Inter apurado com empate em Trabzon

Trabzonspor AŞ 1-1 FC Internazionale Milano
Ricardo Álvarez inaugurou o marcador, mas a equipa da casa empatou com um remate feliz de Halil Altıntop, no Grupo B.

Burak Yılmaz (à esquerda), do Trabzonspor, tenta escapar ao capitão do Inter, Javier Zanetti
Burak Yılmaz (à esquerda), do Trabzonspor, tenta escapar ao capitão do Inter, Javier Zanetti ©Getty Images

O Trabzonspor AŞ não conseguiu materializar a pressão realizada no segundo tempo, com o FC Internazionale Milano a somar o pronto que precisava para vencer o Grupo B da UEFA Champions League.

O triunfo do LOSC Lille Métropole no reduto do PFC CSKA Moskva confirmou o apuramento do clube do Milão antes do início do encontro, mas os visitantes não deixaram de pressionar nos primeiros minutos, com Ricardo Álvarez a inaugurar o marcador aos 18 minutos. O Trabzonspor não demorou a chegar ao empate, com um remate de Halil Altintop a tabelar num defesa e a não dar hipóteses de reacção ao guarda-redes. O suplente Adrian Mierzejewski ainda cabeceou ao poste nos últimos minutos, mas os turcos não conseguiram fazer o golo de que precisavam para ficarem em boa posição para acompanhar os italianos na passagem aos oitavos-de-final.

O Trabzonspor causou uma enorme surpresa em San Siro na primeira jornada e a equipa da casa entrou em campo moralizada. Nos primeiros minutos, a bola circulou mais junto à área do Inter, mas o guarda-redes Júlio César não foi colocado à prova, com o primeiro golo a surgir na outra baliza.

Foi uma jogada com marca argentina. Álvarez recuperou a bola no lado direito do ataque do Inter e tabelou com o compatriota Diego Milito, antes de bater Tolga Zengin com um remate de pé esquerdo. O golo silenciou os incansáveis adeptos turcos durante alguns instantes, mas não foi preciso muito tempo para que voltassem a cantar a plenos pulmões.

Burak Yılmaz podia ter feito o empate na sequência de um passe de Gustavo Colman, mas a emenda levou a bola a passar a rasar o poste. O Trabzonspor não teve de esperar muito pelo seu momento de felicidade, com o remate da entrada da área de Altıntop a tabelar em Walter Samuel e a enganar Júlio César, recolocando uma igualdade no marcador.

A equipa da casa continuou a pressionar, mas rapidamente foi recordada do poderio do Inter, com Mauro Zárate a obrigar Tolga Zengin a uma boa defesa. Esta foi uma jogada que exemplificou bem aquilo que se passou no segundo tempo, com o Trabzonspor a pressionar, mas os adeptos da equipa a ficarem na expectativa sempre que o Inter saía em contra-ataque. Numa dessas jogadas, Zárate testou as qualidades do guarda-redes e Arkadiusz Głowacki interceptou a recarga.

Na outra área, Burak era uma ameaça permanente e Alanzinho rematou de fora da área e levou a bola a passar muito perto da baliza do Inter. Os turcos quase fizeram o segundo golo a 14 minutos do final, quando Ondřej Čelůstka fez um cruzamento perfeito da direita, com Mierzejewski a cabecear isolado e a bola a ser devolvida pelo poste esquerdo. O Trabzonspor não conseguiu fazer o segundo golo e precisa de vencer em Lille para seguir em frente. Qualquer outro resultado deixa os turcos dependentes de uma ajuda do Inter, que vai receber o CSKA.