade ao seu bom registo fora de portas, frente a um Schalke que também tem razões para estar confiante.

Hamit Altıntop em acção ao serviço do seu antigo clube, o Schalke
Hamit Altıntop em acção ao serviço do seu antigo clube, o Schalke ©Getty Images

O FC Schalke 04 vai receber a visita do seu bem conhecido Hamit Altıntop quando o Galatasaray AŞ se deslocar a Gelsenkirchen para a segunda mão do embate entre os dois clubes nos oitavos-de-final da UEFA Champions League.

• Hamit Altıntop passou quatro temporadas no Schalke, clube da sua cidade natal, e os seus actuais colegas de equipas Hakan Balta, Engin Baytar, Ceyhun Gülselam e Furkan Özçal também nasceram na Alemanha.

• Ambas as equipas têm razões para partir confiantes para este encontro, com o Schalke ainda invicto em casa na presente edição da UEFA Champions League e com o Galatasaray apostado em somar a sua terceira vitória consecutiva fora de portas na competição, embora seja o clube da Bundesliga a entrar em campo em vantagem, depois do empate 1-1 registado na primeira mão, em Istambul.

Retrospectiva
• O Schalke perdeu apenas dois dos 16 jogos que disputou em casa nas provas europeias desde o arranque da temporada de 2010/11, vencendo 11 deles.

• O Galatasaray venceu os dois últimos jogos que disputou fora de portas na fase de grupos da presente edição da prova, nos terrenos do CFR 1907 Cluj e do FC Braga,  e o seu registo em jogos fora desde Setembro de 2008 é de 9V 6E 2D.

• O Schalke tem um registo caseiro 100 por cento vitorioso frente a adversários turcos. Um golo de Martin Max valeu um triunfo por 1-0 sobre o Trabzonspor AŞ na segunda eliminatória da Taça UEFA de 1996/97, numa campanha que terminou com a formação germânica a erguer o troféu.

• Hamit Altıntop alinhou pelo Schalke no triunfo por 2-0 sobre o Fenerbahçe SK em Gelsenkirchen, na fase de grupos da UEFA Champions League de 2005/06; os golos foram assinados por Kevin Kuranyi e Ebbe Sand.

• Frente a equipas da Bundesliga, o Galatasaray venceu mais vezes fora de portas do que em casa. O seu registo em solo alemão é de 4V 3E 5D.

• Na última ocasião em que o Galatasaray visitou a Alemanha, empatou 1-1 no terreno do Hamburger SV, na primeira mão dos oitavos-de-final da Taça UEFA, em 2008/09, mas acabou, depois, por ser eliminado, com um resultado total de 4-3 no conjunto das duas mãos. A última vitória fora frente a um clube alemão teve lugar em casa do Hertha BSC Berlin, na fase de grupos da Taça UEFA de 2008/09; Milan Baroš, que deixou recentemente a formação turca, apontou o único golo da partida, de penalty.

• O Galatasaray bateu o 1. FC Magdeburg, a primeira formação alemã que defrontou, no desempate por moeda ao ar após três empates 1-1 na pré-eliminatória da Taça dos Vencedores das Taças de 1964/65.

• O Schalke atingiu os quartos-de-final duas vezes em temporadas recentes – em 2010/11, quando foi semifinalista, e em 2007/08. A única caminhada anterior até aos quartos-de-final foi em 1958/59.

• A formação alemã venceu oito das dez eliminatórias das competições da UEFA em que empatou fora no jogo da primeira mão. No entanto, as duas vezes em que foi eliminado (pelo FC Shakhtar Donetsk em 2004/05, nos 16 avos-de-final da Taça UEFA, ao perder 0-1 em casa, e pelo Wisła Kraków em 2002/03, na terceira eliminatória da Taça UEFA, ao perder 1-4 em casa) surgiram depois de empates 1-1 fora de portas. O Schalke seguiu, ainda assim, em frente nos outros dois embates em que empatou 1-1 fora na primeira mão.

• O Galatasaray espera atingir os quartos-de-final da Taça dos Clubes Campeões Europeus pela primeira vez desde 2001 e pela quinta na sua história.

