Benfica sela apuramento em Old Trafford

Manchester United FC 2-2 Benfica
O empate de Pablo Aimar na segunda parte permitiu à formação lusa garantir desde já a passagem aos oitavos-de-final.

O Benfica festeja depois de Phil Jones (terceiro à esquerda) ter feito um autogolo
O Benfica festeja depois de Phil Jones (terceiro à esquerda) ter feito um autogolo ©Getty Images

O Benfica garantiu a passagem aos oitavos-de-final da UEFA Champions League, depois de um emocionante empate a dois frente ao Manchester United FC, que lhe permite terminar o Grupo C num dos dois primeiros lugares.

O autogolo de Phil Jones recompensou o bom começo de jogo da equipa de Jorge Jesus, que chegou à vantagem bem cedo, mas o finalista vencido da época passada deu a volta ao marcador, com golos de Dimitar Berbatov e Darren Fletcher em cada parte. No entanto, o empate de Pablo Aimar significa que a equipa lusa termina em primeiro lugar se vencer o FC Oțelul Galați a 7 de Dezembro. O United desloca-se até ao terreno do FC Basel 1893 a precisar de um ponto para se lhe juntar nos oitavos-de-final.

Os adeptos do Benfica fizeram-se ouvir em Old Trafford, principalmente aos três minutos, com o destemido Maxi Pereira a colocar a bola em Nicolás Gaitán, que depois flectiu para dentro e rematou, com a bola a ser desviada para a própria baliza por Jones.

Os comandados de Jesus exalavam confiança e os anfitriões só remataram à baliza passados 17 minutos, com Nani a cobrar um livre directo à figura de Artur.

Os visitantes continuaram a apostar no contra-ataque, mas o United chegou ao empate à passagem dos 30 minutos. Na esquerda, Nani fez um cruzamento tentador para a área, onde Berbatov desviou de cabeça, ao de leve, para o poste mais distante - o primeiro golo do búlgaro na UEFA Champions League desde um "bis" frente ao Celtic FC, em Outubro de 2008.

O Benfica ficou surpreendido e quase permitiu ao United passar para a frente logo de imediato, com Ashley Young a romper rumo à área, mas o atento Artur defendeu bem o remate com as pernas. Num período emocionante, com uma toada de parada e resposta, o Benfica respondeu por intermédio de Aimar que, descaído sobre a esquerda, rematou para defesa apertada de David de Gea.

O United começou a etapa complementar com maior ímpeto atacante do que na primeira parte. Artur negou o golo a Fabio, que lhe tentou fazer um chapéu, mas a pressão dos "red devils" acabou por dar frutos perto da hora de jogo. Fletcher desmarcou-se nas costas da defesa benfiquista para receber o cruzamento tenso de Patrice Evra e, apesar de o valoroso Artur ter feito a mancha, não conseguiu evitar que o internacional escocês ficasse com a baliza à sua mercê na recarga.

Mas o Benfica respondeu à altura e dois minutos depois chegou ao 2-2. Bruno César aproveitou um mau alívio de De Gea e, apesar de Rio Ferdinand ter interceptado o cruzamento do brasileiro, Aimar aproveitou a recarga e atirou para o fundo das redes. Berbatov quase fez o terceiro da sua equipa, mas atirou por cima da barra. Desta forma, o United ainda tem trabalho para fazer na derradeira jornada, se quiser evitar uma eliminação precoce. O Benfica, com vantagem no confronto directo sobre United e Basileia, já não tem esse tipo de preocupações.

Conteúdos relacionados