CSKA junta-se ao Inter nos oitavos

Internazionale 1-2 CSKA Moskva
O golo de Vasili Berezutski, aos 86 minutos, permitiu aos "militares" saltarem do fundo do Grupo B para o apuramento.

Seydou Doumbia festeja o seu golo
Seydou Doumbia festeja o seu golo ©Getty Images

Em San Siro, em jogo a contar para o Grupo B, o PFC CSKA Moskva deixou para a recta final o golo da vitória que lhe valeu o apuramento para os oitavos-de-final, juntando-se ao FC Internazionale Milano na fase a eliminar da UEFA Champions League.

A quatro minutos do fim, a equipa de Leonid Slutski estava fora da Europa, pois Esteban Cambiasso, em 60 segundos, tinha marcado um golo em resposta ao tento de Seydou Doumbia, a abrir a segunda parte. Mas o golo tardio, de cabeça, de Berezutski, combinado com o empate entre o LOSC Lille Métropole e o Trabzonspor AŞ, valeu o apuramento aos russos.

Os visitantes começaram em grande estilo, mas foram os homens de Claudio Ranieri a conseguir a primeira ocasião de golo, quando Javier Zanetti conseguiu um passe milimétrico para Diego Milito, cujo centro para Coutinho foi cortado, em antecipação, por Vladimir Gabulov. Pouco depois, o Inter conseguiu uma jogada idêntica, mas desta vez Gabulov parou o remate de Yuto Nagatomo.

Na outra ponta, Vágner Love e Alan Dzagoev combinaram bem aos 25 minutos para um remate por alto do brasileiro, que pouco depois obrigou Luca Castellazzi a uma defesa. Mas a pouca posse de bola dos visitantes não lhes permitia criar perigo bastante para o golo que lhes daria o apuramento. Apenas Love criava perigo nas bolas paradas e a dois minutos do intervalo foi quem saltou mais alto para atirar de cabeça, mas ao lado.

Por essa altura, o Inter já podia ter dois golos, depois de Gabulov ter primeiro afastado um remate em força, e quase sem ângulo, de Nagatomo. Depois, defendeu com as pernas uma tentativa de Milito, naquela que foi a melhor defesa da noite.

Enquanto os jogos no Grupo B se mantivessem empatados, os moscovitas tinham possibilidades de se apurar e esse cenário ganhou corpo quando abriram o marcador através de uma excelente jogada colectiva. Doumbia reagiu com inteligência ao passe de Dzagoev, da ala esquerda, correu para fazer a tabelinha com Love e disparou, batendo Castellazzi.

Os anfitriões só precisaram de um minuto para empatar. O cabeceamento, em força, de Andrea Ranocchia, em resposta a um canto de Mauro Zárate, foi parado por Gabulov, mas a bola sobrou para Cambiasso, que concretizou.

O jogo tornou-se então mais aberto, com o CSKA à procura de novo golo, e Milito, de cabeça, em resposta a um cruzamento de Zanetti, até podia ter dado a volta ao marcador, mas atirou à barra já ao cair do pano. Aleksei Berezutski também falhou, de cabeça, a passe de Love, mas seria o seu irmão a salvar o dia, dando o melhor destino a um canto apontado por Aleksandrs Cauņa, que garante um lugar ao CSKA no sorteio dos oitavos-de-final, esta sexta-feira.