• Contudo, um mau presságio para a os actuais campeões turcos reside no facto de estes apenas terem seguido em frente em uma das nove eliminatórias em que empataram em casa na primeira mão. Tal sucedeu quando bateram, fora, o OFK Beograd por 5-1, na segunda mão da terceira pré-eliminatória da UEFA Europa League de 2010/11, depois de terem empatado 2-2 em Istambul. Na ronda seguinte dessa edição da prova o Galatasaray voltou a empatar 2-2 em casa, frente ao FC Karpaty Lviv, mas dessa feita acabou eliminado ao não ir além de um empate 1-1 fora. De facto, nas quatro ocasiões em que empatou em casa 1-1 na primeira mão, o Galatasaray acabou sempre eliminado.

• Registo do Schalke em desempates por pontapés da marca de grande penalidade em eliminatórias de provas de clubes da UEFA:
4-1 frente ao FC Porto, 2007/08, oitavos-de-final da UEFA Champions League
1-3 frente ao Brøndby IF, 2003/04, segunda eliminatória da Taça UEFA
4-5 frente ao SK Slavia Praha, 1998/99, primeira eliminatória da Taça UEFA
4-1 frente ao FC Internazionale Milano, 1996/97, final da Taça UEFA

• Registo do Galatasaray em desempates por pontapés da marca de grande penalidade em eliminatórias de provas de clubes da UEFA:
4-1 frente ao Arsenal FC, 1999/2000, final da Taça UEFA

Ligações entre as equipas
• Enquanto internacional da Turquia, Terim participou em jogos com a Alemanha, somando quatro derrotas, a primeira por 5-0, em casa, num amigável realizado em 1975. A única excepção foi um empate a zero, também em casa, em Abril de 1979, num jogo a contar para a fase de qualificação do Campeonato da Europa. Também defrontou a República Federal da Alemanha no apuramento para o Campeonato do Mundo de 1978, com a Turquia a perder em casa e a empatar fora.

• Na sua primeira passagem como treinador do Galatasaray, Terim perdeu em casa e fora com o Borussia Dortmund, na fase de grupos da edição 1997/98 da UEFA Champions League. No entanto, a equipa fez bem melhor frente a adversários da Bundesliga em 1999/2000. Nessa temporada da UEFA Champions League, empatou a dois golos na recepção ao Hertha BSC Berlin, vencendo por 4-1 no jogo da segunda volta, garantindo assim o terceiro lugar do grupo e a transição para a Taça UEFA, onde afastou o Dortmund na quarta eliminatória – com uma vitória fora por 2-0 e resultado total idêntico –, a caminho de conquistar o troféu.

• Como treinador da Turquia, Terim foi eliminado pela Alemanha de Christoph Metzelder nas meias-finais do UEFA EURO 2008. Hamit Altıntop, Hakan Balta, Sabri Sarıoğlu e Gökhan Zan foram utilizados na derrota da Turquia em Basileia, por 3-2.

• Hamit Altıntop nasceu em Gelsenkirchen e representou o Schalke entre 2003 e 2007, realizando 113 jogos no campeonato e apontando oito golos, antes de se transferir para o FC Bayern München.

• Quanto aos outros jogadores do Galatasaray nascidos na Alemanha, Hakan Balta iniciou a carreira na equipa de reservas do Hertha, o mesmo acontecendo com Engin Baytar no DSC Arminia Bielefeld, enquanto Ceyhun é produto dos escalões de formação do SpVgg Unterhaching, onde passou duas épocas na equipa principal, entre 2006 e 2008.

• Didier Drogba marcou o golo do empate e converteu depois a sua tentativa no desempate por grandes penalidades quando o Chelsea FC bateu o FC Bayern München na final da UEFA Champions League disputada em Maio – a sua última presença na competição. Drogba apontou cinco golos em oito jogos ante opositores da Bundesliga, incluindo um na vitória do Chelsea, por 2-0, em casa, frente ao Schalke na fase de grupos de 2007/08. Drogba também participou depois no 0-0 de volta em Gelsenkirchen.

