Lyon bate recordes e consegue apuramento

GNK Dinamo Zagreb 1-7 Olympique Lyonnais
Bafétimbi Gomis fez o "hat-trick" mais rápido de sempre na prova e ajudou o Lyon a conseguir um apuramento sensacional.

Os jogadores do Lyon festejam o apuramento
Os jogadores do Lyon festejam o apuramento ©Getty Images

O Olympique Lyonnais marcou seis golos no segundo tempo do encontro ante o GNK Dinamo Zagreb e conseguiu um sensacional triunfo por 7-1, a sua maior goleada de sempre na UEFA Champions League, que valeu um apuramento sensacional para os oitavos-de-final.

O Lyon tinha poucas hipóteses à entrada para a última jornada, pois para chegar ao segundo lugar do Grupo D precisava que o Real Madrid CF vencesse o AFC Ajax, era obrigado a somar três pontos e precisava de marcar sete golos. A tarefa ficou ainda mais complicada a cinco minutos do intervalo, quando Mateo Kovačić deu vantagem ao Dínamo, que jogava em inferioridade numérica desde a expulsão de Jerko Leko, mas Bafétimbi Gomis fez o empate ainda antes do descanso.

O internacional francês fez o "hat-trick" mais rápido de sempre na UEFA Champions League nos primeiros sete minutos do segundo tempo, para depois se tornar no sétimo jogador a marcar quatro golos num jogo desta competição. Maxime Gonalons, Lisandro e Jimmy Briand também marcaram e confirmaram o apuramento do Lyon, à custa do Ajax, que perdeu por 3-0 contra o Real Madrid.

Leko viu um cartão vermelho e os franceses ficaram em superioridade numérica, mas o sonho da qualificação ficou mais distante quando Kovačić se antecipou a Mouhamadou Dabo para marcar na recarga, depois de Hugo Lloris ter feito duas espectaculares defesas à queima-roupa para negar o golo a Fatos Beqiraj. A alegria dos adeptos croatas durou apenas cinco minutos, com Gomis a fazer o empate com facilidade, depois de o cruzamento de Aly Cissokho da esquerda ter tabelado em Šime Vrsaljko e sobrevoado o guarda-redes Ivan Kelava.

O Lyon tinha um jogador a mais e apostou tudo no ataque. A cavalgada triunfal começou aos três minutos do segundo tempo, quando Briand desviou de cabeça um pontapé de canto de canto Yoann Gourcuff e permitiu a Gonalons marcar ao segundo poste. Após a bola ao centro, Briand aproveitou um erro defensivo para servir Gomis, que fez o 3-1.

O Dínamo estava desorientado e sofreu mais um golo, com Gonalons a desmarcar Cissokho, que cruzou para o Gomis completar o "hat-trick" e superar o recorde que tinha sido estabelecido por Mike Newell, do Blackburn Rovers FC, em Dezembro de 1995. A equipa de Rémi Garde fez uma pausa para respirar, mas apontou o quinto golo aos 64 minutos, Alexandre Lacazette fez um passe em profundidade para Lisandro, que tinha começado no banco, com o argentino a fazer a bola passar por entre as pernas de Ivan Kelava.

Seis minutos depois, Gomis fez o seu quarto golo quando desviou um remate torto de Kelava, na sequência de mais um cruzamento de Cissokho. Aos 75 minutos, Briand bateu o desorientado Kelava, depois de um passe bombeado de Lisandro, estabelecendo o sensacional resultado final de 7-1 que valeu a presença no sorteio de 16 de Dezembro.