Doumbia embala CSKA

PFC CSKA Moskva 3-0 Trabzonspor AŞ
Seydou Doumbia marcou dois golos e Aleksandrs Cauņa também facturou na primeira vitória do CSKA no Grupo B.

Marek Čech (direita) tenta impedir o remate de Seydou Doumbia, do CSKA
Marek Čech (direita) tenta impedir o remate de Seydou Doumbia, do CSKA ©Getty Images

O PFC CSKA Moskva ganhou vida no Grupo B da UEFA Champions League, graças a um merecido triunfo em casa sobre o Trabzonspor AŞ, por 3-0.

Os russos bem podem agradecer aos avançados Seydou Doumbia e Vágner Love esta primeira vitória no grupo, já que a dupla foi uma ameaça constante para a defesa turca, com movimentos muitos rápidos no ataque. Doumbia revelou-se mesmo a figura da partida, ao marcar dois golos, que se juntaram ao de Aleksandrs Cauņa para fazer com que o CSKA some agora quatro pontos em três encontros disputados na competição desta época.

O CSKA entrou no jogo com a certeza de que tinha de ganhar para manter viva a esperança de passar aos oitavos-de-final, dado o empate e a derrota nos dois primeiros jogos. Os "militares" começaram devagar e os visitantes até podiam ter inaugurado o marcador aos 19 minutos. Vladimir Gabulov não aliviou a bola em condições e Halil Altintop, com a baliza à mercê, permitiu o corte em cima da linha de golo a Sergei Ignashevich.

No decorrer da primeira parte, Doumbia e Vágner Love começaram a causar toda a espécie de problemas à defesa turca. Antes da meia-hora, os dois combinaram de forma brilhante para dar vantagem no marcador à equipa moscovita. Um fantástico passe de calcanhar de Love isolou Doumbia e o dianteiro da Costa do Marfim não deu hipóteses ao guarda-redes Tolga Zengin.

A equipa da casa começou a segunda parte onde tinha acabado a primeira. Zoran Tošić desperdiçou uma excelente oportunidade dois minutos depois do intervalo e Tolga fez uma grande defesa que impediu Doumbia de aumentar a vantagem russa. Os visitantes, que entraram na partida na frente do grupo, foram em busca do empate, mas nunca chegaram a incomodar seriamente Gabulov, mero espectador durante a maior parte do jogo.

O CSKA selou a vitória a 14 minutos do fim. Mais uma vez, Vágner Love fugiu ao seu marcador e fez um cruzamento preciso para o segundo poste, onde surgiu Cauna a bater Tolga e a assinar o seu primeiro golo na UEFA Champions League. Doumbia estabeleceu o resultado final a cinco minutos dos 90, através de mais uma jogada de excelente recorte técnico, cuja brilhante finalização deixou em delírio os adeptos do CSKA.