• Wesley Sneijder actuou pelo FC Internazionale Milano quando o detentor do troféu foi eliminado pelo Schalke nos quartos-de-final de 2010/11, ao perder por 5-2 em casa e por 2-1 em Gelsenkirchen. Sneijder tinha ajudado o Inter a bater o Bayern na final de 2010. Sneijder e Huntelaar, entrado ao intervalo, participaram no encontro em que a Holanda perdeu frente à Alemanha, por 2-1, na fase de grupos do UEFA EURO 2012.

• Benedikt Höwedes foi suplente utilizado pela Alemanha na vitória por 3-1 no Ali Sami Yen Spor Kompleksi, em jogo de qualificação para o UEFA EURO 2012. Sabri, Hamit Altıntop, Hakan Balta, Umut Bulut, Selçuk İnan e Burak Yılmaz alinharam pela Turquia, com Hakan Balta a marcar o golo dos anfitriões.

• Höwedes também saiu do banco de suplentes quando a Alemanha venceu o Uruguai, de Fernando Muslera, por 2-1, num amigável realizado em Maio de 2011.

• Christian Fuchs defrontou o contingente turco do Galatasaray quando a Áustria perdeu por 2-0 em Istambul, em jogo de apuramento para o UEFA EURO 2012. Posteriormente, empatou a zero em casa.

• Ciprian Marica alinhou na vitória da Roménia sobre a Turquia, por 1-0, em jogo da fase de qualificação para o Mundial realizado em Istambul, em Outubro de 2012. Hamit Altıntop, Semih Kaya, Emre Çolak e Umut Bulut estiveram do lado dos derrotados.

• Teemu Pukki marcou no triunfo da Finlândia sobre a Turquia, por 3-2, num amigável realizado em Maio passado. Burak Yılmaz apontou os dois golos turcos, numa partida que também contou com Hamit Altıntop, Umut Bulut, Semih Kaya e Yekta Kurtuluş.

• Klaas-Jan Huntelaar marcou o golo da vitória, aos 52 minutos, quando uma selecção holandesa, incluindo Ibrahim Afellay, bateu a Turquia por 1-0, num amigável em Novembro de 2010. Hamit Altıntop, Umut Bulut, Selçuk İnan, Burak Yılmaz e Sabri foram titulares pela Turquia, com Engin Baytar e Yekta a serem suplentes utilizados.

• Tomáš Ujfaluši representou o Hamburger SV entre 2000 e 2004, efectuando 105 jogos na Bundesliga. Enfrentou o Schalke na terceira pré-eliminatória da edição 2008/09 da UEFA Champions League, ao serviço do Club Atlético de Madrid, perdendo por 1-0 fora mas ganhando a segunda mão, em Espanha, por 4-0.

• Johan Elmander marcou o terceiro golo da Suécia, quando esta recuperou de quatro golos de desvantagem para empatar 4-4 com a Alemanha em jogo de qualificação para o Mundial, realizado em Berlim no mês de Outubro.

• Nordin Amrabat e Afellay foram colegas de equipa no PSV Eindhoven entre 2008 e 2011. Afellay participou na vitória caseira do PSV sobre o Galatasaray, por 2-0, na fase de grupos da edição 2006/07 da UEFA Champions League.

• Jefferson Farfán fez parte dessa equipa do PSV e alinhou no triunfo por 2-1 alcançado em Istambul, na mesma temporada. Farfán defrontou o Fenerbahçe SK, rival do Galatasaray, quatro vezes durante a sua passagem pelo PSV, perdendo nas duas deslocações a Istambul, mas marcando na vitória caseira por 2-0, na fase de grupos da edição de 2005/06.

• Tranquillo Barnetto ajudou o Bayer 04 Leverkusen a eliminar o Galatasaray, com um resultado total de 5-1, nos 16 avos-de-final da edição 2007/08 da Taça UEFA, mas também fez parte da selecção suíça eliminada no UEFA EURO 2008, em casa, após uma derrota por 2-1 com a Turquia.

• Joel Matip e Dany Nounkeu já alinharam juntos na selecção dos Camarões.