Combata a COVID-19 seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde e os cinco passos da FIFA para travar a propagação da doença.

1. Lavar as mãos 2. Tossir para o antebraço 3. Não tocar no rosto 4. Manter a distância física 5. Ficar em casa.
Mais informação >
 

Mascherano disponível para ajudar na defesa

As lesões de alguns jogadores do Barcelona podem obrigar o médio Javier Mascherano a jogar na defesa frente ao Real Madrid: "Se o treinador quiser, não me importo de recuar," afirmou.

Javier Mascherano deve ser obrigado a alinhar na defesa na quarta-feira
Javier Mascherano deve ser obrigado a alinhar na defesa na quarta-feira ©Getty Images

Javier Mascherano está pronto para ocupar uma vaga na defesa do FC Barcelona e o argentino considera que a meia-final da UEFA Champions League com o Real Madrid FC pode ser decidida por "um pequeno detalhe".

Guardiola não pode contar com os lesionados Adriano (coxa), Maxwell (virilha) e Eric Abidal (fígado) e vai ser obrigado a fazer alterações na defesa, devendo optar por colocar Carles Puyol a alinhar a defesa-esquerdo e Mascherano a recuar do meio-campo para o eixo da defesa.

"Já tive de alinhar nesta posição e devo voltar a jogar na defesa devido às lesões dos meus colegas e à doença do Abidal," explicou o internacional argentino, que alinhou a defesa-central no triunfo no último sábado, no triunfo por 2-0 sobre o CA Osasuna. "Vou dar o máximo. Se o treinador considera que é benéfico para a equipa, não em importo de recuar no terreno. Estou aqui para ajudar."

Há duas épocas, o argentino de 26 anos ajudou o Liverpool FC a vencer por 1-0 no Santiago Bernabéu, na UEFA Champions League, e este ano já disputou oito jogos na prova, mas sabe que não vai ser fácil somar um novo triunfo. "Joguei aqui por outra equipa e o Real Madrid também estava diferente," afirmou. "Agora vamos disputar uma meia-final histórica e a Liga espanhola deve estar orgulhosa por ter dois representantes nesta fase da prova."

Os eternos rivais nunca se conheceram tão bem, pois defrontaram-se por duas vezes nos últimos dez dias, empatando 1-1 no campeonato, em Madrid, com os "merengues" a triunfarem por 1-0, após prolongamento, na emotiva final da Taça de Espanha da última quarta-feira. Quando perguntaram a Mascherano se o desaire tinha afectado o moral do Barcelona, o argentino respondeu que os colegas já tinham esquecido a derrota e que estão "ansiosos" pelo início da eliminatória.

"A Taça é outra competição e o Real Madrid foi melhor do que nós e conquistou o troféu," afirmou. "Esta é uma prova diferente e envolve duas grandes equipas que estão empenhadas em realizar excelentes exibições. Tenho uma enorme confiança nos meus colegas e na equipa. A nossa fé está intacta."

"Tivemos alguns pontos fracos na final da Taça no Mestalla, mas também houve aspectos positivos e gostaríamos de repetir o que fizemos na segunda parte. Temos de nos concentrar naquilo que fizemos ao longo de toda a época. Chegámos a esta fase porque jogámos bem e só temos de manter o nível."

Topo