Schalke vence grupo com empate em Montpellier

Montpellier Hérault FC 1-1 FC Schalke 04
Os franceses não conseguiram somar a primeira vitória, mas o ponto conquistado pelos visitantes foi suficiente para garantirem o primeiro lugar.

Benedikt Höwedes comemora com os colegas depois de colocar o Schalke em vantagem
Benedikt Höwedes comemora com os colegas depois de colocar o Schalke em vantagem ©Getty Images

O FC Schalke 04 garantiu o primeiro lugar do Grupo B ao empatar em casa do Montpellier Hérault SC, que fez uma boa exibição da despedida da prova.

René Girard tinha garantido que a sua equipa iria dar o máximo no adeus às competições europeias e os campeões franceses honraram a palavra do treinador. Benedikt Höwedes colocou os visitantes em vantagem aos 11 minutos do segundo tempo, mas Emanuel Herrera empatou três minutos depois e deu o merecido segundo ponto ao Montpellier na fase de grupos. O Arsenal FC perdeu em casa do Olympiacos FC, pelo que o empate foi suficiente para a equipa de Huub Stevens passar aos oitavos-de-final como vencedora do grupo, embora o Schalke tenha de estar grato pela invencibilidade na prova às boas defesa realizadas por Timo Hildebrand nos minutos finais.

O guarda-redes visitante disputou o primeiro jogo na UEFA Champions League em cinco anos enquanto, no outro extremo, Jonathan Ligali estava a realizar a estreia nas competições europeias apenas três dias depois de ter disputado o primeiro encontro na Ligue 1. O francês começou por sair bem aos pés de Julian Draxler e, logo a seguir, viu Teemu Pukki rematar ao lado após um bom cruzamento de Draxler.

O Montpellier tinha muita posse de bola, mas era pouco acutilante, enquanto o Schalke criava perigo sempre que subia ao ataque, isto apesar de Klaas-Jan Huntelaar estar no banco. A equipa da casa encontrou uma brecha na muralha defensiva visitante quando Souleymane Camara recebeu um passe bombeado, mas o atacante senegalês não conseguiu controlar a bola e perdeu uma boa oportunidade para inaugurar o marcador.

Girard lançou Romain Pitau em jogo ao intervalo e parecia querer apenas permitir a estreia do médio de 35 anos na UEFA Champions League. Este acabou por ser um golpe de génio, pois o veterano mostrou ser bem mais do que apenas um jogador combativo ao fazer um excelente passe para Anthony Mounier, que viu o seu remate ser defendido por Hildebrand, com Atsuto Uchida a conseguir de forma incrível desviar a recarga de Herrera por cima da baliza.

O defesa japonês evitou um golo certo e, poucos depois, dois colegas do sector mais recuado criaram o golo dos alemães. Christoph Metzelder amorteceu um livre de Lewis Holtby para Höwedes, que mergulhou e fez a bola ultrapassar a linha de golo. O Montpellier reagiu rapidamente, Metzelder ainda travou um cabeceamento de Herrera, após um cruzamento longo de Mounier, mas o defesa do Schalke não conseguiu impedir o argentino de marcar na recarga.

A confiança do avançado aumentou com o primeiro golo na UEFA Champions League e o rejuvenescido Herrera podia ter dado o triunfo à equipa da casa, mas Hildebrand manteve o empate com duas boas defesas e deixou o Montpellier com uma sensação de injustiça na despedida do Grupo B.

Conteúdos relacionados