Sánchez pede cautela ao Barcelona

Alexis Sánchez insiste que "vai haver a mesma intensidade no segundo jogo", após ter bisado e ajudado o Barcelona a assumir o controlo da eliminatória frente ao Leverkusen.

Alexis Sánchez festeja depois de marcar na BayArena
Alexis Sánchez festeja depois de marcar na BayArena ©Getty Images

Alexis Sánchez disse ao UEFA.com que o FC Barcelona ainda tem muito trabalho pela frente, apesar de estar em vantagem na eliminatória graças à vitória por 3-1 na primeira mão dos oitavos-de-final, frente ao Bayer 04 Leverkusen.

O avançado internacional chileno bisou antes de Lionel Messi ter feito o terceiro tento na BayArena, onde o detentor do título garantiu uma vantagem de dois golos antes da segunda mão, a 7 de Março. No entanto, o empate alcançado por Michal Kadlec, à passagem dos 60 minutos, foi sintomático da determinação do Leverkusen em não se submeter ao gigante catalão e sugere que a segunda mão pode não ser uma mera formalidade.

"Estou feliz pela equipa, feliz por ter ganho, mas temos de ter cuidado", disse Sánchez após marcar os seus primeiros golos na UEFA Champions League. "Ainda nada está decidido. O jogo foi difícil para nós; conseguimos lidar com as coisas quando elas se complicaram e controlámos bem. Somos o Barça e devemos ser capazes de fazer isso. Vai haver a mesma intensidade na segunda mão. Cabe a nós abordar a partida com a mesma atitude."

O domínio da posse de bola dos visitantes não serviu de muito na primeira parte na Alemanha, e parecia que a disciplina e trabalho árduo do Leverkusen podiam causar surpresa. De facto, quando a equipa de Robin Dutt respondeu ao golo de Sánchez aos 41 minutos e fez o empate, no início da segunda parte, esse desfecho pareceu ainda mais plausível.

Ambas as equipas tiveram oportunidades de golo e acertaram nos ferros das balizas, à medida que o jogo se tornava mais aberto. Mas o segundo tento de Sánchez e o terceiro, apontado por Messi à beira do fim – o sétimo esta época, que faz dele o melhor marcador da prova –, acalmaram os catalães sobre uma possível transição do seu momento de forma interno, onde estão a dez pontos do líder da Liga espanhola, o Real Madrid CF, para as competições europeias.

"Este resultado vai dar-nos bastante confiança", acrescentou Sergio Busquets, cuja equipa perdeu por 3-2 em casa do CA Osasuna, no fim-de-semana. "Vamos tentar somar mais uma vitória em casa para decidir a eliminatória. Temos de ultrapassar a desilusão do sábado passado. Começámos por fazê-lo com uma boa exibição aqui e sabemos que também temos a final da Taça de Espanha [frente ao Athletic Club] para disputar. Agora esperamos conseguir recuperar alguns pontos em relação ao Real Madrid."