Garcia optimista antes da recepção ao Trabzonspor

Após ter conseguido um triunfo crucial na quinta jornada, em Moscovo, o técnico Rudi Garcia espera que o Lille possa aprender com o início atribulado no Grupo B, derrotando o Trabzonspor e conseguindo o apuramento.

Garcia optimista antes da recepção ao Trabzonspor
Garcia optimista antes da recepção ao Trabzonspor ©UEFA.com

Uma fantástica vitória, por 2-0, frente ao PFC CSKA Moskva, no Estádio Luzhniki, na quinta jornada, manteve vivas as esperanças de qualificação do LOSC Lille Métropole no Grupo B, algo que se decidirá no derradeiro jogo, frente ao Trabzonspor AŞ.

Após ter somente alcançado dois pontos nas primeiras quatro jornadas, o triunfo em Moscovo reavivou as perspectivas dos "les dogues". Uma vitória no Norte de França frente ao adversário turco, que tem mais um ponto que os campeões franceses, assegurará o segundo posto aos detentores do título gaulês, tendo a qualidade do triunfo na Rússia convencido muitos que os comandados de Rudi Garcia conseguirão o apuramento na partida agendada para 7 de Dezembro.

O treinador espera que o começo atribulado do Grupo B tenha ensinado algumas coisas à sua equipa. "Não podemos cometer mais erros. Estamos cientes disso", disse o técnico de 47 anos. "Se queremos apurar-nos para os oitavos-de-final, precisamos de mostrar aquilo que aprendemos. Gostaria que tivéssemos aprendido um pouco mais depressa, uma vez que perdemos pontos em casa e no terreno do Trabzonspor. E, dada a forma como jogámos aqui, devíamos ter vencido. Queremos defrontar as melhores equipas e adquirir experiência. E é isso que esta competição nos permite."

O antigo jogador do Lille, SM Caen e FC Martigues considera que a sua equipa tem talento suficiente para se qualificar para a fase seguinte, mas precisa da atitude necessária. "Precisamos de ter mais confiança naquilo que temos à nossa disposição. Podíamos ter ganho todos os encontros, com excepção, talvez, do desafio com o FC Internazionale Milano [derrota por 2-1]. Não podemos ter demasiado respeito pelos nossos adversários. Não devemos olhar para aquilo que eles fazem. Somos uma equipa talentosa e temos de acreditar nisso."

 

Conteúdos relacionados