Trabzonspor bate Inter ao cair do pano

FC Internazionale Milano 0-1 Trabzonspor AŞ
A equipa turca surpreendeu os campeões europeus de 2010, com Ondřej Čelůstka a fazer o golo da vitória.

Ondřej Čelůstka é felicitado depois de garantir um triunfo histórico para o Trabzonspor
Ondřej Čelůstka é felicitado depois de garantir um triunfo histórico para o Trabzonspor ©Getty Images

O Trabzonspor AŞ assinou um dos resultados mais importantes da sua história na estreia da fase de grupos, conseguindo um triunfo em casa do FC Internazionale Milano, clube que venceu o título europeu de 2010.

Ondřej Čelůstka, que foi contratado esta época ao SK Slavia Praha, marcou o único golo do encontro a 14 minutos do final, com a equipa turca a infligir a terceira derrota da época em outros tantos jogos oficiais à equipa treinada por Gian Piero Gasperini. O primeiro tempo foi equilibrado, o Inter teve algumas oportunidades, mas foi o Trabzonspor que apontou o único golo do encontro, com a equipa de Senol Güneş a defender a vantagem até ao final.

O Inter sofreu quatro golos em casa do US Città di Palermo no último fim-de-semana, pelo que  Gasperini teve de abandonar a defesa com três elementos a favor de uma mais tradicional, com os médios Joel Obi, Esteban Cambiasso e Javier Zanetti a protegerem o sector mais recuado, mas faltou criatividade na equipa que alinhou num 4-3-1-2.

Mauro Zárate não conseguiu dar o melhor destino a um cruzamento atrasado de Joel Obi, após uma recuperação de bola na sequência de um mau passe de Arkadiusz Głowacki. O  jogador que está emprestado pela SS Lazio ao Inter voltou a criar perigo aos 32 minutos, mas Tolga Zengin fez uma defesa inteligente. A jogada do argentino foi um dos poucos momentos de classe do primeiro tempo, com os visitantes a darem muita luta à equipa da Serie A que, pouco depois, viu Giampaolo Pazzini falhar o remate quando só tinha Tolga pela frente.

A tempestade do Mar Negro ganhou dimensão ofensiva após o intervalo, com Gustavo Colman a orquestrar uma série de excelentes trocas de bola e a criar muitos problemas à defesa do Inter com boas desmarcações sem bola. Um remate de Alanzinho, aos 61 minutos, levou a bola a passar muito perto da trave da baliza de Júlio César, o que motivou a equipa da casa a subir ao ataque, com Zárate a testar o guarda-redes visitante após mais uma boa jogada.

Diego Milito, que entrou para o lugar de Pazzini, trouxe mais agressividade ao ataque do Inter, mas o internacional argentino desperdiçou duas boas oportunidades em pouco tempo. Tolga defendeu um remate à queima-roupa, numa jogada que começou com um sensacional passe bombeado de Cambiasso, e Milito voltou a ficar perto do golo quando surgiu a desviar um excelente cruzamento de Javier Zanetti, numa fase em que os “nerazzurri” pareciam assumir o comando do jogo.

Quando pairava a sensação que a equipa da casa estava perto de marcar, os turcos gelaram o Giuseppe Meazza. Čelůstka amorteceu uma bola para Halil Altintop, que rematou à trave com estrondo, a defesa da equipa da casa parecia paralisada e Čelůstka foi o mais rápido a reagir, batendo Júlio César para dar o triunfo ao Trabzonspor.