O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Bis de Cavani dá triunfo ao Nápoles

SSC Napoli 2-1 Manchester City FC
Edinson Cavani marcou por duas vezes para dar a vitória ao Nápoles, que está assim mais próximo do apuramento no Grupo A.

Edinson Cavani festeja o golo da vitória ao City
Edinson Cavani festeja o golo da vitória ao City ©Getty Images

O SSC Napoli depende agora de si próprio para se apurar em segundo lugar no Grupo A, depois de derrotar o Manchester City FC por 2-1.

Edinson Cavani coroou uma grande exibição com dois golos, com Mario Balotelli a marcar para os ingleses, deixando assim os comandados de Walter Mazzarri com mais um ponto que os visitantes. Os italianos seguem em frente caso batam o Villarreal CF, independentemente do resultado da recepção do City ante o vencedor do grupo, o FC Bayern München.

Os comandados de Roberto Mancini entraram fortes no jogo, com Yaya Touré a atirar por cima logo aos seis minutos e Balotelli, logo a seguir, a rematar em arco, mas o seu disparo passou muito perto do alvo.

Depois de sacudir a pressão inicial, o Nápoles pegou de novo no jogo, com um portentoso Ezequiel Lavezzi a lançar vários raides no ataque, combinando com Cavani, mas o cabeceamento de Marek Hamšík foi à figura do guardião contrário. Cavani e Lavezzi estavam em grande plano e o golo quase surgiu quando o argentino recebeu o passe de primeira do ponta-de-lança uruguaio, mas o seu tiro de longe falhou o alvo.

Os italianos estavam por cima e, depois de Joe Hart ter defendido para canto o remate de Gökhan Inler, o Nápoles adiantou-se no marcador, com Cavani a atacar a bola com sucesso ao primeiro poste. Pouco depois, o uruguaio quase marcou de novo, após passe de Hamšík, mas o seu remate foi à rede lateral.

Com o andar do relógio, o City começou a impor o seu jogo, muito pela acção de James Milner, o poder físivo de Touré e o talento de David Silva, que esteve na jogada do golo do empate. Morgan De Sanctis defendeu como pôde o centro do espanhol, com Balotelli, sem dificuldades, a marcar no ressalto.

O Stadio San Paolo ficou em silêncio, mas não por muito tempo, pois o Nápoles regressou do balneário em grande força. Lavezzi esteve de novo envolvido no lance do golo, ao lançar Andrea Dossena, cujo centro da esquerda encontrou Cavani, que marcou sem problemas.

O jogo estava aberto, com o City à procura de um empate que permitiria manter os dois pontos de avanço sobre o City e o Nápoles a responder no contra-ataque. Hamšík quase marcou a passe de Cavani, num lance em que o eslovaco levou a melhor sobre Aleksandar Kolarov e acertou no poste.

O City dominou nos minutos finais, obrigando De Sanctis a outra grande defesa a remate de Balotelli que, a seguir, cabeceou por cima depois de lance entre Silva e Samir Nasri. Nos últimos lances do encontro, Sergio Agüero viu De Sanctis, de novo, negar o empate, defesa esta que fez com que o Nápoles seja o principal favorito para acompanhar o Bayern rumo aos oitavos-de-final.

Conteúdos relacionados