O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
A partir de 25 de Janeiro, o UEFA.com já não vai suportar o Internet Explorer.
Para obter a melhor experiência possível, recomendamos que use o Chrome, o Firefox ou o Microsoft Edge.

Busquets ciente da ameaça do Leverkusen

Sergio Busquets indicou que o Barcelona terá de estar atento na recepção ao Leverkusen, equipa "com muito pouco a perder e bastante a ganhar" na segunda mão dos oitavos-de-final.

Sergio Busquets fala à comunicação social na terça-feira
Sergio Busquets fala à comunicação social na terça-feira ©Getty Images

Sergio Busquets indicou que o FC Barcelona terá de estar compenetrado na recepção de quarta-feira ao Bayer 04 Leverkusen, em Camp Nou, apesar de partir para o encontro da segunda mão dos oitavos-de-final da UEFA Champions League com uma vantagem de 3-1 conseguida na Alemanha.

"Eles têm muito pouco a perder e bastante a ganhar, pelo que temos razões para nos acautelarmos com eles", disse Busquets. "Não acredito que se limitem a defender e a contentarem-se com 30 por cento de posse de bola [como aconteceu na primeira mão]. Vão tentar recuperar a bola e atacar. O Leverkusen precisa de golos. E nós temos de transformar isso em nossa vantagem, aproveitar o espaço deixado livre e puni-los no contra-ataque."

O Barcelona reveloiu-se implacável quando dispôs da mais pequena nesga de terreno há três semanas, na Alemanha, onde Lionel Messi transformou, a dois minutos do fim, a curta vantagem de 2-1 numa mais confortável de 3-1, quando o Leverkusen pressionava à procura da igualdade. É provável que Messi jogue na quarta-feira, fresco da paragem forçada no fim-de-semana devido a suspensão na Liga espanhola. Ao invés, Alexis Sánchez, autor dos dois primeiros golos em Leverkusen, estará ausente devido a um problema muscular numa coxa.

A ausência do chileno é "uma pena" para Busquets, apesar de o médio espanhol confiar que o campeão europeu e espanhol tem energia suficiente para enfrentar o Leverkusen, impressionante do ponto de vista físico. "Espero que não soframos muito com o seu poderio físico", disse o médio de 23 anos, que também traçou paralelos entre os escalões de formação do Barça e o empenho do Leverkusen em utilizar jogadores formados no clube. No entanto, espera a vitória da equipa mais experiente em Camp Nou.