O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Lyon avisado para o perigo do APOEL

"A nossa derrota frente ao Caen acordou-nos para a realidade de que nunca é fácil conseguir um bom resultado", disse o treinador do Lyon, Rémi Garde, sobre a recepção ao APOEL.

Rémi Garde sabe que o seu Lyon terá de estar no seu melhor frente ao APOEL
Rémi Garde sabe que o seu Lyon terá de estar no seu melhor frente ao APOEL ©Getty Images

O treinador do Olympique Lyonnais, Rémi Garde, deixou clara a ideia que a sua equipa não vai subestimar a surpresa da UEFA Champions League, o APOEL FC, na sequência de uma inesperada e dolorosa derrota no fim-de-semana. O seu adversário no banco, Ivan Jovanović, espera que os seus comandados possam aproveitar o elevado número de encontros que o Lyon fez nos últimos 15 dias.

Lyon
Treinador Rémi Garde
Independemente do nome do adversário, temos que jogar sempre melhor na Champions League. Sabemos que muitas pessoas pensam que vamos eliminar o APOEL com facilidade. Como é óbvio, esta não é a nossa opinião. O APOEL fez uma grande fase de grupos e merece todo o nosso respeito, como qualquer equipa que chega a esta fase da prova.

Os meus jogadores estão a par do seus pontos fortes e, especialmente, da sua capacidade de contra-atacar com muito perigo, conforme vimos nos vários vídeos dos seus jogos. O nosso desaire ante o Caen na Ligue 1 mostrou-nos que no futebol nunca é fácil obter bons resultados. Estamos muito concentrados neste encontro e sabemos que temos de dar o nosso melhor para seguir em frente.

Resultado do fim-de-semana
Sábado: Lyon 1-2 SM Caen (Lisandro 86pen; Hamouma 13, Nabab 73)
Lloris; Réveillère, Bakary Koné, Umtiti, Cissokho; Gonalons, Grenier, Briand (Ederson 66), Bastos (Lacazette 79); Lisandro, Gomis

• O Lyon sofreu a sua terceira derrota em 33 jogos em casa ante um Caen que luta para não descer e que não vencia há quase três meses. O tento madrugador de Romain Hamouma significou que o Lyon começou a perder pelo quarto jogo consecutivo.

Notícias da equipa
Dejan Lovren ainda não jogou este ano devido a um problema no tendão de Aquiles, enquanto John Mensah acabou de chegar depois dos compromissos com a sua selecção na Taça das Nações Africanas. Na baliza há boas notícias, com Rémy Vercoutre e Anthony Lopes aptos depois de longas paragens.

APOEL
Treinador Ivan Jovanović
O Lyon foi uma das dez melhores equipas da Europa na passada década, pois jogaram a Champions League todos os anos. Apenas algumas equipas o conseguiram. Têm experiência e o nosso objectivo é levar a decisão da eliminatória para a segunda mão. Tivemos uma fantástica carreira na fase de grupos e respeitámos todos os adversários. Não vai ser diferente contra o Lyon: uma equipa sólida, compacta e séria.

Não estão a ter os resultados que desejavam na Ligue 1, mas continuam perigosos e pode haver uma reacção na Champions League. No entanto, também não nos esquecemos que jogaram cinco jogos nas últimas duas semanas. As rondas a eliminar são a verdadeira Champions League. Há muito em jogo. No início da temporada, nunca pensávamos estar onde estamos. Honestamente, não sei qual é o nosso melhor nível, mas espero que ainda possamos melhorar.

Resultado do fim-de-semana
Friday: APOEL 2-1 Ethnikos Achnas FC (Charalambides 23 41; Vattis 80)
Chiotis; Poursaitides, Kaká, Morais, Alexandrou; Hélder Sousa, Hélio Pinto, Charalambides (Solari 74), Marcinho (Satsias 86); Tričkovski, Aílton (Manduca 68)

• O APOEL registou apenas o seu quarto triunfo em oito encontros, naquele que tem sido um começo algo inusitado de 2012. Desde a vitória por 9-1 para a Taça de Chipre, ante o Akritas Chlorakas FC, da segunda divisão, registada a 11 de Janeiro, o emblema de Nicósia marcou apenas cinco golos em seis partidas, naquela que é a fase menos concretizadora da temporada.

Notícias da equipa

O médio Nuno Morais foi utilizado como defesa-central na sexta-feira, devido às lesões de Marcelo Oliveira (gémeos) e Paulo Jorge (glúteos). Outro defesa, William Boaventura, não jogou por castigo. Oliveira não vai mesmo poder jogar na terça-feira, promovendo Kaká à titularidade, enquanto Adorno estar em dúvida devido a uma distensão nos gémeos, que o deixou de fora nos últimos dois jogos.

Facto do jogo
O APOEL empatou os três jogos fora a contar para a fase de grupos, evitando a derrota nas deslocações aos redutos do FC Shakhtar Donetsk, FC Porto e FC Zenit St Petersburg. Incluindo as pré-eliminatórias e o "play-off", o seu registo fora de casa é de duas vitórias, três empates e uma derrota. Nesses seis encontros sofreu apenas três golos, mantendo inviolável a sua baliza em três deles.