2010/11 Tottenham Hotspur FC 3-1 FC Internazionale Milano: Crónica

"Bale bateu-se contra alguém considerado o melhor lateral-direito mundial, o que ele fez é incrível." Harry Redknapp

2010/11 Tottenham Hotspur FC 3-1 FC Internazionale Milano: Crónica
2010/11 Tottenham Hotspur FC 3-1 FC Internazionale Milano: Crónica ©UEFA.com

O estreante Tottenham Hotspur FC levou os adeptos ao delírio quando bateu o FC Internazionale Milano e destronou os detentores da UEFA Champions League da liderança do Grupo A.

Rafael van der Vaart, Peter Crouch e Roman Pavlyuchenko apontaram os golos que resultaram do espectacular futebol da equipa da casa. Na memória ficou também a exibição de Gareth Bale que, 15 dias depois de fazer um "hat-trick" na derrota por 4-3 em San Siro, voltou a estar sensacional pelo flanco, realizando duas assistências e dando muito trabalho a Maicon.

A equipa inglesa tinha marcado 25 golos nos cinco desafios anteriores na UEFA Champions League e voltou a entrar em campo com mentalidade atacante. Samuel Eto'o e Luka Modrić criaram as primeiras oportunidades do encontro, e foi o croata que esteve na origem do primeiro golo dos "spurs".

O médio fintou Sulley Muntari aos 18 minutos e fez um espectacular passe atrasado para Van der Vaart, com o holandês a não desperdiçar a oportunidade. Os ingleses poderiam ter aumentado a vantagem quando Bale ultrapassou Maicon e cruzou para o segundo poste, onde Crouch falhou o remate de primeira.

O Inter equilibrou a posse de bola no final do primeiro tempo e Wesley Sneijder obrigou Carlo Cudicini a fazer uma defesa, com o guarda-redes a demonstrar que estava à altura de substituir o castigado Heurelho Gomes. Os londrinos foram sempre mais objectivos, com Bale a levar a bola a passar muito perto do alvo, numa altura em que Luca Castellazzi já estava batido. Pouco depois, o guarda-redes do Inter teve de se esticar para defender um cabeceamento de Crouch.

A equipa da casa aumentou a vantagem à passagem da hora de jogo na sequência de mais uma jogada de Bale. O esquerdino de 21 anos pegou na bola na linha de meio campo, deixou dois jogadores do Inter para trás e fez um cruzamento rasteiro para Crouch, que só teve de empurrar para a baliza. A dupla voltou a causar perigo logo a seguir, mas Bale deixou a bola ultrapassar a linha limite antes de cruzar.

Eto'o causou alguma incerteza a 10 minutos do final, quando apontou o sétimo golo da fase de grupos, mas o Tottenham confirmou definitivamente o triunfo quanto Bale subiu no terreno e serviu Pavlyuchenko. Diego Milito ainda rematou à trave, mas no final a festa foi dos "spurs" e de Bale.

"O rapaz corre, corre e corre", comentou o treinador Harry Redknapp sobre Bale. "Teve pela frente um jogador que é considerado o melhor defesa-direito do Mundo e conseguiu fazer coisas incríveis nestes dois jogos." Certamente que poucos discordaram destas palavras em White Hart Lane.