O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Schweinsteiger incita Bayern a mostrar atitude

Bastian Schweinsteiger diz que o Bayern deve iniciar o jogo no Santiago Bernabéu, esta quarta-feira, com personalidade, na tentativa de defender a vantagem de 2-1 sobre o Real.

Bastian Schweinsteiger na conferência de imprensa de terça-feira
Bastian Schweinsteiger na conferência de imprensa de terça-feira ©AFP/Getty Images

Bastian Schweinsteiger diz que é imperativo que o FC Bayern München tente acalmar o ambiente no Santiago Bernabéu, esta quarta-feira.

A formação da Bundesliga tem uma vantagem perigosa de 2-1 sobre o Real Madrid CF, nas meias-finais da UEFA Champions League, após o golo da vitória marcado por Mario Gomez, aos 90 minutos do jogo de Munique, na semana passada. Foi um triunfo complicado e Schweinsteiger antecipa uma noite de ainda mais trabalho na capital espanhola.

"Contamos que venham para cima de nós, por isso vamos ter que trabalhar muito a nível defensivo", disse o jogador de 27 anos. "Os adeptos da casa vão estar bastante entusiasmados e e a gritar pela sua equipa, algo que vai condicionar. No entanto, se jogarmos bem nos primeiros 20 minutos, eles vão acalmar-se e esse é o nosso objectivo. Sinto que precisamos de marcar e penso que o vamos conseguir."

A época do médio alemão tem sido assolada por lesões, fracturando a clavícula em Setembro antes de se lesionar num tornozelo. São noites como esta, diz, que o motivaram nos tempos mais difíceis. "Sabia que teríamos bastantes jogos importantes pela frente até ao final da época e foi isso que me deu motivação extra para regressar à melhor forma física o mais rapidamente possível", disse.

"Já estive envolvido em jogos muito importantes antes e este está nessa categoria. Como é óbvio, sente-se uma grande responsabilidade, mas possuímos vários jogadores experientes na equipa e eles também sustentam essa responsabilidade. Todos devem contribuir para a causa."

As ténues esperanças do Bayern em reconquistar a Bundesliga terminaram no fim-de-semana, com o Borussia Dortmund a sagrar-se bicampeão. Schweinsteiger diz que isso vai servir como estímulo, em vez de factor de frustração. De facto, com sete jogadores a um cartão amarelo de falharem a final, a questão tem mais que ver com conter o entusiasmo.

"O principal é não ver um cartão amarelo de forma estúpida", disse. "Se acontecer, então que seja uma questão de azar. Os jogadores estão conscientes dessa situação, mas não é algo de que nos lembremos quando disputamos um jogo desta magnitude." Num Bernabéu em ebulição, o Bayern já tem bastante com que se preocupar.

Conteúdos relacionados